Polícia Militar prende traficantes em Goianésia do Pará

Um tentou se desfazer da droga e outro traficava sob a fachada de lava jato
Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on print
Imprimir

Continua depois da publicidade

Homens do 37º Pelotão da Polícia Militar de Goianésia do Pará prenderam na quinta-feira (21) Samuel Rodrigues Macêdo, 39 anos de idade, acusado de tráfico de entorpecentes. Dinheiro, maconha e outros objetos foram apreendidos pelos policiais. A prisão foi realizada no estabelecimento comercial do acusado, o Lava Jato do Samuel, localizado na Avenida Tancredo Neves, Centro.

Segundo consta no Boletim de Ocorrência, era por volta de 17h50 quando a guarnição policial realizava ronda ostensiva nas ruas da cidade e percebeu que Maurício Carvalho tentou se desfazer de um embrulho nas margens da via pública. “Ao verificar o embrulho foi constatado que se tratava de um material semelhante a maconha”, explicou o major Fábio Rayol, comandante da 18ª Companhia Independente de Polícia Militar, e que responde pelo 37º Pelotão de Goianésia.

Próximo ao local, os militares se deparam com Samuel Macêdo e, ao revistá-lo, encontraram como ele nove papelotes de maconha. “E assim foi dada voz de prisão por caracterizar comercialização de entorpecentes. Como o mesmo estava em frente à sua residência e em situação de flagrante, foi realizada uma busca minuciosa na qual foi encontrada mais erva semelhante a maconha, material para embalagem e dinheiro”.

Os dois homens foram apresentados perante a autoridade policial assim como os objetos apreendidos: meio tablete de erva semelhante a maconha, 297 gramas, nove porções de erva semelhante a maconha, R$ 1.183,00, material para embalagem (faca, papel alumínio, bancada de madeira) e ainda aparelho celular, relógio de pulso e porta cédula.

Publicidade

Relacionados