Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Futebol

Parauapebas vence o São Francisco e se aproxima das quartas de final do Sub-17

Para avançar, o Gigante de Aço terá que torcer para o Paysandu e para o Remo contra Castanhal e Izabelense, respectivamente

Por Fábio Relvas

Os garotos do Parauapebas Futebol Clube voltaram a sonhar com uma vaga para as quartas de final do Campeonato Paraense Sub-17. Na manhã deste domingo (17), o PFC venceu o São Francisco de Santarém, por 3 a 0, no Estádio Rosenão, e assumiu a quarta posição do Grupo A1, com 15 pontos conquistados. A partida foi válida pela décima e última rodada da fase de classificação.

O time do Gigante de Aço teve muito mais posse de bola que o adversário. Janiel abriu o placar ainda no primeiro tempo para os donos da casa. Na etapa final de jogo, o meia Tauan marcou o segundo e o atacante Hítalo deixou sua marca em um golaço de bicicleta, fechando a conta em 3 a 0. As duas equipes reclamaram muito com a arbitragem, que foi confusa no decorrer da partida. O zagueiro Pará, do PFC, foi expulso de campo em um lance duvidoso de agressão.

“Entramos no G4. Tivemos um excelente controle da partida, fizemos 1 a 0 no primeiro tempo e mais dois na segunda etapa; apesar dos gols perdidos, o time se movimentou muito e implementou uma boa intensidade. Estou feliz pela resposta do time para quem não acreditava no projeto. Parabéns, não só aos atletas pela boa primeira fase, mas também ao presidente João Luiz e ao nosso gerente de futebol Benigno Leite, além dos pais que estão acompanhando o time,” congratulou João Paulo, técnico do Parauapebas.

Para o Parauapebas avançar para as quartas de final do Campeonato Paraense da categoria Sub-17, terá que torcer para o Paysandu contra o Castanhal, e para o Clube do Remo diante do Izabelense. Uma vitória do Papão, ou até mesmo um empate, e uma vitória do Leão e um empate, classificam o PFC.

A partida entre Castanhal e Paysandu está marcada para a próxima quarta-feira (20), às 15h30, no Estádio Maximino Porpino, em Castanhal. Mesmo dia e horário para Remo e Izabelense, que se enfrentam no Centro Esportivo da Juventude (CEJU), em Belém.

Se avançar, o time do Parauapebas deverá encarar o Águia de Marabá, que está em 1° lugar do Grupo A1, com 24 pontos. As quartas de final serão de jogo único e, como a equipe marabaense tem a melhor campanha, a partida será no Estádio Zinho Oliveira, em Marabá, no próximo domingo (24). O campeão e o vice garantem vaga para a Copa São Paulo de Futebol Júnior de 2019.

Futebol

Parauapebas goleia Pinheirense no Estádio Rosenão pelo Campeonato Paraense Sub-17

O PFC segue em quarto lugar e ficou perto da classificação para as quartas de final

O Parauapebas Futebol Clube segue firme na briga por uma das vagas para as quartas de final do Campeonato Paraense da categoria Sub-17. Na manhã deste domingo (10), o PFC atropelou o Pinheirense de Icoaraci goelando o adversário, por 4 a 0, em jogo realizado no Estádio Rosenão.

O time do técnico João Paulo precisou apenas do 1° tempo para garantir mais três pontos na competição estadual. O Gigante de Aço abriu o placar com o gol do zagueiro Wendel, aos 20 minutos de bola rolando. Logo em seguida, o lateral-direito Kelfithi deixou sua marca, quando recebeu e chutou forte cobrindo o goleiro William Rafael, aos 24 minutos.

A equipe do Pinheirense pouco chegou e o PFC foi ampliando o marcador. O atacante Hítalo marcou o terceiro gol, após cruzamento na área, meteu a cabeça na bola, aos 26, e o meia habilidoso Tauan, deixou sua marca, aos 37 minutos jogados.

