Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Futebol

Brasileirão: Remo empata com Náutico no Mangueirão e termina a Série C em 6° lugar

Com um público de 20.901 torcedores, o Leão Azul se despediu da temporada de 2018 

A torcida do Clube do Remo foi em grande número ao Estádio Olímpico Edgar Proença, o Mangueirão, em Belém, para empurrar o time no último jogo do Campeonato Brasileiro da Série C e o último da temporada de 2018 para o Leão Azul. O Remo encarou o Náutico-PE, em partida que terminou no empate, em 1 a 1, e realizada na noite deste sábado (11).

Apesar do resultado igual, os 20.901 torcedores azulinos, saíram cantando e vibrando do estádio comemorando a reação do time que chegou a ser virtualmente rebaixado e acabou beirando o G4. Os remistas terminaram em 6° lugar com 22 pontos, ficando apenas a quatro pontos da classificação.

O Leão saiu na frente com o gol do volante Dedeco, após passe de Isac, logo aos cinco minutos de bola rolando. O Náutico chegou ao empate no gol de bicicleta assinalado por Jimenez, aos 22 minutos do 1° tempo. A partida foi válida pela 18ª rodada do Grupo A da Série C. Com o resultado, o Timbu pernambucano terminou em 1° lugar com 31 pontos e joga o mata-mata do acesso contra o Bragantino-SP.

O jogo: Leão 1 x 1 Timbu

Empurrado pelo Fenômeno Azul das arquibancadas, o Remo partiu para cima do Náutico. Dedeco recebeu passe pelo meio e disparou forte por cima da meta de Luiz Carlos. No lance seguinte, Isac protegeu bem dentro da área e rolou de lado para a chegada de Dedeco, o volante remista não perdoou dessa vez e marcou, aos cinco minutos, 1 a 0 Leão. O Timbu reagiu e foi logo empatando a partida. O lateral-direito Thiago Ennes cruzou na área, a zaga azulina parou e Jimenez chutou no travessão e na sobra o próprio Jimenez emendou uma bonita bicicleta deixando tudo igual, aos 22 minutos, 1 a 1. O meia Rodriguinho cobrou falta quase que frontal e acertou a trave e na sobra, o volante Vacaria sozinho e sem goleiro, chutou por cima. Que chance perdeu o Remo. Na sequência, Rodriguinho cobrou outra falta e a bola desviou na barreira e quase foi para o gol. Gabriel Lima fez grande jogada e cruzou para o toque de cabeça de Dedeco, o goleiro Luiz Carlos defendeu bem para o Timbu.

Na segunda etapa, o Leão seguiu em cima. Rodriguinho recebeu passe pelo meio e disparou com estilo, a bola passou muito perto da meta pernambucana. O meia Rodriguinho, o jogador mais perigoso do Remo, cobrou escanteio curtinho para Dedeco, que disparou muito alto. Em uma investida rápida do time paraense, Dedeco tentou marcar de carrinho, mas perdeu a chance.

Veja também:  Paysandu empata com o Criciúma e sai da zona de rebaixamento da Série B

O Náutico pouco chegava, mas em uma tentativa de Ortigoza, o time alvirrubro quase virou, a bola foi pela linha de fundo. Em uma grande triangulação azulina, Nininho tocou para Isac, que serviu na medida para o atacante Jayme, mas o atleta azulino conseguiu isolar, levando o torcedor a loucura. Nininho cobrou falta e a bola passou sobre a meta do Timbu. Em outra tentativa do Leão, Jayme pegou de frente e disparou muito alto.

Tímido na partida, o time pernambucano teve a chance com o Rafael Oliveira, que chutou para a boa defesa de Vinícius. Jobson cobrou uma falta perigosa para o Náutico, a bola desviou na barreira e tocou na rede pelo lado de fora. Jimenez recebeu belo lançamento na frente e chutou forte, o goleiro Vinícius espalmou para escanteio. No último lance da partida, após confusão dentro da área do Timbu, a bola  sobrou para Mimica que chutou, a zaga afastou o perigo, chance de ouro perdeu o time azulino. Placar final: Remo 1 x 1 Náutico.

FICHA TÉCNICA

REMO: Vinícius; Nininho, Mimica, Romário e Fernandes; Vacaria (Jayme), Dedeco (Leandro Brasília), Geandro e Rodriguinho; Gabriel Lima (Dudu Pacheco) e Isac. Técnico: João Nasser Neto

NÁUTICO: Luiz Carlos; Thiago Ennes, Breno, Camacho e Tiago Costa; Josa, Jimenez e Jhonnatan (Rafael Oliveira); Dudu (Jobson), Rafael Assis (Wallace Pernambucano) e Ortigoza. Técnico: Márcio Goiano

Árbitro: Jean Pierre Goncalves Lima – RS

Assistentes: Leirson Peng Martins – RS e Lucio Beiersdorf Flor – RS

Cartões amarelos: Vacaria (Remo); Thiago Ennes e Jhonnatan (Náutico)

Gols: Dedeco, aos 5 minutos do 1° tempo para o Remo; Jimenez, aos 22 minutos do 1° tempo para o Náutico

Local: Estádio Olímpico Edgar Proença, o Mangueirão, em Belém

Renda: R$ 368.045,00

Pagantes: 18.398

Sócios torcedores: 973

Credenciados: 1.530

Público total: 20.901

Deixe uma resposta