Prefeito de Jacundá leiloa de cadeiras escolares a tratores e folha de pagamento

O próximo gestor vai ter de se virar nos 30, quando assumir, no dia 1º de janeiro. Já que o gestor que sai vendeu até um trator de R$ 70 mil por R$ 22 mil!
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

O prefeito de Jacundá, Ismael Gonçalves Barbosa (Podemos), que dentro de 48 deixa o cargo, vendeu em leilão diversos bens do município, como veículos, cadeiras e mesas escolares, além de oferecer a folha de pagamento por mais de R$ 5 milhões.

No dia 19 de novembro, quatro dias após as eleições municipais, a prefeitura disponibilizou 24 lotes, em leilão realizado na Loja da Maçonaria, e arrecadou R$ 81.103,00.

Na lista de bens constavam 330 cadeiras, 110 mesas escolares, três fogões industriais, e 19 veículos, entre motos, automóveis, caminhões coletores de lixo e tratores. Um equipamento avaliado em mais de R$ 70 mil, foi arrematado por R$ 22 mil. Trata-se de um trator de esteira Komatsu S11 D61. Outro trator, este de pneu, da marca Valtra, modelo 785, foi arrematado por R$ 11 mil.

Numa nova investida, Ismael Barbosa publicou edital de pregão presencial para “seleção de instituição financeira para prestação de serviços bancários exclusivos e especificados, inclusive folha de pagamento da secretaria municipal de administração e planejamento e secretarias vinculadas”.

O interessado deverá pagar a quantia de R$ 5.835.442,86 pelos próximos quatro anos (2021 a 2024). Nesse montante estão incluídas as folhas de pagamento da prefeitura e dos fundos municipais de Educação, Saúde, Assistência Social e Meio Ambiente.

Advogado ouvido pela Reportagem do Blog, mas que pediu sigilo de sua identidade, classificou o pregão como escabroso, já que comprometeria a próxima gestão. “A atual gestão municipal está tentando vender o gerenciamento da folha de pagamento do próximo governo. Isso é um absurdo”, protestou.

No Portal das Licitações, página na Internet do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM/PA), consta que a licitação ainda não foi realizada. A Prefeitura de Jacundá não divulgou mais informações sobre o processo.

(Antonio Barroso)