Prefeitura de Parauapebas abre matrículas para a escolinha de iniciação esportiva por meio da Semel

O Projeto Esporte e Cidadania chega com algumas mudanças e serão onze modalidades para crianças e adolescentes
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Aqueles que sonham em começar a prática de alguma modalidade e quem sabe um dia se tornar atletas profissionais, a Prefeitura de Parauapebas através da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer (Semel) oferece a oportunidade através do projeto social Esporte e Cidadania (PEC). Começou na última segunda, 07, e deve seguir até o próximo dia 18, as matrículas para o cadastro de crianças e adolescentes entre 06 e 17 anos para a escolinha de iniciação esportiva.

A expectativa é atender inicialmente cerca de 5 mil alunos dentro das modalidades de vôlei de quadra e de areia, futsal, futebol, futebol society, jiu-jitsu, karatê, judô, ballet, bicicross, capoeira, entre outras e aqueles que gostam da zumba as vagas é para o público a partir de 16 anos de idade.

Os pais ou responsáveis precisam estar atentos à documentação exigida como cópias da declaração escolar, documentos pessoais da criança e do responsável, cartões do Bolsa Família (se tiver), vacinação atualizada, cartão do SUS e comprovante de endereço. Segundo o secretário de esporte, Leandro Gambeta, a Semel preparou dez polos e a novidade será a inclusão da zona rural de Parauapebas.

 “Além dos polos já conhecidos, vamos oferecer matrículas também no Bairro Novo Brasil que foi recém-inaugurado e umas maiores unidades da Semel, já na região da Palmares Sul e Palmares II, Vila Sansão, Cedere I e Vila Onalício Barros, de início a zona rural terá o futebol que foi o pedido dos moradores dessas regiões”, declarou o gestor da pasta.

A secretaria prevê que as aulas iniciem no mês de agosto desde ano e para que os novos alunos tenham conforto durante as aulas, o primeiro semestre desse ano a gestão da secretaria vem desde o mês de abril montado uma força tarefa para revitalizar os campos, e elaboração de projetos de construção para mais espaços esportivos de acordo com o coordenador geral de Esporte, Dinho Marcos.

 “Queremos que nossos alunos sejam recebidos com carinho, o departamento de obras e reformas tem cuidado da manutenção dos polos, nós também capacitamos os nossos instrutores com vários treinamentos para garantir o melhor para o público que vamos atender”, pontuou o coordenador de esportes.

Com mais de 20 anos de carreira, técnico Nacional Nível III e técnico da Seleção Municipal de vôlei das equipes infantil até 15 anos, infanto-juvenil e adulto (masculino e feminino, Dutor Hungria não vê a hora de recomeçar as aulas.

“Estou ansioso para conhecer meus alunos de vôlei e prepará-los para o futuro, a pandemia trouxe vários impedimentos para a continuidade do trabalho que fazemos aqui na Semel há quase 10 anos, mas a expectativa é grande de todos os professores, para isso estamos atentos a todos os cuidados para as aulas, desde a exigência da máscara, ter um número menor de alunos em sala de aula, e buscarmos nos adaptar a nova realidade que o mundo tem vivido”, declarou Hungria.

Você sabia?

A escolinha da Semel já fez parte da história de atletas mundiais como Thiego Marques que atualmente é integrante da Seleção Brasileira Paralímpica de Judô, ele está em fase classificatória para as Paralimpíadas de Tóquio que vão acontecer no Japão no mês de agosto desse ano, além do judoca, no esporte de quadra pode ser citado o atleta Max Lima que está se preparando para compor a Super Liga A de vôlei da cidade de Urbelândia (MG), uma das maiores equipes da modalidade no Brasil?

A Semel chega com uma nova proposta ao lançar o PEC. “Queremos que nossos alunos não só pratiquem o esporte porque gostam, mas se tornem profissionais do futuro em busca do rendimento e alto rendimento, nossa meta sempre foi e continuará sendo a inclusão dos nossos alunos em competições nacionais e internacionais”, declarou o secretário Leandro Gambeta.

Para mais informações sobre as matrículas, acesse a página do facebook/semelparauaebasoficial, o Instagram @semelparauapebas e pelo site da Prefeitura de Parauapebas (parauapebas.pa.gov.br) ou ligue 3346-7268.

Por Cleidi Rodrigues (Comunicação Semel) / Foto: Divulgação

Publicidade