Goleiro do Castanhal Esporte Clube, Paulo Henrique, realiza o projeto “Paredões Solidário”

O objetivo é arrecadar alimentos em prol das famílias carentes prejudicadas pela Covid-19
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Em tempos difíceis ocasionado pela pandemia do novo coronavírus, o jovem goleiro do Castanhal Esporte Clube, Paulo Henrique, de 28 anos, criou uma forma de ajudar o próximo e vai realizar o projeto “Paredões Solidário. Não Passa Nada! Juntos Poderemos Mudar o Mundo!”. O arqueiro do Japiim da Estrada, juntamente com outros profissionais, pediu em suas redes sociais a doação de dois quilos de alimentos não perecíveis, ou uma cesta básica, para os interessados em participar do curso.

O projeto será em ambiente familiar, e o curso vai ser realizado na chácara do pai do goleiro castanhalense, que fica na cidade Modelo, em Castanhal. O objetivo é arrecadar alimentos em prol das famílias carentes do município, que estão passando necessidades com a pandemia de Covid-19. Além de Paulo Henrique, estarão participando do curso André Luiz, preparador de goleiros do clube aurinegro, Mauro que é preparador dos arqueiros do Bragantino, Jackson, e Iran Magalhães, preparador físico.

“Passando aqui para reforçar o convite ao nosso projeto “Paredões Solidário”. Eu queria contar muito com a ajuda de vocês, dos meus seguidores do Facebook e Instagram. Todos que puderem colaborar. Conto com ajuda de vocês com alimentos, qualquer quantidade que for. Se você não puder ir ao local fazer sua doação, que fica lá na Liga Atlética de Castanhal, entra em contato com algum da gente que nós vamos até você pegar seu alimento”, afirmou Paulo Henrique, goleiro do Castanhal e idealizador do projeto.

Quem tiver interessado em fazer o curso e treinar com grandes profissionais, basta fazer a doação e se dirigir até a Liga Atlética de Castanhal, que fica localizada na travessa Cônego Luíz Leitão, número 2849, no bairro Centro, na cidade Modelo. O projeto terá início na próxima sexta-feira (19/06) e vai se estender até segunda-feira (22/06). Uma boa oportunidade para aqueles que querem conhecer de perto os fundamentos e o trabalho árduo dos goleiros. O técnico do Castanhal, Artur Oliveira, aprovou a ideia do goleiro Paulo Henrique e pede apoio para o projeto.

“Venho aqui convidar vocês a participar de um grande projeto, o “Paredões Solidário”, encabeçado por pessoas de confiança, o meu goleiro Paulo Henrique, que está no Castanhal, faz parte também. O meu treinador de goleiros, André Luiz. O Mauro treinador do Bragantino, o Jackson. Estamos nesse projeto de você ir lá. Não importa o que você faz, se é goleiro de pelada, goleiro de final de semana, vai lá. Serão quatro dias para treinar com eles, fazer esse trabalho com eles. Levar quilo de alimento não perecível, poder passar tudo isso com eles nessa causa bonita. Vamos doar. Conto com a ajuda de todos vocês”, disse Artur Oliveira, técnico do Castanhal.

Por Fábio Relvas / Foto: Jivago Lemos