Na etapa final, o PFC não mostrou o mesmo futebol e acabou segurando o placar, apesar do General da Vila ter perdido dois jogadores expulsos, Matheus e Wallace, que foram para o chuveiro mais cedo na etapa derradeira. Placar final: Parauapebas 4 x 0 Pinheirense. O técnico João Paulo poupou alguns jogadores titulares pensando na partida decisiva contra a Desportiva Paraense, na próxima quarta-feira (13).

“Nos primeiros 20 minutos o time estava um pouco nervoso, depois que fizemos o primeiro gol, aos 20, mantivemos o total controle da partida. No intervalo tive que fazer algumas mudanças e trocamos seis atletas visando poupar para o jogo de quarta-feira, visto que temos atletas com dois cartões amarelos. Estou satisfeito com o resultado e principalmente pela evolução da equipe nos últimos jogos”, afirmou João Paulo, técnico do PFC.

O time do Parauapebas entrou em campo com: Willian; Kelfithi, Maiquel, Wendel e Janiel; Carlos, Ramon, Marcelo e Tauan; Hítalo e Rickelme, sendo comandado por João Paulo. Já a equipe do Pinheirense começou a partida com: Willian Rafael; Rafael, Riquelme, Marlisson e Wallace; Vicente, Daniel, Pedrinho e Marcos; Júnior e Elian, escalado pelo técnico Mailson Botelho.

Com o resultado, o Parauapebas segue em 4° lugar com 12 pontos, com grande possibilidade de avançar para as quartas de final do Campeonato Paraense Sub-17. O próximo desafio da equipe do PFC será diante da Desportiva, na quarta-feira (13), às 15h30, no Estádio Castanheirão, na comunidade Palmares Sul, em Parauapebas.

Por Fábio Relvas – Foto: Bruno Serejo

Futebol

Parauapebas perde para o Paraense no CEJU pelo Parazão Sub-17

O PFC tentou uma reação no segundo tempo, mas não conseguiu chegar ao empate

Por Fábio Relvas

Dando continuidade à sua participação no Campeonato Paraense Sub-17, o Parauapebas Futebol Clube voltou ao campo na manhã deste domingo (20), diante do Paraense, no Centro Esportivo da Juventude (CEJU), na capital Belém, em partida válida pela quinta rodada.

Os garotos do PFC foram apáticos em campo e saíram derrotados pelo placar de 3 a 2. O time do Paraense, que é de propriedade do lateral-direito Yago Pikachu, ex-Paysandu e atualmente no Vasco da Gama, começou o jogo arrasador, fazendo 3 a 0 só no primeiro tempo.

Na segunda etapa, o técnico João Paulo deu uma orientada nos garotos e o Gigante de Aço reagiu, marcando dois gols com o atacante Tauan, mas não conseguiu buscar o empate. Placar final: Paraense 3 x 2 Parauapebas.

“Infelizmente, entregamos três gols ao Paraense, que fez 3 a 0. Depois, ensaiamos uma reação, mas não tivemos força para virar. Fomos ao limite, mas os meninos sentiram o jogo. Nosso time oscila muito,” afirmou João Paulo, técnico do PFC.

O time titular do PFC formou com: Edinaldo; Kelfithi, Thiago, Pará e Janiel; Marcelo, Ramon, Caio e Riquelme; Palmares e Tauan. Os suplentes foram: Matheus, Marcos, Maikel, Carlos, Luquinhas, Isaías e Ítalo.

O próximo compromisso do Parauapebas é contra a forte equipe da Desportiva Paraense, no próximo domingo (27), às 9h30, provavelmente no Centro de Treinamento (CT), da Desportiva, em Marituba. Isso se dá pelo fato do PFC, apesar de ser o mandante, não ter condições financeiras para atuar no Estádio Rosenão. No sub-17, o mandante que tem que arcar com as despesas dos visitantes.

Futebol

Parauapebas é goleado pelo Clube do Remo pelo Campeonato Paraense Sub-17

O Leão Azul passeou no Estádio Rosenão, em partida válida pela terceira rodada da competição

Por Fábio Relvas

Em comemoração aos 30 anos de emancipação da cidade de Parauapebas, a diretoria do PFC conseguiu trazer o jogo contra o Clube do Remo para o Estádio José Raimundo Roseno Araújo, o Rosenão. A partida foi válida pela terceira rodada do Campeonato Paraense da categoria Sub-17 e realizada na noite desta quinta-feira (10). O Leão Azul não contou conversa e foi um visitante bem indigesto, vencendo de goleada pelo placar de 4 a 0.

