Tucuruí: PC prende foragido da Justiça acusado de envolvimento em homicídio

O acusado foi preso na zona rural do município de Baião, no nordeste do estado. Ele é acusado de ser faccionado e ter recrutado os assassinos e atraído a vítima até o local onde foi morta em Tucuruí
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print
Danielson foi morto no Bairro Cristo Vive com vários tiros

Continua depois da publicidade

Uma equipe da Polícia Civil, da 15ª Seccional Urbana de Tucuruí, no sudeste do Pará, realizou, no último sábado (14), a 2ª fase da Operação “Perfídia” para dar cumprimento a um mandado de prisão por homicídio e de recaptura de foragido da Justiça. O acusado, Ronilton Gonçalves, o “Nuck”, foi preso em uma localidade na zona rural de Baião, no nordeste do estado.

Ele estava foragido da Justiça desde o dia 27 de agosto de 2019 e é acusado de envolvimento no assassinato de Danielson Moreira Carvalho, que foi morto com vários tiros no dia 6 de junho deste ano, em Tucuruí. Segundo o delegado Robson Mendes, que coordenou a operação, “Nuck” é suspeito de ser um dos líderes de uma facção criminosa que atua em Tucuruí, exercendo as funções de “torre”, “tesoureiro” e “disciplina”.

Ele é apontado, nas investigações, como a pessoa que recrutou os matadores e atraiu Danielson para o local onde foi morto, na Avenida São Lucas, Bairro Cristo Vive. O delegado destaca que a prisão do acusado só foi possível, graças à participação da população, que informou ao Disque Denúncia, sobre o paradeiro dele.

“Essa prisão só teve êxito, porque a sociedade, através dos canais do Disque Denúncia, denunciou o local em que o cidadão estava. A polícia realizou diligência e comprovou que ele, de fato, estava escondido na zona rural de Baião”, frisou o delegado.

Tina DeBord