Jacundá

Servidores da saúde de Jacundá voltaram ao trabalho nesta terça-feira

Nesta madrugada desta terça-feira, 16, os salários dos servidores lotados na Secretaria Municipal de Saúde foram compensados pelo sistema bancário. E a greve, iniciada na sexta-feira, 12, foi encerrada. Segundo o sindicato da categoria, os médicos contratados ainda não receberam os pagamentos.

“Hoje amanhecemos com os salários dos servidores da saúde em conta. Nossa luta não foi em vão. Conseguimos manter a ética e a postura na luta, respeitando as falas e evitando agressões desnecessárias, mas exercemos o direito constitucional que nos cabe de lutar de forma pacífica e ordeira. Agradecemos a todos que estiveram conosco na luta por entender que ela não era apenas dos delegados de base, mas de todos nós que compomos nosso sindicato”, declarou o enfermeiro e agora vereador Ailton Lima Santos.

Ladjane Macêdo, líder sindical, conformou que a greve chegou ao fim nesta manhã. “Todos os servidores já retornaram às atividades funcionais”. Na sexta-feira passada os serviços na rede de unidades básicas de saúde foram suspensos e no sábado houve uma redução de 30% nos atendimentos do hospital público Maria Cecília de Oliveira.

Segundo o gestor municipal José Martins de Melo Filho, o Zé Martins, o atraso no pagamento da folha salarial do mês de março decorreu de um bloqueio dos recursos do Fundo de Participação dos Municípios (TCM) destinado ao município de Jacundá. Os recursos continuam bloqueados. “Mas fizemos todo o esforço para iniciar o pagamento dos salários”, disse o prefeito.

Até o momento os servidores da Educação e Saúde receberam os vencimentos salariais. Restam agora funcionários das secretarias de Obras, Assistência Social, Meio Ambiente, Agricultura, Secult, Administração, Terras, Mulheres, Indústria e Comércio e Sempom (Secretaria da Mulher).

Deixe seu comentário