Castanhal goleia o Galvez (AC) e Paysandu vence o Santa Cruz (PE) pelo Campeonato Brasileiro

O Japiim avançou em primeiro na Série D, enquanto o Papão assumiu a vice-liderança do Grupo A da Série C
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print
Castanhal terminou a primeira fase como líder geral da Série D (Foto: Ascom Castanhal)

Continua depois da publicidade

Castanhal e Paysandu entraram em campo para mais uma rodada do Campeonato Brasileiro das Séries D e C, respectivamente. O Japiim da Estrada encarou o Galvez (AC) na Arena da Floresta, em Rio Branco, pela 14ª e última rodada do Grupo 1 da Série D. Já o Papão recebeu o Santa Cruz (PE), em partida realizada no Estádio Leônidas Castro, a Curuzu, em Belém, e válida pela 15ª rodada do Grupo A da Série C. 

Galvez 1 x 5 Castanhal

O Castanhal simplesmente atropelou o adversário. Após bola cruzada na área, Neto desviou com a mão e o árbitro marcou pênalti. O atacante Canga cobrou e marcou, aos três minutos, 1 a 0 Japiim da Estrada. O time castanhalense não deixava os donos da casa respirarem. Rony chutou de longe e o goleiro Edivandro deixou a bola passar por baixo de suas pernas, aos 11 minutos, 2 a 0.

Não demorou muito e a equipe aurinegra marcou novamente: após cobrança de escanteio, o zagueiro Lucão escorou para o fundo do barbante, aos 22 minutos, 3 a 0. Em mais uma cobrança de escanteio, a zaga do Imperador não cortou, Fidélis tentou e a bola sobrou para Alison marcar o quarto gol, aos 44 minutos ainda do primeiro tempo, 4 a 0. O Castanhal não parou e, no segundo tempo, Flávio roubou a bola e tocou para Canga – o atacante chutou cruzado e marcou, aos 15 minutos, 5 a 0.

O time acreano finalmente chegou ao seu gol: após cobrança de escanteio, Neto subiu no meio da área para marcar de cabeça, aos 37 minutos, diminuindo o marcador. Placar final: Galvez 1 x 5 Castanhal.

Com a vitória, o Castanhal terminou a primeira fase com a melhor campanha entre todos os times da Série D, com incríveis 36 pontos, líder absoluto do Grupo 1. A equipe do Castanhal Esporte Clube aguarda a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) definir os confrontos da segunda fase, que será eliminatória, em jogos de ida e volta.

Castanhal e Paysandu entraram em campo para mais uma rodada do Campeonato Brasileiro das Séries D e C, respectivamente. O Japiim da Estrada encarou o Galvez (AC) na Arena da Floresta, em Rio Branco, pela 14ª e última rodada do Grupo 1 da Série D. Já o Papão recebeu o Santa Cruz (PE), em partida realizada no Estádio Leônidas Castro, a Curuzu, em Belém, e válida pela 15ª rodada do Grupo A da Série C. 

Galvez 1 x 5 Castanhal

O Castanhal simplesmente atropelou o adversário. Após bola cruzada na área, Neto desviou com a mão e o árbitro marcou pênalti. O atacante Canga cobrou e marcou, aos três minutos, 1 a 0 Japiim da Estrada. O time castanhalense não deixava os donos da casa respirarem. Rony chutou de longe e o goleiro Edivandro deixou a bola passar por baixo de suas pernas, aos 11 minutos, 2 a 0.

Não demorou muito e a equipe aurinegra marcou novamente: após cobrança de escanteio, o zagueiro Lucão escorou para o fundo do barbante, aos 22 minutos, 3 a 0. Em mais uma cobrança de escanteio, a zaga do Imperador não cortou, Fidélis tentou e a bola sobrou para Alison marcar o quarto gol, aos 44 minutos ainda do primeiro tempo, 4 a 0. O Castanhal não parou e, no segundo tempo, Flávio roubou a bola e tocou para Canga – o atacante chutou cruzado e marcou, aos 15 minutos, 5 a 0.

O time acreano finalmente chegou ao seu gol: após cobrança de escanteio, Neto subiu no meio da área para marcar de cabeça, aos 37 minutos, diminuindo o marcador. Placar final: Galvez 1 x 5 Castanhal.

Com a vitória, o Castanhal terminou a primeira fase com a melhor campanha entre todos os times da Série D, com incríveis 36 pontos, líder absoluto do Grupo 1. A equipe do Castanhal Esporte Clube aguarda a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) definir os confrontos da segunda fase, que será eliminatória, em jogos de ida e volta. 

