Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Coluna

Hérnia de disco, e agora? (Parte 2)

Você leva uma vida sedentária? Acompanhe as importantes dicas da personal trainer Patrícia Alessi e altere seu corpo e sua mente.
Continua depois da publicidade

Seguindo com a segunda parte sobre o assunto “hérnia de disco”, vou comentar sobre o tratamento e orientações para iniciar os exercícios físicos. Trago também a experiência de Renata Oliveira Dan de 36 anos que ao contrário da dona Gislene, teve que fazer cirurgia devido á complicação da hérnia de disco.

A causa da hérnia de disco da Renata foi devido a vários fatores: “Uma gravidez seguida de outra com espaço pequeno, excesso de peso, postura incorreta além de ser um problema que já vem de mãe para filha (hereditário). Mas o que desencadeou mesmo o grande problema de passar 20 dias sem andar foi um exercício mal feito e sem supervisão em certa academia da cidade”, comenta Renata.

Após isso acontecer, Renata sentia dores terríveis, ficou sem andar, só levantava para ir ao banheiro apenas. “Tomei remédios fortíssimos, mas nada me tirava da crise e nem aliviava a dor. Foi quando segui para Belém e fiz uma cirurgia super rápida para retirada da hérnia. No mesmo dia já estava totalmente sem dor e andando normalmente. Fiz o protocolo de repouso e uso de medicação e cinta passado pelo médico”.

Hoje em dia, Renata leva uma vida normalmente. “Meu dia a dia é bem corrido e bem puxado para a minha coluna que já sofreu um problema, mas com a volta para a academia tudo ficou mais fácil. Malho de segunda a sexta pela manhã e sigo direto para a trabalho, faço tudo com muito ânimo e disposição”.

Com a volta aos treinos de musculação, Renata não sente mais dores e percebe seus resultados a cada dia no espelho deixando sua autoestima elevada.

Para encerrar, Renata deixa a seguinte mensagem para vocês:

“A limitação física não pode ser a desculpa para não praticar exercícios, com calma, cuidado e auxílio de excelentes profissionais vão acabar com a limitação, o exercício traz benefícios imensos para a nossa vida. Uma das grandes indicações do meu médico foi: FAÇA EXERCÍCIO FÍSICO REGULARMENTE E ISSO NÃO LEVARÁ VOCÊ A MESA DE CIRURGIA OUTRA VEZ! Estou treinando a 5 meses e comecei com os pesos mais leves dos aparelhos porque era o que eu conseguia. Sem ter pressa e com as recomendações da minha personal trainer, hoje estou muito mais ativa na academia e a cada semana aumento mais e mais a carga dos meus exercícios”.

Vocês conseguiram perceber que tanto para dona Gislena quanto para a Renta, a ajuda médica e uma boa orientação na pratica de exercícios físicos foram importantes para voltar a ter uma vida normal e principalmente sem dores?

Veja também:  Profissão: Fingir que você não é o centro das atenções

Por isso, para que o tratamento da hérnia de disco seja eficiente e seguro, é necessário procurar ajuda médica. Evite tomar medicação por conta própria. Faça os exames de acordo com o que seu médico solicitou, só assim é possível fazer o tratamento mais adequado.

Existem dois tipos de tratamento para a hérnia de disco: O primeiro é o uso de remédios (fármacos como analgésicos e anti-inflamatórios), repouso (afastamento do trabalho em alguns casos) e a fisioterapia é muito importante nesse processo de recuperação que foi o caso da dona Gislene.

Já o segundo tipo de tratamento e um grau de risco maior é o procedimento cirúrgico (cirurgia) corretiva. Toda e qualquer tipo de cirurgia requer mais cuidados e um tempo maior para recuperação que foi o caso da Renata.

Para encerrar, essas orientações são para quem possui essa limitação física (hérnia de disco ou outras limitações na coluna) mas que não está praticando exercícios físicos.

Vamos imaginar a seguinte situação para melhor orientar: Você tem hérnia de disco, tomou medicamento e fez fisioterapia e não deu sequência no tratamento. Neste caso, você poderá seguir essas orientações abaixo. Porém, cada pessoa deve ser orientada de maneira individualizada!

– Para iniciar os exercícios, neste caso a musculação, é importante que você não esteja sentindo nenhum sintoma, principalmente dor;

– A musculação irá ajudar no fortalecimento principalmente dos músculos do abdômen e paravertebrais (lombar), além de fortalecer a musculatura do corpo todo, contribuindo para uma melhor postura;

– Se você está com sobrepeso ou obesidade, procure ajuda de um nutricionista para melhor te orientar com sua alimentação!

– Inicie os exercícios físicos com um profissional de educação física que acompanhe e tenha atenção para que você faça os exercícios com segurança;

Evite carregar peso e posturas que não mantém sua coluna na curvatura normal.

Caso você tenha alguma dúvida, deixe seu comentário abaixo ou mande uma mensagem no WhatsApp (94) 992403589. Não esqueça de sugerir outros temas para as próximas semanas!

Ótima semana de treino para todos!!

Comentários ( 3 )

Deixe uma resposta