Parauapebas

Parauapebas e Canaã vão receber Comissão de Barragens da Alepa

Parauapebas e Canaã dos Carajás irão receber, na próxima semana, a visita de deputados da Comissão de Barragens da Assembleia Legislativa. A viagem está marcada para terça-feira, 7, em Canaã, e, no dia seguinte, em Parauapebas. O anúncio foi feito pela deputada Marinor Brito (PSol) na sessão da última terça-feira, 30, quando ela informou que serão visitadas as barragens do Sossego, Geladinho e do Gelado.

Até esta semana os deputados que confirmaram presença nos municípios foram professora Nilse (PRB), Heloísa Guimarães (DEM), Dirceu Ten Caten (PT) e Toni Cunha (PTB). Devem acompanhar a comissão representantes da Ordem dos Advogados do Brasil, seção Pará (OAB-PA), do Movimento de Atingidos pelas Barragens (MAB) e das comunidades quilombolas.

Convite especial foi enviado pela Alepa ao promotor de Justiça André Sperling, responsável pelo caso que apura o rompimento da barragem da Vale na cidade de Brumadinho (MG) e que tem sido contundente nas críticas às ações da mineradora. “Ele se mostrou interessado em participar (da visita às barragens no Pará)”, garantiu Marinor Brito.

As barragens do Geladinho e do Gelado, em Parauapebas, são consideradas de médio risco pela Agência Nacional de Águas (ANA) enquanto a do Sossego, em Canaã, de alto risco. Marinor Brito informou que nos dois municípios a “agenda é extensa”, com realização, inclusive, de audiências públicas para ouvir a sociedade, principalmente a população que reside em torno das barragens e que tem vivido assombrada desde o que aconteceu em Brumadinho.

“A mineradora não tem cumprido a legislação, sequer os pressupostos obrigatórios para aferir as licenças ambientais”, disse Marinor Brito. Ela informou que a Comissão de Barragens tem até o mês de junho para apresentar os resultados “desse trabalho, que tem sido árduo, mas que é muito importante”.

Por Hanny Amoras – correspondente do Blog em Belém

Deixe seu comentário