Esportes

São Raimundo e Bragantino ficam no empate com um gol de falta para cada lado

São Raimundo e Bragantino entraram em campo na noite deste domingo (17), para o fechamento da 8ª rodada do Campeonato Paraense de 2019. A partida foi realizada no Estádio Jader Barbalho, o Barbalhão, em Santarém, e terminou empatada em 1 a 1. Os dois gols do duelo foram marcados no segundo tempo e dois golaços de falta. Irlan cobrou e marcou, aos 14 minutos para o Pantera, enquanto que Marco Goiano bateu e também deixou sua marca, aos 38 minutos.

O resultado foi péssimo para o São Raimundo, que segue como o único time que ainda não venceu na competição estadual, amargando a lanterna, com apenas três pontos no Grupo A2, vendo o rebaixamento se aproximar a cada rodada. Já o Bragantino chegou aos nove pontos dentro do Grupo A1 e segue na briga por uma vaga nas semifinais do Parazão.

O jogo: Pantera 1 x 1 Tubarão –Tudo igual em partida equilibrada! 

Em campo o jogo dos opostos. Enquanto o São Raimundo briga desesperadamente contra o rebaixamento, o Bragantino ainda sonha com a classificação para a fase semifinal. Foi o Tubarão que chegou primeiro, depois que Esquerdinha cruzou para o chute de Marco Goiano, atento o goleiro Jhones salvou o que seria o gol do Braga. Novamente o time de Bragança alçou bola na área, o goleiro Jhones saiu na frente, antes da chegada de Tony Love.

O Pantera reagiu no chute de Gabriel Cajano, mas a bola subiu demais. O time visitante estava bem na partida. Esquerdinha cobrou escanteio, o goleiro Jhones tirou e a bola voltou para o atacante Fidelis, que cruzou e a zaga afastou o perigo. Em um contra-ataque do time da casa, a bola chegou até Jeová, que disparou e acertou na defesa adversária. Outra vez o São Raimundo chegou com Marcelo Maciel, o atacante disparou e a bola foi cortada pela defesa.

O árbitro Nadilson Pereira Oliveira deu a parada técnica. Na volta, o atacante Fidelis quase aprontou com a defesa adversária, quando tentou um chapéu para cima de Guilherme Moller, que conseguiu fazer o corte.  Outra vez Fidelis, que pedalou para cima da marcação e chutou forte, parando na defesa do goleiro Jhones. Em lançamento para Tony Love, o atacante dividiu com o goleiro Jhones, que acabou ficando com a bola e fez a defesa para o Pantera.

Só dava Bragantino e Fidelis, em um contra-ataque o atleta do Tubarão disparou um chute venenoso, a bola passou assustando contra a meta do goleiro Jhones. Em uma jogada rápida do São Raimundo, Gabriel Cajano descobriu Raí livre para marcar, mas a arbitragem assinalou impedimento. O time do Braga teve uma falta perigosa, o meia Marco Goiano cobrou e o goleiro Jhones fez uma grande defesa salvando o que seria o primeiro gol do jogo.

No último lance do primeiro tempo, Esquerdinha tentou um cruzamento e acabou errando, perdendo uma boa jogada de ataque para o time visitante. No segundo tempo, o São Raimundo foi com tudo para cima. Marcelo Maciel deu passe para Raí, o atacante disparou e a bola se perdeu pela linha de fundo. Outra vez o Pantera assustou quando Irlan cruzou para a cabeçada de Marcelo Maciel, a bola foi para fora.

De tanto insistir, o São Raimundo chegou lá. Irlan cobrou falta e não deu chance para o goleiro Axel, aos 14 minutos, 1 a 0 Pantera. O gol incendiou a torcida e o time do Pantera. Em uma jogada individual de Clayton, o lateral-direito deu a chamada caneta no volante Ricardo Capanema. O Braga queria o empate e voltou a assustar com o atacante Fidelis, que se livrou da marcação e chutou pra a defesa do goleiro Jhones.

O time alvinegro de Santarém teve outra falta, Clayton cobrou e a zaga afastou o perigo. O gol de empate do Bragantino quase saiu quando Fidelis recebeu dentro da área e chutou para o gol, a zaga desviou no meio do caminho. Em outra tentativa dos visitantes, Tony Love e Marco Goiano entraram tabelando, mas a defesa conseguiu afastar o perigo. Novamente o Tubarão chegou com Bruno Limão, que cruzou para a cabeçada de Tony Love, a bola bateu na zaga e passou perto da meta de Jhones.

O Pantera finalmente voltou a atacar, quando Raí recebeu lançamento e disparou, a bola desviou na zaga adversária e se perdeu pela linha de fundo. Novamente Raí recebeu e disparou forte, a bola foi para fora. O Bragantino se atirou ao ataque em busca do empate. Mauro Praia fez um carnaval na zaga adversária e foi parado com falta pelo zagueiro Rubran, que acabou recebendo o único cartão amarelo do jogo.

O meia Marco Goiano cobrou com perfeição e marcou um golaço, aos 38 minutos, tudo igual no Barbalhão, 1 a 1. O Bragantino tentou a virada. Lukinha recebeu na boa pela esquerda e sozinho com a bola errou o chute. Outra vez os visitantes com Mauro Praia, que tentou marcar e mandou chute para fora. O São Raimundo também se arriscou com Irlan, que cruzou na área e não apareceu ninguém para concluir a jogada.

Em uma bola dentro da área, Tony Love emendou uma bicicleta, a redonda desviou na zaga santarena e se perdeu pela linha de fundo. Outra vez o Braga levou perigo, Mauro Praia cruzou, Tony Love dividiu com Jhones, e a bola ficou com o goleiro alvinegro. O time da casa quase chegou a vitória quando Gabriel Cajano disparou e bola bateu na zaga e foi para escanteio. Placar final: São Raimundo 1 x 1 Bragantino.

FICHA TÉCNICA

SÃO RAIMUNDO: Jhones; Clayton (Jomerson Tiningu), Rubran, Guilherme Moller e Leandro Mendes (Abaiara); Irlan, Charles, Gabriel Cajano e Jeová (Fernandes); Marcelo Maciel e Raí. Técnico: Everton Goiano

BRAGANTINO: Axel; Bruno Limão, Romário, Gabriel Gonçalves e Esquerdinha; Ricardo Capanema, Paulo de Tarcio (Mauro Praia), Rafinha (Lukinha) e Marco Goiano (Keoma); Fidelis e Tony Love. Técnico: Agnaldo de Jesus

Árbitro: Nadilson Pereira Oliveira

Assistentes: Raimundo Nonato Pereira e Everson de Souza Meireles

Quarto árbitro: Wendel da Mota Pereira

Cartão amarelo: Rubran (São Raimundo)

Gols: Irlan, de falta, aos 14 minutos do 2° tempo para o São Raimundo; Marco Goiano, de falta, aos 38 minutos do 2° tempo para o Bragantino

Local: Estádio Jader Barbalho, o Barbalhão, em Santarém

Renda: R$ 3.505,00

Pagantes: 222

Credenciados: 488

Total: 710

Classificação do Parazão 2019

Grupo A1

1° Remo: 15 pontos

2° Águia: 10 pontos

3° Bragantino: 9 pontos

4° Castanhal: 7 pontos

5° São Francisco: 5 pontos

Grupo A2

1° Paysandu: 18 pontos

2° Independente: 17 pontos

3° Paragominas: 13 pontos

4° Tapajós: 7 pontos

5° São Raimundo: 3 pontos 

Por Fábio Relvas / Foto: Cristian Bandeira/Ascom São Raimundo

Deixe seu comentário