Tucuruí reavalia medidas e decidi manter comércio não essenciais fechados

O Comitê de Gestão de Crise manteve as medidas já previstas em decretos, diante da explosão de casos de Covid-19 no município, que tem mais mortes, do que pessoas recuperadas
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Em reunião realizada ontem, quinta-quinta-feira, de 14 de maio, o Comitê de Gestão de Crise (CGC) de Tucuruí, no sudeste do Pará, decidiu pela continuidade das medidas de prevenção e enfrentamento ao novo coronavírus (Covid-19) no município. A decisão foi tomadas em função do aumento assustador do número de casos de Covid-19 em Tucuruí.

Com isso, seguem em vigor as medidas já adotadas nos decretos anteriores (N° 029/2020 e 033/2020). Entre elas, que apenas os estabelecimentos comerciais considerados essenciais à população irão continuar funcionando, desde que cumpram com as orientações de prevenção à execução dos seus atendimentos.

As recomendações são que esses comércios devem definir os horários de funcionamento para atendimento exclusivo de pessoas com idade igual ou superior a 60 anos ou que façam parte do grupo de riscos; respeitar o espaço mínimo de dois metros entre as pessoas nas filas internas e externas do estabelecimento; e obrigatoriedade do uso de máscaras para clientes e funcionários.

Também será mantido os bloqueios implantados no centro comercial da cidade, de segunda a sexta-feira, de 8h às 16 horas, como forma de reduzir o fluxo de motoristas e pedestres na área.

Também está autorizados a funcionar as fábricas que estejam trabalhando diretamente na confecção de máscaras e lojas fornecedoras de materiais para confecção de equipamento individual, como elásticos, velcros e outros. Foi editado ainda um novo Decreto n° 036/2020, que define algumas medidas de prevenção aos trabalhadores dos serviços de saúde.

Pelo decreto, devem ser avaliados os funcionários que se enquadram no grupo de risco, para possível afastamento de suas atividades. Já os trabalhadores acima de 60 anos, grávidas ou lactantes, deverão ser realocados de função, de forma a minimizar a chance de contato com pessoas ou ambientes contaminados.

Esse decreto já passou a vigorar ontem. Tucuruí está entre os três municípios das regiões sul e sudeste do Pará com maior caso de Covid-19 e também de óbitos.

O município ainda tem um quadro preocupante. É um dos que tem mais óbitos, do que pessoas recuperadas da doença.

De acordo com o Boletim Epidemiológico divulgado na tarde de ontem, Tucuruí  tem 146 casos confirmados de Covid-19, com nove recuperados e 12 óbitos. O município ainda tem 13 casos em análise e está monitorando 832 pessoas, que estão em isolamento domiciliar.

Essas pessoas monitoradas são viajantes, que tiveram contato com alguém que testou positivo para a doença ou que estão apresentando sintomas leves, mas que se assemelham aos da Covid-19. (Tina Santos)

Publicidade