Homem executado com mais de 10 tiros na madrugada de Jacundá

Conhecidos dizem que ele não tinha inimigos e que era trabalhador. A Polícia Civil já começou as investigações para chegar aos assassinos
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Acerto de contas ou vingança. Essas devem ser as linhas de investigação adotadas pela Polícia Civil para esclarecer a motivação e identificar a autoria do assassinato de Francisco Frei de Souza, 42 anos de idade. Ele foi executado no início da madrugada de domingo (2), no Bairro Raio de Luiz, na cidade de Jacundá.

Ele era considerado uma pessoa trabalhadora e sem inimigos, por isso, a morte de Francisco ainda é um mistério. Após chamada por populares, uma viatura da Polícia Militar chegou ao local. Os policiais encontraram na cena do crime diversas cápsulas de arma de fogo que indicavam ser de munição ponto 40, de uso privativo das forças de segurança pública.

O homicídio aconteceu no meio da via pública, na Rua Itália à 00h13. Segundo os moradores, Francisco de Souza teria sido abordado por dois homens em uma moto e um deles atirou diversas vezes contra o homem, que caiu ferido com mais de dez perfurações a bala. Os dois suspeitos fugiram. Em seguida, familiares o socorreram, levando-o ao Hospital Municipal de Jacundá, onde ele já chegou sem vida.

A Polícia Civil de Jacundá abriu inquérito no sentido de investigar o assassinato e, até o momento, ainda não divulgou informações sobre a investigação. (Antonio Barroso)

Publicidade