Parauapebas vence o Santos de Moju e dispara na liderança do Grupo E da Segundinha do Parazão

O Gigante de Aço derrotou o adversário por 3 a 1, chegando aos nove pontos com 100% de aproveitamento
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print
Aleff marcou os três gols da vitória do PFC (Foto: Lenno Costa)

Continua depois da publicidade

O Parauapebas Futebol Clube permanece com 100% de aproveitamento no Grupo E da Segundinha do Parazão 2021. Atuando na tarde deste domingo (24), o Gigante de Aço derrotou o Santos Athletico de Moju por 3 a 1, no Estádio José Raimundo Roseno Araújo, o Rosenão, em partida válida pela terceira rodada. Com a vitória, o PFC segue líder de sua chave, passando a somar nove pontos na classificação.

O jogo: Hat-Trick do meia Aleff

O Parauapebas começou arrasador, marcando dois gols em dois minutos de jogo. Após lançamento na frente, o atacante Thúlio dividiu com a defesa uma bola por cima, Aleff pegou a sobra, driblou o goleiro Wrias, e foi derrubado dentro da área – o árbitro Joel Neto confirmou o pênalti. O meia Aleff pediu a preferência e bateu rasteiro; o goleiro foi na bola e não achou nada, aos 17 minutos, 1 a 0 PFC.

O Gigante de Aço sufocou e na sequência, aos 18 minutos, em um toque pelo meio, a bola acabou sobrando para Aleff, que chutou cruzado, vencendo o goleiro Wrias, 2 a 0 Gigante de Aço. No lance seguinte, Aleff roubou bola e lançou na direita para o atacante Thúlio, que chutou de primeira e parou na grande defesa do goleiro Wrias. Em uma jogada pelo meio, Bruno carregou e tocou para Aleff, que chutou fraco e contou com a falha do goleiro Wrias, aos 47 minutos, 3 a 0 Gigante de Aço, com hat-trick do meia Aleff.

Na etapa final, o técnico Luís Carlos Cruz mexeu em sua onzena titular, inclusive promovendo a reestreia do atacante Aleilson com a camisa do Parauapebas. O Santos tentou diminuir depois que a bola sobrou para Rafael, que mandou uma bomba e acertou na trave do goleiro Dejair. O Time de Moju teve outra oportunidade no chute de primeira do atacante Caeté, que parou em uma grande defesa do goleiro Dejair, espalmando para escanteio.

Na sequência, após a cobrança, a bola passou por todo mundo, menos pelo atacante Caeté que, livre de marcação, na segunda trave, escorou para o fundo do gol, aos 35 minutos, marcando o primeiro gol dos santistas. Depois do tento dos visitantes, ninguém conseguiu chegar com mais perigo às metas adversárias. Placar final: Parauapebas 3 x 1 Santos Athletico.

“O jogo valia a liderança e, como tal, foi jogado dentro desse espírito. Nós fizemos um primeiro tempo, se não perfeito, mas muito bom. Abrimos 3 a 0 e tivemos a possibilidade de fazer até um placar mais elástico. Nós tivemos alguns problemas e sofremos muito com as ausências. Uma vitória que dá uma tendência de liderança, uma busca de classificação muito importante, mas ainda não tem nada decidido. Pezinhos no chão, calma e tranquilidade,” avaliou Luís Carlos Cruz, técnico do Parauapebas. “Vamos focar nesse clássico de quarta-feira, e aí sim, o jogo que pode encaminhar bem a nossa classificação, que é um jogo duríssimo, como foi o primeiro, porque o Atlético é um bom time e a gente respeita”. 

O Parauapebas Futebol Clube volta a campo diante do Atlético Paraense, no Clássico dos Minérios, na próxima quarta-feira, 27, às 18h, no Estádio Rosenão. A partida será válida pela quarta rodada do Grupo E, da Segundinha do Parazão 2021. 

CLASSIFICAÇÃO DO GRUPO E DA SEGUNDINHA DO PARAZÃO

  1. Parauapebas: 9 pontos
  2. Cametá: 6 pontos
  3. Atlético Paraense: 1 ponto
  4. Santos Athletico: 1 ponto

Por Fábio Relvas