Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Série B

Paysandu perde pro Goiás em Belém e permanece na zona de rebaixamento da Série B

A partida foi bastante movimentada e com direito a gol olímpico do time Esmeraldino
Continua depois da publicidade

O Paysandu segue em uma situação crítica no Campeonato Brasileiro da Série B. Na noite desta sexta-feira (28), o Papão voltou a perder e desta vez para o time do Goiás-GO, em pleno Estádio Leônidas Castro, a Curuzu, em Belém. A partida terminou em 3 a 2 para o Esmeraldino e válida pela 29ª rodada da competição nacional.

O Goiás saiu na frente no golaço do atacante Lucão, que acertou um belo chute de fora da área no ângulo do goleiro Renan Rocha, aos 9 minutos de bola rolando. O Paysandu chegou ao empate quando Hugo Almeida cruzou na medida para a cabeçada de Thomaz, aos 33 minutos. Só que o time Esmeraldino marcou o segundo tento com Rafinha de cabeça, aos 41 minutos.

Logo a um minuto do segundo tempo, Giovanni do Goiás marcou um gol olímpico, ampliando a vantagem para a equipe visitante. O Papão ainda chegou a diminuir no chute de fora da área do atacante Mike, que contou com a falha do goleiro Marcos, aos 23 minutos.

Com o resultado positivo, o Goiás permanece na vice-liderança agora com 49 pontos, enquanto que o Paysandu com a derrota dentro de casa segue na incomoda zona de rebaixamento, somando 31 pontos na 17ª colocação.

O Paysandu volta a campo contra o CSA-AL, nesta terça-feira (02), às 21h30, no Estádio Rei Pelé, em Maceió. A partida é válida pela 30ª rodada da Série B.

O jogo: Papão 2 x 3 Periquito

O Goiás chegou primeiro na cobrança de falta de Giovanni, Alex Silva tocou de cabeça e a bola foi fraca para a defesa de Renan Rocha. No lance seguinte, o Esmeraldino chegou ao gol. Lucão recebeu na entrada da área e mandou um chutaço no ângulo, um golaço no Estádio da Curuzu, 1 a 0 Goiás, aos 9 minutos. O Paysandu tentou o gol de empate com o volante Nando Carandina, mas o chute foi por cima da meta do goleiro Marcos.

Na outra tentativa bicolor, Thomaz invadiu pela direita e cruzou rasteiro, o zagueiro Fernando Timbó ainda desviou, mas ela chegou sem força e o lateral-direito Alex Silva do Goiás, salvou quase em cima da linha. O desespero começava a bater no time do Papão, quando o zagueiro Fernando Timbó mandou de fora da área e isolou, levando a torcida a loucura. Em outra tentativa de longe, foi a vez dos goianos isolarem no chute do volante Giovanni.

Em uma jogada rápida do time bicolor, o atacante Hugo Almeida cruzou na medida da direita para a cabeça de Thomaz, aos 33 minutos, tudo igual: 1 a 1. Dois minutos depois, Pedro Carmona recebeu passe e chutou forte, a bola passou tirando a tinta da trave, quase a virada bicolor. Giovanni também arriscou de fora da área para o Esmeraldino, em uma pancada a bola assustou o goleiro Renan Rocha.

Veja também:  Atlético Paraense vence o Primavera em mais um amistoso visando a Segundinha

O Goiás quando chegava levava muito perigo. Maranhão conseguiu espaço para cruzar na segunda trave e o atacante Rafinha desviou de cabeça para o fundo do barbante, marcando 2 a 1 para o Periquito, aos 41 minutos. O Paysandu tentou reagir quando Pedro Carmona cobrou falta na área e Fernando Timbó cabeceou por cima da meta de Marcos. Foi o que de melhor aconteceu no primeiro tempo.

Na segunda etapa, logo a um minuto de jogo, o volante Giovanni cobrou escanteio e a bola passou diretamente para o fundo do barbante, gol olímpico, 3 a 1 Goiás. O Papão tentou empatar com Pedro Carmona, que bateu uma falta quase que frontal pertinho da meta do goleiro Marcos. Aos 23 minutos, o Paysandu diminuiu o placar quando o atacante Mike chutou da entrada da área não muito forte, mas o goleiro Marcos aceitou, 3 a 2.

A Fiel Bicolor incentivou o time em busca do empate e ele quase aconteceu na cobrança de falta de Pedro Carmona, a bola passou muito perto da meta do Esmeraldino. O atacante Robinho que tinha acabado de entrar disparou um chutaço de fora da área e acertou a trave do goleiro bicolor e na volta a zaga do Papão aliviou o perigo. Em mais uma falta para o Paysandu, Pedro Carmona cruzou e o zagueiro Perema cabeceou para fora.

O Papão foi para o tudo ou nada e o técnico João Brigatti colocou o zagueiro Diego Ivo como atacante. Na primeira bola, Diego Ivo conseguiu desviar de cabeça para Hugo Almeida que chutou na trave. Placar final: Paysandu 2 x 3 Goiás.

Ficha Técnica

PAYSANDU: Renan Rocha; Maicon Silva, Perema, Fernando Timbó e Diego Matos; Nando Carandina, Renato Augusto (Alan Calbergue), Pedro Carmona (Diego Ivo) e Thomaz (Romarinho); Mike e Hugo Almeida. Técnico: João Brigatti.

GOIÁS: Marcos; Alex Silva (Caíque Sá), Victor Ramos, Edcarlos e Ernandes; Gilberto, Giovanni e Léo Sena; Rafinha, Lucão (Júnior Viçosa) e Maranhão (Robinho). Técnico: Ney Franco.

Árbitro: Bruno Arleu de Araújo-RJ

Assistentes: Luiz Cláudio Regazone-RJ e Carlos Henrique Cardoso de Souza-RJ

Cartões amarelos: Mike e Romarinho (Paysandu); Alex Silva (Goiás)

Gols: Lucão, aos 9 minutos do 1° tempo para o Goiás; Thomaz, aos 33 minutos do 1° tempo para o Paysandu; Rafinha, aos 41 minutos do 1° tempo para o Goiás; Giovanni, gol olímpico, a 1 minuto do 2° tempo para o Goiás; Mike, aos 23 minutos do 2° tempo para o Paysandu.

Local: Estádio Leônidas Castro, a Curuzu, em Belém

Renda: R$ 86.610,00

Pagantes: 5.305

Sócio Bicolor: 1.466

Credenciados: 1.330

Total: 6.635

Por Fábio Relvas – Foto: Jorge Luiz / Ascom Paysandu

Deixe uma resposta