Parauapebas: Transmissão de Covid nas escolas está controlada, mostram dados da prefeitura

De 990 testes realizados em escolas com casos suspeitos, apenas seis deram positivo e estão sendo monitorados. Infectados apresentaram sintomas leves. Até o começo deste mês, 91% dos educadores do município, das redes pública e particular, haviam concluído ciclo de duas doses
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Uma parceria entre as secretarias de Educação (Semed) e Saúde (Semsa) está possibilitando testagem de Covid nas escolas municipais, com foco nos profissionais de ensino e nos alunos que, eventualmente, apresentem sintomas de Covid, com vistas a resguardar a saúde da comunidade escolar. Os resultados são animadores e mostram que o contágio por coronavírus está controlado no ambiente escolar.

O Blog do Zé Dudu obteve com exclusividade dados preliminares de uma testagem envolvendo 990 servidores e alunos de oito escolas em que houve suspeita de casos. O resultado foi que apenas seis pessoas testaram positivo e com sintomas leves. Esse dado serve de bússola para guiar o protocolo local de continuidade às aulas presenciais. Também é importante porque mostra que a situação está controlada na rede municipal, desfazendo fofocas e fake news que circulam na cidade, segundo as quais “está todo mundo adoecendo nas escolas”, o que é inverdade.

“Todos os protocolos de biossegurança estão sendo adotados”, afirma o secretário municipal de Educação, José Leal Nunes, que destaca o elevado percentual de professores vacinados. Segundo ele, 5.040 trabalhadores da educação no município — das redes pública e particular — já haviam se vacinado, até o dia 3 de novembro, com a primeira dose dos imunizantes disponíveis e, desses, 4.607 completaram o ciclo vacinal com a segunda dose. Outros 433 esperavam a segunda dose para se imunizar, o que já deve ter ocorrido porque os números do levantamento ainda não foram atualizados.

9 em 10 educadores completamente imunizados

 “É louvável destacar que no início deste mês 91,4% dos professores do município estavam completamente imunizados com as duas doses, o que traz mais segurança para que nós, da rede pública municipal de ensino, tenhamos respaldo para continuarmos com o processo de retorno gradativo das aulas presenciais”, comemora o titular da Semed.

A parceria do secretário de Saúde, Gilberto Laranjeiras; da vereadora Eliene Soares; e dos profissionais nas escolas também têm sido determinantes para que a mobilização pela testagem e o isolamento de casos suspeitos sejam efetuados de forma rápida e estratégica. “Não vamos medir esforços para garantir a biossegurança de nossos professores, do pessoal de apoio e dos nossos estudantes, no âmbito da saúde pública. Porque preservar vidas e, ao mesmo tempo, ofertar condições de ensino e aprendizagem adequadas são o nosso objetivo maior”, encerra.