Prefeitura de Canaã dos Carajás vai “dar” lotes no distrito empresarial

Município vai licitar concessão de terrenos para povoar o distrito por até 20 anos a custo zero. Como contrapartida, futuras empresas devem se comprometer em contratar mão de obra local.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

O governo de Jeová Andrade tomou uma medida com prazo a perder de vista para povoar a área do distrito industrial de Canaã dos Carajás: vai doar lotes, em regime de concessão por até 20 anos, a interessados em se fixar na área. O anúncio consta de um pacote de concessão organizado pela prefeitura local e cuja concorrência, focada na melhor técnica, deve ser realizada de hoje (15) a um mês. As informações foram levantadas com exclusividade pelo Blog do Zé Dudu e podem ser conferidas aqui.

Os lotes localizados no Distrito Empresarial “Antônio José de Araújo”, situado às margens do quilômetros 3 da Rodovia PA-160, na estrada vicinal 40, serão concedidos gratuitamente para direito de uso. Eles estão agrupados por quadras, sem definição inicial. As empresas interessadas devem indicar número da quadra e metragem que desejam. Aquela que vencer a licitação para uso do terreno deverá iniciar as obras nos seis primeiros meses após a assinatura do contrato de concessão, conforme a Lei Municipal de número 802/2018, que criou o distrito.

Segundo a prefeitura, a medida tem por objetivo instalação, ampliação ou modernização de indústrias, de prestadoras de serviços de logística e de prestadoras de serviços às indústrias; formação de um polo de micro e pequenas unidades industriais; organização e fomento de associações e cooperativas industriais e de reciclagem; e implantação de um polo educacional de alto nível.

Mão de obra local

O governo alerta que as empresas pleiteantes devem apresentar, entre outros requisitos, um projeto de viabilidade que relacione cargos e salários, impactos ambientais e ações mitigatórias que serão tomadas. Além disso, a empresa deve se comprometer em contratar ao menos 70% de mão de obra residente no próprio município via Sistema Nacional de Emprego (Sine). Atualmente, segundo dados levantados pelo Blog do Zé Dudu, Canaã dos Carajás possui 20 mil jovens com idade entre 15 e 29 anos, e mais da metade deles está fora do mercado de trabalho. A gestão acredita que a medida vai impulsionar a geração de emprego e renda.

A prefeitura informa que o distrito empresarial dispõe de área cercada e pavimentada, sistema de drenagem pluvial, iluminação pública, energia elétrica, estação de tratamento de esgoto, vão de captação de água potável por poço artesiano, heliporto e vagas para estacionamento.

Publicidade