A partida começou movimentada e, logo aos 10 segundos de bola rolando, o PFC chegou com muito perigo quando Tauan recebeu lançamento, tocou no canto do goleiro Lucas e a bola bateu na trave. O árbitro Jânio Balzac Pereira assinalou gol para o Gigante de Aço, mas o assistente Antônio Alves Teixeira Alves levantou a bandeira e avisou para o árbitro central que a bola não entrou, causando Jânio a voltar atrás e desmarcar o gol do time da casa.

Depois do susto, o time azulino começou a se encontrar em campo e foi para cima. O primeiro gol não demorou a sair e chegou quando David Lima fez um belo lançamento para o meia Breno, que dominou e tocou por cima do goleiro Edinaldo Júnior; 1 a 0 Leão Azul, aos 18 minutos. Após o gol, o time azulino tomou conta da partida, acertando a trave por quatro vezes.

O segundo gol dos remistas saiu após uma falta cobrada por David Lima: a bola tocou no travessão e, na sobra, o zagueiro Reinaldo tentou cortar, mas acabou mandando para o fundo do barbante, marcando gol contra, aos 46 minutos. Na segunda etapa, o Clube do Remo seguiu superior ao adversário e, logo no início, uma bola que parecia perdida dentro da área acabou em um pênalti marcado em cima do zagueiro Davi do Leão, que recebeu um carrinho por trás, de um defensor do PFC.

David Lima, um dos destaques da equipe da capital, cobrou com muita categoria e deslocou o goleiro Edinaldo Júnior; 3 a 0 Leão Azul, aos três minutos. Sem forças para reagir, o PFC só assistiu o time azulino tocar a bola em campo. Na cobrança de falta, David Lima cruzou da esquerda para o chute de primeira do zagueiro Caio, aos 13 minutos do segundo tempo, fechando o placar no Estádio Rosenão: Parauapebas 0 x 4 Clube do Remo.

Com o resultado, o Leão Azul segue com 100% de aproveitamento no Campeonato Paraense Sub-17, com três jogos e três vitórias. Já o Parauapebas conheceu a sua segunda derrota na competição e segue com três pontos, em três partidas realizadas.

FICHA TÉCNICA 

PARAUAPEBAS: Edinaldo Júnior; Victor (Thiago), Reinaldo (Wanderson), Kelfithi (Francisco) e Janiel; Maiquel, Ramon (Marcos) Carlos e Rickelme; Hitallo (Isaías) e Tauan.
Técnico: João Paulo

CLUBE DO REMO: Lucas; Capanema, Caio, Davi (Arielton) e Ramon; Luizinho, Breno (Pedro Afonso), Ariel e Edward; Rafael e David Lima (Jefferson Bruno).
Técnico: Raimundo Pereira

Árbitro: Jânio Balzac Pereira
Assistentes: Isael da Silva e Antônio Alves Teixeira Filho
Quarto-árbitro: Edinaldo Alves de Souza
Delegada: Tânia Lopes da Silva

Cartões amarelos: Victor, Wanderson e Janiel (Parauapebas); Caio (Remo)
Gols: Breno, aos 18 minutos, e Reinaldo (contra), aos 46 do 1° tempo, David Lima, aos 3 minutos, e Caio, aos 13 minutos, do 2º tempo para o Clube do Remo
Local: Estádio José Raimundo Roseno Araújo, o Rosenão, em Parauapebas

Este slideshow necessita de JavaScript.

