Pará

Líder rural de Rio Maria executado na tarde de hoje com tiros na cabeça

O presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Rio Maria (STR), Carlos Cabral, foi assassinado na tarde desta terça-feira (11), por volta das 16h. O crime ocorreu na Avenida 22, no Setor Planalto, naquela cidade. Ele foi executado por dois homens que estavam em uma moto Honda Biz Preta. Eles fizeram quatro disparos, provavelmente de revólver calibre 38, contra a cabeça do líder rural. Cabral ainda chegou a ser removido em ambulância do Samu ao Hospital Municipal, mas já chegou moribundo.

As poucas informações que se tem ainda sobre a execução dão conta de que a dupla de pistoleiros fugiu pela Rodovia BR-155, em direção a Redenção. Cabral vinha sendo ameaçado de morte por conta de ter liderado várias invasões de terra naquela região, ao longo dos anos. Inclusive, já havia sofrido atentado de morte outras vezes, mas sempre escapava.

A Polícia Civil trabalha, desde o meio da tarde, nos primeiros levantamentos. E a Polícia Militar entrou pela noite caçando os matadores na região da BR-155, entre Rio Maria e Redenção.

Carlos Cabral é o terceiro presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Rio Maria assassinado no exercício do cargo. Em 18 de dezembro de 1985, o trabalhador rural e militante do Partido Comunista do Brasil (PCdoB) João Canuto, foi brutalmente assassinado com 12 tiros. Dois fazendeiros da região foram julgados e condenados pelo homicídio: Adilson Carvalho Laranjeira, prefeito de Rio Maria na época, e Vantuir Gonçalves.

Quase seis anos depois, em fevereiro de 1991, o sucessor de João Canuto na presidência do STR, Expedito Ribeiro de Souza, também foi assassinado. O mandante foi o fazendeiro Jerônimo Alves do Amorim, condenado a 19 anos de prisão.

O Blog do Ze Dudu acompanha o caso.

Por Eleuterio Gomes – de Marabá                  

Um comentário em “Líder rural de Rio Maria executado na tarde de hoje com tiros na cabeça

  1. Storni Júnior Responder

    É de extrema importância de que exista uma qualificação ou uma reciclagem para quem escreve as matérias deste referido meio de comunicação digital. Verificar , além das regras básicas de coesão jornalística,bem como uma lide mais ajustada com todo o contexto apresentado.

Deixe seu comentário