Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Jacundá

Mais de 8 mil pessoas vacinadas contra a gripe em Jacundá

Apesar do esforço da equipe da SMS, equipes não conseguiram imunizar todos os grupos de risco no percentual estabelecido
Continua depois da publicidade

A Secretaria Municipal de Saúde de Jacundá (SMS) divulgou na manhã desta quarta-feira, 25, o relatório sobre a cobertura vacinal na cidade e comunidades rurais. Em alguns grupos prioritários a meta foi ultrapassada, mas em outros ficou próximo do estabelecido. No geral, foram vacinadas 8.015 pessoas, o que totaliza um índice geral de 85,74% da população alvo da campanha nacional contra gripe.

O coordenador de Imunização da SMS, enfermeiro Ailton Lima, detalhou que a campanha tinha como meta vacinar 90% dos grupos de riscos. “Porém, em alguns setores não conseguimos atingir essa meta, mas ficamos bem próximo”.

Para vacinar a população contemplada, a Secretaria de Saúde montou um mutirão de profissionais que envolveu agentes comunitários de saúde, agentes de endemias, e profissionais que atuam nas unidades básicas de saúde, além da rede municipal de ensino.

Os trabalhadores em saúde vacinados superaram a meta programada. A cobertura alcançou neste grupo 102,23% da meta, contra 72% das crianças, e gestantes 85,74%. As puérperas 123,47% e indígenas 58,18%. Os idosos vacinados ultrapassaram a meta e chegou a 97,69%. Também professores com 107,83$ deles vacinados. “Nosso esforço foi conjunto e realizamos um pente fino no município para tentar alcançar a meta vacinal”, diz a secretária de Saúde, Yara Soraya Taborda.

Veja também:  Canaã rejeita adesão ao novo dia “D” de vacinação contra Pólio e Sarampo

Boatos em redes sociais

Diversas notícias sem fundamentos foram divulgadas contra a vacina. E uma das preocupações da Secretaria de Saúde foi em relação às pessoas que evitaram procurar os postos de saúde em funçao de boatos relacionados à vacina. “Registramos alguns casos de pessoas que não foram se vacinar por terem receio. O ato de não se imunizar expõe a população aos riscos de complicações da doença, principalmente os grupos prioritários. A dose contra a gripe é absolutamente segura e tem eficácia de 95% a 98%”, informou o coordenador.

A Secretaria de Saúde continua disponibilizando doses da vacina, gratuitamente, em todas as unidades do sistema de saúde pública. Podem receber a vacina pessoas a partir de 60 anos; crianças de 6 meses a 5 anos; trabalhadores de saúde; professores das redes pública e privada; povos indígenas; gestantes; mulheres até 45 dias após o parto; pessoas privadas de liberdade, inclusive adolescentes e jovens de 12 a 21 anos em medidas socioeducativas.

Antonio Barroso – Correspondente de Jacundá

Deixe uma resposta