Tucuruí

Ladrões fazem o Carnaval na Unidade Regional de Educação de Tucuruí

A Polícia Civil em Tucuruí investiga um caso de furto ocorrido na 16ª Unidade Regional de Educação, com base naquela cidade. O crime teria acontecido durante o período de carnaval, quando o órgão permaneceu fechado, e foi descoberto no início da noite de terça-feira (5). Equipamentos de informática e gêneros alimentícios foram levados do interior do prédio.

Para entrar no local, os ladrões subiram no telhado, apesar de ser uma estrutura de altura elevada, e entraram pelo forro da edificação. Dentro do prédio algumas das salas tiveram as portas arrombadas e cinco computadores com dados administrativos foram furtados.

Os ladrões também aproveitaram a oportunidade para levar pequenos objetos domésticos e equipamentos eletrônicos, como pratos, talheres, luvas, máscaras, rádio, roteador, Datashow e até gêneros alimentícios.

Um funcionário da 16ª URE relatou à Imprensa que durante o dia não existe vigilância no prédio, o que acontece somente a noite. Durante os dias de carnaval, quando a unidade paralisou as atividades, apenas o vigilante noturno trabalhou. “Quando ele chegou para trabalhar, na noite de terça-feira, encontrou as portas arrombadas e as salas desorganizadas”, contou o servidor, que pediu para ter a identidade preservada.

O caso foi registrado na Delegacia de Polícia Civil de Tucuruí, e uma equipe de investigadores foi designada para investigar o crime.

Um comentário em “Ladrões fazem o Carnaval na Unidade Regional de Educação de Tucuruí

  1. Noé Lima Responder

    *UM ABSURDO!*

    *MULHER MORRE NO HOSPITAL MUNICIPAL DE MARABÁ*

    Francineide, 29 anos, faleceu na noite de sábado (09), no HMM. A jovem mulher estava internada em estado gravíssimo, na UCE (Unidade de Cuidados Especiais) do hospital municipal, segundo informações preliminares: ocorreu uma “pane” no sistema elétrico da usina de alimentação de oxigênio. Que abastecia a UCE.

    As informações levantadas até o exato momento dão conta de quê, tal situação ocorrida no sistema da usina de oxigênio, foi por falta de manutenção no sistema da mesma.
    Segundo afirmou um profissional de saúde, que a moça estava respirando através de aparelhos e, que no momento da pane no sistema do oxigênio, a paciente ficou sem receber o gás oxigênio por quase 12 minutos.

    “Diante disso: a moça não resistiu e chegou a óbito”, disse o profissional de saúde.

    “Além dessa moça estavam mais cinco ( 05), pacientes na UCE, e tentando fazer alguns procedimentos de UTI, no momento do sufoco, para evitar uma tragédia maior”, relatou o servido que estava de plantão momento do ocorrido.

    *O que diz o Prefeito Municipal Tião Miranda?*

    O prefeito disse que o caso será apurado com rigor.

    *Isso o Blog do ZE DUDU não mostra, muito menos a GLOBO!*

    Até o fechamento dessa publicação, não consegui exceto em contata o Secretario de Saúde, Luciano Dias, para maiores informações sobre o caso.

    Texto:

    *Noé Lima*

Deixe seu comentário