Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Jacundá

Jacundá: Aprovados em concurso querem homologação

Homologação por parte da prefeitura deveria ter sido feita em dezembro do ano passado
Continua depois da publicidade

Na manhã desta segunda-feira, uma manifestação pacífica na frente da Prefeitura de Jacundá pediu agilidade na homologação do concurso público aplicado ano passado. Concurseiros aprovados no certame reivindicam o cumprimento do Edital nº 001/2017 que trata da Reaplicação da Prova Objetiva do concurso. O prazo para homologá-lo seria dia 29 de dezembro do ano passado.

“Reivindicamos a homologação do concurso público da Prefeitura de Jacundá que deveria ter sido homologado pelo chefe do poder executivo em 29 de dezembro de 2017, segundo o cronograma da empresa organizadora do concurso. Além disso, exigimos a imediata convocação e nomeação dos aprovados, uma vez que a contratação de pessoal para atuar no serviço público municipal é uma constante, ato que contraria todas as leis federais estaduais e municipais que determinam que o concurso público é a única forma lícita de ingressar no serviço público”, explica um dos organizadores do movimento, o professor José Ailton.

Para pedir agilidade ao Poder Executivo na homologação do concurso público 2017, o pequeno grupo de consurseiros aprovados se reuniu em frente a Prefeitura Municipal. Alzira Alves diz que “até o momento não existe nenhum impedimento legal que impeça o Poder Executivo em homologar esse concurso. Temos direito líquido e certo nas nossas vagas, conforme manda a Legislação Federal. Então convidamos todos os 270 aprovados para participar dessa manifestação para que a legislação seja cumprida”.

Veja também:  Vereador demite acusado por estupro, mas nomeia a irmã do foragido como assessora

A publicação do resultado final da Prova Objetiva para todos os cargos aconteceu no dia 29 de novembro de 2017, enquanto o resultado da classificação final da prova objetiva + título para todos os cargos de nível superior foi finalizado no dia 22 de dezembro. Em seguida, deveria ser homologado pelo prefeito municipal, no caso José Martins de Melo Filho, o Zé Martins.

O prefeito José Martins de Melo Filho está viajando e não pode conversar com os manifestantes, que prometeram retornar amanhã, terça-feira (23), para continuarem a reivindicação. A Reportagem entrou em contato com a chefia de gabinete da PMJ, que confirmou a viagem do gestor.

Deixe uma resposta