Futebol

Parauapebas vence o Atlético Barbarense pelo Campeonato Paraense Sub-17

Apesar das adversidades da longa viagem e de um gramado pesado, os meninos do PFC saíram com a vitória fora de casa

A equipe do Parauapebas Futebol Clube estreou com o pé direito no Campeonato Paraense da categoria Sub-17. Os garotos do PFC enfrentaram na manhã deste domingo (29), o time do Atlético Barbarense, e não contaram conversa e venceram, por 2 a 1, dentro do Estádio Municipal Arlindo Cardoso, o Cardosão, no município de Santa Bárbara do Pará, que fica aproximadamente a 40 km da capital Belém.

A delegação enfrentou uma longa e cansativa viagem de ônibus. No entanto, o time dos comandados do técnico João Paulo superou todas as adversidades e mostrou muita dedicação dentro de campo. A bola rolou debaixo de muita chuva no Estádio Cardosão e o time do Gigante de Aço conseguiu iniciar bem a partida e marcar dois gols no primeiro tempo, com o atacante Will, aos 14 minutos e através do volante Maikel, aos 21.

Os dois times tiveram dificuldades no pesado gramado e o Atlético Barbarense chegou a descontar em cobrança de pênalti, aos 35 minutos do primeiro tempo. Na etapa final, os dois times pouco chegaram à meta adversária, os donos da casa tentavam de todo custo levar perigo, mas as ligações diretas entre defesa e ataque, não deram certas e o PFC saiu de campo vitorioso.

O time do Parauapebas entrou em campo com o futebol de: Júnior; Reinaldo, Pará, Carlos e Enrikar; Maiquel, Janiel, Ramon e Riquelme; Esquerdinha e Will. O próximo compromisso do PFC será diante do Paysandu Sport Club, no dia 1° de maio, às 9h30, no CEJU (Centro de Treinamento da Juventude), que fica localizado no entorno do Estádio Olímpico do Pará, o Mangueirão. A partida será válida pela segunda rodada do Campeonato Paraense. O treinador João Paulo gostou do que viu na estreia.

“Foi um jogo difícil por se tratar de uma estreia e da longa viagem de ontem, além da forte chuva que aconteceu, mas com a bola rolando o nosso time soube propor o jogo e conseguimos fazer dois gols nos 20 primeiros minutos da partida. No segundo tempo, tivemos muitas dificuldades devido o estado do gramado, porém a equipe adversária não chegava com perigo e buscava as ligações diretas e bolas aéreas. Soubemos manter o controle e conquistamos três pontos muito importantes. Estou satisfeito com a equipe”, analisou João Paulo.

Por Fábio Relvas

Futebol

Parauapebas vence amistoso contra Águia em treino para Campeonato Paraense Sub-17

A partida foi realizada no Estádio Zinho Oliveira, em Marabá, e nem chegou até o final por falta de arbitragem

A garotada do Sub-17 do Parauapebas Futebol Clube entrou em campo, no último sábado (21), para um amistoso diante do Águia de Marabá, no Estádio Zinho Oliveira. Como a Federação Paraense de Futebol (FP) adiou o estadual da categoria, o técnico João Paulo, do PFC, pôde acompanhar a sua equipe em ritmo de jogo com um adversário que também vai disputar a competição.

“Foi uma excelente avaliação para o grupo. Sentimos um pouco a viagem, além da ansiedade, visto que são atletas muitos jovens. Porém, no lado coletivo tático, me agradou muito na fase defensiva, com a compactação e um bom balanço defensivo; vamos procurar melhorar nossas transições, apesar de neste jogo ter proporcionado perigo ao adversário em vários momentos. Na fase ofensiva, nosso time é muito rápido e com muitas qualidades individuais, porém, temos que ter mais paciência para manter a posse de bola um pouco mais,” afirmou João Paulo.

O Parauapebas venceu a partida amistosa pelo placar de 1 a 0, com um gol assinalado pelo atacante Tauan, aos 23 minutos do primeiro tempo. O detalhe é que a partida não terminou, pelo fato de não ter arbitragem. Quem comandou o apito do jogo foi o preparador de goleiros do Águia de Marabá, que acabou irritando o PFC pelas jogadas que estava invertendo, principalmente em favor do time da casa e pela expulsão de Riquelme, o destaque da equipe do Gigante de Aço.

