Mototaxista executado na presença da filha em Breu Branco

A Polícia Civil investiga o assassinato de 'Irmão Aluísio', conhecido profissional da cidade, onde tinha também um pequeno comércio
Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on print
Imprimir

Continua depois da publicidade

O mototaxista e pequeno comerciante Aluísio Lisboa, 51 anos de idade, conhecido como “Irmão Aluísio”, foi assassinado a tiros na manhã desta segunda-feira dia (18), por volta das 7h30, no Bairro Castanheira, município de Breu Branco, sudeste do Pará. O homem conversava com a filha, na frente do estabelecimento comercial, quando um homem, que desceu de uma moto pilotada pelo comparsa, se aproximou e disparou três tiros contra ele, que morreu no local. A Polícia Civil investiga o caso. O corpo foi removido pelo IML de Tucuruí.

Conhecido na cidade por ser um profissional responsável, Aluísio exercia a atividade profissional de mototaxista havia muitos anos e também era dono de um comércio no bairro.

“Estava tomando café quando ouvi um barulho parecido com uma bombinha, mas aí vieram mais dois. E, quando saí na rua, vi dois homens fugindo em uma moto e o corpo do ‘Irmão Aluísio’ caído no chão”, disse uma vizinha ao estabelecimento, que pediu para não ser identificada.

Ao menos três tiros foram disparados contra Aluísio. Populares avisaram PM e Polícia Civil, que isolaram o local até a chegada de uma equipe do IML de Tucuruí, para onde o corpo foi encaminhado.

Publicidade

Relacionados