Pará

Clube do Remo só empata contra o líder Atlético-AC e segue na lanterna da Série C

Pouco mais de cinco mil torcedores azulinos compareceram ao Estádio Olímpico Edgar Proença, o Mangueirão, em Belém, para acompanhar mais um jogo do Clube do Remo no Campeonato Brasileiro da Série C. Em partida realizada na noite desta segunda-feira (18) e válida pela 10ª rodada do Grupo A1, o Leão Azul empatou contra o líder Atlético-AC, e segue segurando a lanterna, com apenas oito pontos.

O Leão Azul bem que saiu na frente em um golaço de falta do meia Rodriguinho, aos 26 minutos do 1° tempo. Ainda na primeira etapa, o Atlético reagiu e teve um pênalti a seu favor, mas que não foi convertido graças a grande defesa do goleiro Vinícius. Na sequência do lance, Neto empatou, aos 35 minutos.

Na etapa final, o Galo Carijó virou o jogo com Rafael Barros, aos três minutos, quando recebeu passe, driblou o goleiro Vinícius e correu para o abraço. O time azulino foi buscar o empate com Nininho, que chutou no cantinho do goleiro Ruan, aos oito minutos.

A próxima partida do Clube do Remo será contra o Globo-RN, no domingo (24), às 18h, no Estádio Manoel Barreto, em Ceará Mirim-RN.

O jogo: Leão Azul 2 x 2 Galo Carijó

Era o confronto entre o líder do Grupo A Atlético-AC contra o lanterna Clube do Remo. Na primeira chegada do Leão, Elielton recebeu bom passe, mas a arbitragem assinalou impedimento. Outra vez os azulinos chegaram com o atacante Ruan, que cruzou para a defesa do seu xará, o goleiro Ruan. O Galo Carijó chegou quando Eduardo tentou passe para Neto, o goleiro Vinícius arrancou e fez a defesa.

O Clube do Remo chegou em cobrança de falta, após bola na área, Elielton pegou a sobra e mandou para o gol, mas a arbitragem assinalou outro impedimento do atacante remista. Esquerdinha fez boa jogada pela linha de fundo e cruzou, ninguém do Leão Azul chegou para completar o lance. Outra vez os donos da casa tentaram marcar na jogada de Rodriguinho, que cruzou, Ruan desviou e a bola passou perto.

Everton carregou bem pelo meio e sofreu uma falta quase que frontal. Rodriguinho cobrou com muita categoria e abriu o placar para o Remo, um golaço, aos 26 minutos. O Atlético chegou perigosamente pelo lado esquerdo e após cruzamento, a bola tocou no braço do lateral Nininho dentro da área, pênalti marcado. Rafael cobrou no canto direito e o goleiro Vinícius foi buscar fazendo uma defesa espetacular.

Mas a alegria dos azulinos durou muito pouco. Após cobrança de escanteio, a zaga do Remo aliviou parcialmente e a bola voltou para um outro cruzamento, o goleiro Vinícius tentou afastar, mas cortou nos pés de Neto, que mandou para o fundo do barbante, aos 35 minutos, 1 a 1 no Mangueirão. O Leão jogou bola na área acreana, o Elielton dominou, mas permitiu a chegada do goleiro Ruan.

Em uma jogada dentro da área atleticana, Everton se livrou da marcação e cruzou para Rodriguinho, que sozinho isolou quase na marca do pênalti. Neto tentou surpreender e mandou um chutaço de fora da área, o goleiro Vinícius salvou o time paraense praticando uma grande defesa.

Na segunda etapa, o jogo começou quente. Leandro Brasília emendou um chute de fora da área e a bola foi para fora, mas levantou o torcedor remista. Na jogada seguinte, o time do Galo Carijó encontrou uma brecha na zaga adversária e Rafael Barros entrou livre na área, driblou o goleiro Vinícius e correu para o abraço, virando a partida para o Atlético, aos três minutos, 2 a 1.

O Remo não demorou para reagir e logo empatou o jogo. Rodriguinho deu passe para o lateral-direito Nininho, que bateu forte no cantinho do goleiro Ruan, que foi e não achou nada, 2 a 2, aos oito minutos. A torcida começou a empurrar o time azulino rumo à vitória. Após cruzamento na área, o goleiro Ruan mandou para escanteio. A virada quase veio, quando em uma jogada dentro da área acreana, a bola foi rolada para trás e dois atletas azulinos, Everton e Jayme, se atrapalharam e acabaram perdendo uma chance clara de gol. Placar final: Remo 2 x 2 Atlético-AC.

FICHA TÉCNICA

REMO: Vinícius; Nininho (Jayme), Mimica, Bruno Maia e Esquerdinha; Leandro Brasília, Geandro, Rodriguinho e Everton; Ruan (Rafael Bastos) e Elielton (Gabriel Lima). Técnico: Artur Oliveira

ATLÉTICO-AC: Ruan; Matheus, João Marcus, Diego e Alfredo; Leandro (Wilson), Kássio e Eduardo; Rafael Barros, Tauã (Araújo) e Neto. Técnico: Álvaro Miguéis

Árbitro: Pathrice Wallace Corrêa Maia – RJ

Assistentes: Wendel de Paiva Gouvêa – RJ e Thiago Henrique Neto Correa Farinha – RJ

Cartões amarelos: Leandro Brasília e Geandro (Remo); Leandro, Neto, Eduardo e Diego (Atlético-AC)

Gols: Rodriguinho, de falta, aos 26 minutos do 1° tempo para o Remo; Neto, aos 35 minutos do 1° tempo para o Atlético; Rafael Barros, aos três minutos do 2° tempo para o Atlético; Nininho, aos oito minutos do 2° tempo para o Remo

Local: Estádio Olímpico Edgar Proença, o Mangueirão, em Belém

Renda: R$ 69.505,00

Pagantes: 4.347

Nação Azul: 1.029

Credenciados: 1.415

Total: 5.762

Por Fábio Relvas – Foto: Fábio Will / Ascom Remo

Deixe seu comentário