“Ele estava invertendo falta; marcou dois impedimentos que não existiram e onde provavelmente iriam sair gols, pois tinham dois jogadores nossos contra o goleiro deles; e também, jogador nosso levou cotovelada e não fizeram nada; expulsou sem motivos o nosso melhor atleta da partida, que era o Riquelme. Então, por todos esses motivos, estava carregando o jogo e o time saiu de campo para evitar algo maior e prevenir nossos atletas,” relatou João Paulo.

A partida terminou aos 30 minutos do segundo tempo e, apesar do PFC ter desistido de continuar o jogo, foi declarado como o vencedor do amistoso. A turma de Marabá pediu desculpas pelos acontecimentos durante a partida. O time do Parauapebas entrou em campo com o futebol de: Ednaldo Junior; David, Wendel Pará (capitão do time), Marcos e Janiel; Thiago, Matheus, Marcelo e Riquelme; Will e Tauan. Essa deverá ser a base para a estreia no Campeonato Paraense.

“No aspecto geral, estou muito satisfeito. O time foi aguerrido e teve muita vontade em campo, isso vai estar no DNA da nossa equipe. Vamos trabalhar muito forte essa semana para concertar alguns erros e também para valorizar aquilo que já vem dando certo; minha expectativa aumentou com esse grupo. Vamos lutar todo jogo pela vitória, para representar da melhor forma o município de Parauapebas,” finalizou João Paulo.

O técnico João Paulo pretende trabalhar durante toda a semana com os garotos para o melhor entrosamento da equipe que foi bem em Marabá. Se não houver mais adiamento do início do Campeonato Paraense Sub-17, o Parauapebas Futebol Clube vai estrear contra o Atlético Barbarense no próximo domingo (29), às 9h30, no Estádio Municipal Arlindo Cardoso, o Cardosão, no município de Santa Bárbara do Pará, região metropolitana de Belém.

Por Fábio Relvas
Parauapebas

Ação do Parauapebas contra o Paragominas pode rebaixar o Jacaré e manter o Gigante de Aço na elite do futebol paraense

Os bastidores esquentaram antes da última rodada, quando o Parauapebas acusa a irregularidade do atacante Fidélis do Jacaré

A décima e última rodada do Campeonato Paraense de 2018 promete ser agitada, não somente dentro de campo, mas também fora das quatro linhas. Os bastidores começaram a esquentar na tarde desta quarta-feira (14), quando o Parauapebas Futebol Clube (PFC), através de seu departamento jurídico, entrou com uma ação na Federação Paraense de Futebol (FPF), alegando que o atacante Fidélis do Paragominas Futebol Clube estaria atuando de forma irregular no Parazão.

A denúncia do Parauapebas, que briga diretamente com o Paragominas na luta contra o rebaixamento, foi protocolada na sede da FPF, na capital Belém, e será analisada pelo presidente do Tribunal de Justiça Desportiva (TJD-PA), Dilson José Bastos de Lemos. Se confirmar a irregularidade do atleta do Jacaré, o Paragominas perderia pontos e seria rebaixado para a Segundinha do Parazão.

A suposta irregularidade do atacante Fidélis do Paragominas foi na partida da primeira rodada do Campeonato Paraense, no dia 13 de janeiro, quando o Jacaré entrou em campo diante do Independente no Estádio Navengantão, em Tucuruí, e perdeu por 1 a 0. O jogador foi escalado como titular pelo até então técnico Cacaio, que iniciou no comando da equipe.

“Em relação a essa petição que o PFC entrou denunciando o Paragominas por irregularidade do atleta Fidélis, isso realmente procede. Nós recebemos essa informação de uma fonte que só trabalha com o departamento jurídico e fomos atrás. O atleta Fidélis jogou irregular. Ele tinha levado uma suspensão pelo TJD-PA com duas partidas, porém ele só cumpriu uma e jogou a outra” afirmou Pedro Neto, vice- presidente do Parauapebas.

