Esportes

São Francisco e São Raimundo empatam no Barbalhão na despedida do Parazão 2019

Nem o mais pessimista torcedor de Santarém esperava duas campanhas pífias de seus representantes no Campeonato Paraense de 2019. A dupla São Francisco e São Raimundo, caiu de mãos dadas para a Segundinha do Parazão, onde vai disputar somente no segundo semestre de 2020 para assim tentar retornar a elite do futebol paraense para a temporada de 2021.

Na tarde desta quarta-feira (27), os rivais se enfrentaram no Estádio Jader Barbalho, o Barbalhão, em Santarém, pela 10ª rodada do estadual. Em um clássico melancólico, os rivais acabaram ficando no empate em 2 a 2. O São Raimundo chegou a fazer 2 a 0 no primeiro tempo, com dois gols assinalados pelo atacante Raí, de pênalti, aos 24 minutos, e depois marcou aos 42. O São Francisco reagiu e empatou na etapa final com Wendell, aos dois, e Rafael Paty, aos 34 minutos.

O São Francisco terminou sua campanha com apenas seis pontos dentro do Grupo A1, com uma vitória, três empates e seis derrotas. Já o São Raimundo conseguiu ser pior, com apenas quatro pontos somados dentro do Grupo A2. O detalhe, é que o Pantera não conseguiu nenhuma vitória em 10 jogos realizados, sendo quatro empates e seis derrotas. A pior campanha de sua história no Parazão.  

O jogo: Leão 2 x 2 Pantera – O clássico mais melancólico da história!

Com o rebaixamento já sacramentado das equipes para a Segundinha do Parazão, o público foi muito pequeno para acompanhar o clássico Rai-Fran. A bola rolou com 12 minutos de atraso, devido a falta de ambulância no Estádio Barbalhão. Com a bola rolando, o atacante Raí tentou marcar para o São Raimundo, mas mandou um chute para fora. Em outra tentativa do Pantera, Marcelo Maciel tocou para Irlan, que mandou por cima da meta do goleiro Everton.

Na primeira chegada do São Francisco, o atacante Jefferson Monte Alegre foi derrubado dentro da área pelo volante Adielson, o árbitro Nadilson Pereira de Oliveira assinalou pênalti. Na cobrança, Rafael Paty disparou e o goleiro Jardel defendeu. Foi a vez do time alvinegro ganhar um pênalti, quando Marcelo Maciel tentou passar da marcação e acabou derrubado dentro da área. O atacante Raí cobrou com categoria, deslocando o goleiro Everton, e correndo para o abraço, aos 24 minutos, 1 a 0 São Raimundo.

Aos 29 minutos, devido ao forte calor em Santarém, o árbitro deu a parada técnica para a hidratação dos atletas. Na volta, o time do Pantera continuou melhor em campo. O meia Gabriel Cajano fez boa jogada individual e cruzou para Raí, o atacante chutou, a bola desviou na zaga azulina e enganou o goleiro Everton, 2 a 0, aos 42 minutos. Quando o árbitro terminou a primeira etapa as duas equipes optaram em permanecer em campo e não desceram para os vestiários.

Com a bola rolando para o segundo tempo, o meia Wendell foi logo marcando para o São Francisco, diminuindo o placar, aos dois minutos. O São Raimundo quase chegou ao terceiro com Marcelo Maciel, que ganhou da marcação e chutou para o gol, o goleiro Everton defendeu. O zagueiro Rubran do Pantera, recebeu o segundo cartão amarelo e consequentemente o cartão vermelho e foi mais cedo para o chuveiro.

O árbitro Nadilson Pereira de Oliveira voltou a dá a parada técnica. O São Francisco retornou melhor e empatou o jogo com o atacante Rafael Paty, aos 34 minutos, 2 a 2. Como o técnico Júnior Amorim não retornou de Belém para comandar o Leão, a equipe foi comandada por um trio: Rafael Paty atacante, Zequinha Ferreira vice-presidente e Ênio Lobato preparador físico. O árbitro acrescentou mais cinco minutos. Placar final: São Francisco 2 x 2 São Raimundo. Fim de linha para a dupla Rai-Fran.

FICHA TÉCNICA

SÃO FRANCISCO: Everton; Pedro Henrique (Cristian Belém), Careca, Douglas, Boquinha (Pedro Santos) e Rafael Reis; Andrelino (Rodrigo Reis), Broquinha e Wendell; Jefferson Monte Alegre e Rafael Paty. Técnico: Ênio Lobato

SÃO RAIMUNDO: Jardel; Jeová (Tiningu), Rubran, Guilherme e Emanuel; Adielson (Ramon), Irlan, Charles e Gabriel Cajano; Raí (Fernandes) e Marcelo Maciel. Técnico: Éverton Goiano.

Árbitro: Nadilson Pereira de Oliveira

Assistentes: Carlos Alexandre Lima de Azevedo e Everson de Sousa Meirelles

Quarto árbitro: Francisco Lopes de Sousa Filho

Cartões amarelos: Andrelino (São Francisco); Rubran, Charles, Adielson e Marcelo Maciel (São Raimundo)

Cartão vermelho: Rubran (São Raimundo)

Gols: Raí, de pênalti, aos 24 minutos, e aos 42 do 1° tempo para o São Raimundo; Wendell, aos 2 minutos, e Rafael Paty, aos 34 minutos do 2° tempo para o São Francisco

Local: Estádio Jader Barbalho, o Barbalhão, em Santarém

Classificação do Parazão 2019

Grupo A1

1° Remo: 16 pontos

2° Águia: 13 pontos

3° Bragantino: 12 pontos

4° Castanhal: 10 pontos

5° São Francisco: 6 pontos

Grupo A2

1° Paysandu: 19 pontos

2° Independente: 17 pontos

3° Paragominas: 16 pontos

4° Tapajós: 7 pontos

5° São Raimundo: 4 pontos

Por Fábio Relvas / Foto: Gustavo Campos

Deixe seu comentário