Tucuruí: Em crise financeira, empresa de transporte público tem três ônibus apreendidos pela Justiça

A medida judicial foi em atendimento à empresa que financiou três veículos para a concessionária, que estaria com três parcelas de pagamento atrasadas
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

A Viação Tucuruí, empresa concessionária do transporte público no município de Tucuruí, no sudeste do Pará, foi alvo de mandados de busca e apreensão na manhã desta terça-feira (25). Os mandados expedidos pela Justiça foram referentes a três ônibus, que foram comprados pela concessionária, mas estariam com três parcelas do financiamento atrasadas.

Por conta disso, a financeira entrou com pedido de busca e apreensão dos veículos. Em cumprimento à decisão judicial, os ônibus foram retirados da garagem da empresa.

Segundo o proprietário da empresa, Werner Gerhart, a situação financeira da Viação Tucuruí é crítica, devido à queda de receita por conta da pandemia. Ele alega que a paralisação das aulas presenciais foi o que mais impactou na queda de receita da empresa, que precisou reduzir em 80% a quantidade de veículos das linhas que atendem a cidade.

“Estamos em um momento terrível e a empresa está seriamente ameaçada de fechar as portas,” lamenta Werner, enfatizando que não é só sua empresa que está no vermelho, mas outras do setor na cidade também estariam em processo de falência.

A Viação, que é uma das empresas de ônibus mais antigas de Tucuruí, é responsável pelo transporte urbano também da cidade Breu Branco. Sobre a ação de hoje, o gerente administrativo em Tucuruí, Flávio Araújo, informou que o jurídico da empresa já entrou com as medidas cabíveis.

“A pandemia enfraqueceu as nossas atividades. Além disso, nenhum órgão governamental se preocupou em auxiliar a empresa neste momento de fragilidade financeira,” argumentou o gerente, informando que, em 2020, houve a redução da demanda de passageiros em 90%.

Tina DeBord

Publicidade