Fidelis ParagominasO atacante Fidélis foi expulso ainda quando defendia o Carajás Esporte Clube na Segundinha do Parazão. O atleta foi julgado e punido com duas partidas de suspensão, mas quando foi contratado pelo Paragominas, a diretoria o Jacaré não se atentou para a situação do jogador, que acabou entrando de maneira irregular diante do Galo Elétrico em Tucuruí. O Paragominas, inclusive, não escalou Fidélis na partida seguinte diante do Águia de Marabá, na Arena Verde.

“Foi essa informação que recebemos e pedimos para o nosso advogado, Eric Bittencourt de Almeida, que está lá em Belém, averiguar essa situação e já foi constatado que o Paragominas realmente utilizou um atleta suspenso, então o regulamento é bem claro: nenhuma equipe pode utilizar atleta que tenha sido punido ou suspenso. O PFC só procedeu, buscou seus direitos e agora cabe ao  TJD-PA julgar esse caso. A denúncia foi feita por parte do Parauapebas”, finalizou Pedro Neto.

A Federação Paraense de Futebol se pronunciou afirmando que a décima rodada do Campeonato Paraense de 2018 vai seguir normalmente com todos os jogos no próximo domingo (18), às 16h. Até mesmo o jogo do Clube do Remo diante do Cametá, que seria no sábado no Mangueirão, em Belém, vai seguir como na tabela anterior.

“Em virtude das especulações dos clubes, a gente resolveu manter a tabela do Campeonato Paraense com todos os jogos sendo realizados no domingo, às 16h, e o Clube do Remo indo até Cametá jogando no Parque do Bacurau”, disse Paulo Romano, diretor de competições da FPF.

Por Fábio Relvas

Futebol

Parauapebas empata com o Águia no Rosenão e se complica na luta contra o rebaixamento

A partida terminou empatada em 1 a 1: agora, o PFC vai precisar vencer o Bragantino na última rodada e secar o Paragominas para escapar

Por Fábio Relvas

O Parauapebas Futebol Clube mais uma vez decepcionou a sua torcida no Estádio Rosenão: na noite deste sábado (10), a equipe do PFC não passou de um empate diante do Águia de Marabá, por 1 a 1, ficando mais próximo do rebaixamento para a Segundinha do Parazão. O Azulão saiu na frente com o gol do meia Juninho, que chutou de longe e contou com a colaboração do goleiro Bruno, que aceitou aos 13 minutos do segundo tempo. O time do Parauapebas reagiu e chegou ao empate com gol do atacante Monga, aos 18 minutos da etapa derradeira.

Com o resultado, o Parauapebas se complicou na classificação do Parazão 2018. A equipe, que segue na lanterna, com apenas 8 pontos na Chave A2 da competição, agora vai ter que vencer o Bragantino na última rodada e secar o Paragominas contra o Paysandu para poder escapar da degola. Já o Águia de Marabá confirmou sua permanência na elite para 2019, e soma 8 pontos na Chave A1; a vitória do Paragominas diante do Cametá, por 2 a 0, livrou o Azulão e rebaixou o Mapará para a Segundinha.

O jogo: Parauapebas com a corda no pescoço

A torcida do PFC parecia não acreditar em sua vitória e apenas 19

9 torcedores pagaram ingresso para conferir mais um empate da equipe. O time até que sufocou o Águia na primeira etapa: Luiz Fernando cruzou para Monga, que cabeceou para fora; Djalma cruzou da direita e Gilberto emendou um chute, a bola passou à direita; mais uma bola cruzada e Léo Paraíba tocou de cabeça, mandando para fora.

Só dava PFC e Luiz Fernando, em jogada individual, deu uma caneta no adversário, chutando forte de fora da área; Guibson, atento, espalmou para escanteio. Na cobrança do escanteio, Monga cabeceou na segunda trave e Guibson salvou com os pés. Outro cruzamento na área de Luiz Fernando, e Monga cabeceou na trave. Na segunda etapa, a coisa se inverteu e foi o Azulão que começou mandando. Guga recebeu e chutou em cima do goleiro Bruno.