Paysandu 1 x 0 Santa Cruz

O Paysandu chegou primeiro com Ruy, que tocou para Luan Santos finalizar por cima da meta de Jordan. Outra vez o Papão com Ruy, que deu passe para Marlon, o atacante chutou e o goleiro Jordan defendeu – na sobra, Rafael Grampola acabou cometendo falta de ataque. O Santa Cruz tocou bem a bola pelo meio e Maycon Lucas arriscou por cima da meta do goleiro Victor Souza.

O Papão também resolveu arriscar de longe, com Diego Matos, que chutou e a bola desviou, passando perto da meta do goleiro Jordan. A Cobra Coral chegou perigosamente com Wallace Pernambucano, que recebeu em profundidade e chutou cruzado; a bola passou perto da meta do goleiro Victor Souza. Em uma tentativa bicolor, Marlon recebeu na frente e tocou para o chute de primeira de Paulinho, mas a bola passou longe da meta adversária.

No segundo tempo, o Paysandu começou com tudo e teve a chance logo no primeiro minuto. Ruy fez grande jogada individual e tocou para Marino que, de frente, chutou para fora. Que oportunidade perdeu o Papão. Rondinelly teve a chance para o time visitante em bola parada, mas na cobrança de falta, a redonda passou por todo mundo e se perdeu pela linha de fundo. Em nova tentativa do Santinha, Lucas Rodrigues chutou de longe e o goleiro Victor Souza defendeu para escanteio. 

Após a cobrança de escanteio, Breno Calixto cabeceou e Pipico marcou para a Cobra Coral, mas a arbitragem assinalou impedimento no lance. O Paysandu respondeu com Paulinho, que cobrou falta do meio da rua e mandou por cima da meta de Jordan. O time do Santa Cruz subiu ao ataque e Rondinelly cruzou para Wallace Pernambucano, que cabeceou para fora. Quem marcou foi o Papão: Ruy fez grande jogada individual e tocou para Leandro Silva, que cruzou certeiro para Marino cabecear para o fundo do barbante, aos 13 minutos, 1 a 0.

Festa nos vestiários do Paysandu após vitória contra o Santa Cruz (Foto: Vitor Castelo)

O time pernambucano cobrou falta na área e Victor Souza saiu para fazer o corte. O Papão quase ampliou depois de uma cobrança de escanteio curta – Ruy experimentou direto para o gol e a bola passou com perigo. Em nova tentativa bicolor, Luan Santos tocou para Robinho, que finalizou mal pela linha de fundo. Outra vez o time bicolor tentou com Paulinho, que chutou de fora da área e mandou por cima da meta do goleiro Jordan. 

Em uma boa triangulação do Papão, Jhonnatan tocou para Rafael Grampola, que rolou para o chute de Diego Matos, mas a bola passou longe. A Cobra Coral buscava o contra-ataque e, em um deles, Pipico finalizou para fora. Robinho invadiu a área e caiu pedindo pênalti – jogadores do Paysandu ficaram na bronca com a arbitragem, que mandou seguir. Na sequência, o mesmo Robinho chutou cruzado e a bola passou muito perto da trave do goleiro Jordan. 

As coisas só pioraram para o Santa Cruz quando Maycon Lucas deixou a mão no rosto de Paulinho e levou cartão vermelho, aos 37 minutos. A arbitragem acabou expulsando também o volante Paulinho, do Papão. Jhonnatan tentou ampliar para o time paraense, cobrando falta de longe, mas a bola subiu e passou sem susto contra a meta de Jordan. O Papão teve a chance do segundo com o atacante Danrlei, que finalizou em cima do goleiro Jordan, o qual defendeu em dois tempos.

O Santa Cruz foi para o tudo ou nada. Pipico recebeu na área e chegou chutando de primeira – a bola saiu mascada e ficou fácil para a defesa do goleiro Victor Souza. Placar final: Paysandu 1 x 0 Santa Cruz. Com o triunfo, o Paysandu chegou aos 24 pontos e assumiu a vice-liderança do Grupo A da Série C, enquanto que a derrota deixou o Santa Cruz em uma situação delicada na luta contra o rebaixamento, com apenas 11 pontos e na lanterna.

O Paysandu volta a campo diante do Ferroviário (CE), na segunda-feira (13), às 20h, na Cidade Vozão, Centro de Treinamento Luís Campos, em Itaitinga, que abriga as categorias de base da equipe do Ceará Sporting Club. A partida será válida pela 16ª rodada do Grupo A do Campeonato Brasileiro da Série C. 

Por Fábio Relvas