Outra vez, o atacante Guga recebeu na boa e, de cara, bateu para fora. Em uma sobra de bola, Léo Paraíba disparou de dentro da área para fora, perdendo uma boa chance para o PFC. O atacante Monga ajeitou para a chegada de Wellington Cabeça, que, sozinho, conseguiu fazer o mais difícil: perdeu o gol para o time da casa. O Águia não tinha nada a ver com isso e voltou a arriscar: Juninho recebeu, arrumou e chutou de muito longe, o goleiro Bruno não conseguiu espalmar, falhando no lance e a bola foi para o fundo do barbante, 1 a 0, aos 12 minutos.

O Parauapebas foi para o tudo ou nada e na saída de bola, após cruzamento na área, Monga subiu firme de cabeça, parando na boa defesa de Guibson. Em outra tentativa de Léo Paraíba, a bola foi para fora. De tanto insistir, o PFC chegou lá: Rogério Maranhão recebeu na esquerda e cruzou na cabeça de Monga, que testou; a bola bateu na trave e, na sobra, o próprio Monga mandou para o fundo do gol, aos 18 minutos, 1 a 1.

O jogo pegou fogo e os dois times foram em busca da vitória. Léo Pará fez boa jogada e tocou para Erik Di Maria, mas o meia do Águia chutou para fora. Felipinho pegou uma sobra de bola e mandou por cima da meta de Bruno. Erik Di Maria cobrou falta perigosa, mas a bola se perdeu pela linha de fundo. Rogério Maranhão cruzou da direita e Monga chutou para fora, perdendo uma grande chance de gol.

Na chegada do time marabaense, Samuel recebeu pelo meio e disparou cruzado, a bola passou na boca do gol e foi para fora. Outra vez Samuel, que driblou bem o marcador e chutou mal, com a bola passando à esquerda de Bruno. Em uma boa jogada individual de Erik Di Maria, a finalização acabou desviando na zaga e saindo para escanteio. Placar final: Parauapebas 1 x 1 Águia.

FICHA TÉCNICA

PARAUAPEBAS: Bruno; André Ribeiro, Cris, Lucas (Djalma) e Juninho; Gilberto, Max Carrasco, Wellington Cabeça (Rogério Maranhão) e Luiz Fernando; Monga e Léo Paraíba (Thiago Pedra).
Técnico: Fran Costa

ÁGUIA: Guibson; Ari, China, Andrey e Rafael Vieira; Mael, Juninho, Erik Di Maria e Samuel; Elton (Léo Pará) e Guga (Felipinho).
Técnico: João Galvão

Árbitro: Joelson Silva dos Santos
Assistentes: Dimmi Yuri das Chagas Cardoso-CBF e Jhonathan Leone Lopes
Quarto-árbitro: Raymar Klemer Rezende Ferreira

Cartões amarelos: Juninho, Gilberto, Max Carrasco e Luiz Fernando (Parauapebas); Juninho e Erik Di Maria (Águia)
Gols: Juninho, aos 13 minutos do 2º tempo para o Águia; Monga, aos 18 minutos do 2º tempo para o Parauapebas

Local: Estádio José Raimundo Roseno Araújo, o Rosenão, em Parauapebas

Jogos da 9ª rodada do Parazão

Sábado (10/03)

  • Parauapebas 1 x 1 Águia – às 20h – no Estádio Rosenão
  • Castanhal 0 x 1 Bragantino – às 20h – no Estádio Modelão
  • Paragominas 2 x 0 Cametá – às 20h30 – no Estádio Arena Verde

Domingo (11/03)

  • Remo x Paysandu – às 16h – no Estádio Mangueirão

Quarta-feira (14/03)

  • Independente x São Raimundo – às 20h – no Estádio Navegantão

Classificação do Parazão 2018

Chave A1
Paysandu: 19 pontos
Bragantino: 16 pontos
Independente: 13 pontos
Águia: 8 pontos
Cametá: 4 pontos

Chave A2
Remo: 16 pontos
São Raimundo: 13 pontos
Castanhal: 10 pontos
Paragominas: 10 pontos
Parauapebas: 8 pontos

Obs: O Cametá está rebaixado para a Segundinha do Parazão.

Este slideshow necessita de JavaScript.