Parauapebas

Desrespeito: em Parauapebas estacionamentos públicos são cedidos à empresas privadas.

É incrível como em Parauapebas algumas coisas teimam em não funcionar, ou não funcionam porque falta colaboração do poder público ou do cidadão. Um dos itens que vem preocupando é …

É incrível como em Parauapebas algumas coisas teimam em não funcionar, ou não funcionam porque falta colaboração do poder público ou do cidadão. Um dos itens que vem preocupando é o trânsito, que a cada dia piora mais e mais.

É publico e notório a falta de espaço para tantos veículos, motos, caminhões e vans que diariamente circulam nas vias públicas de Parauapebas, assim como é precária a quantidade de locais para estacionarmos esses veículos.

Parece que só quem não vê isso é o funcionário da prefeitura de Parauapebas responsável pela liberação de espaços públicos às concessionárias de veículos e motos que expõem seus produtos para comercialização nos locais destinados a estacionamentos nas ruas E e F, na Cidade Nova, em um total desrespeito à população. Outrora, o fato acontecia de vez em quando e sempre nos finais de semana. Agora, os estacionamentos viraram pontos comercias das revendedoras de veículos e motos.

O Blogger tentou contato com a SEMURB para saber sobre o assunto mas não obteve sucesso. Contudo, já é necessária uma tomada de atitude para conter tais condescendências com essas empresas que deveriam agir como as outras de setores diferentes que aqui se instalam, buscando imediatamente a aquisição de um local para divulgação e comercialização de seus produtos. Ou será que tem alguém se beneficiando ao deixar que a população fique rodando com seus veículos atrás de um local para estacionar enquanto os estacionamentos, construídos com dinheiro público, são usados como pontos comerciais?

Outra pergunta que merece ser respondida por quem de direito: os impostos gerados com as vendas dos produtos comercializados em espaços públicos de Parauapebas são pagos e ficam em Parauapebas ou em Marabá, sede da maioria das empresas?

Se tais estacionamentos foram construídos para gerar receita ao município, que se cobre por ele. Mas que ele sirva de estacionamento à população, e não às empresas.

18 comentários em “Desrespeito: em Parauapebas estacionamentos públicos são cedidos à empresas privadas.

  1. lica Responder

    gente fala serio! e o ultimo ano do nosso prefeito ele tem que arrecadar ou melhor ajudar a cidade vizinha que e maraba com os imposto daki o hospital é uma vergonha nem lencol p os pacientes tem mais doaram para uma empresa privatizada tomar de conta para que a senhora 1º dama ser diretora e porque a semurb vai se manisfestar eles acham que estao reeleitos e se vc for reclama que é publico eles vem com 3 pedras na mao dizendo quem manda no estacionamento é eles

  2. Eleitor Arrependido Responder

    Vamos somar mais incoerências a isso: os supermercados, mercadinhos, algumas lojas e vários bares ou casa noturna, se dispõem de cones ou cavaletes de sinalização, como se tivessem autoridades para isso, para demarcar na frente de seus estabelecimentos as áreas de desembarque de seus produtos ou para estacionamento particular o que complica ainda mais a falta de estacionamento sem falar no abuso que é causado. E ai de quem derrube um cone! Um caso curioso é a mediação do bar Opção, no bairro da Paz, que além de outras violações do código de postura, utiliza a PM como guarda pessoal, separando espaço na rua para que o carro da polícia fique estacionado a noite toda para fazer a guarda do local. Quer ser preso é só estacionar na tal vaga. Absurdo amigos, tá bagunçado, sem polícia mesmo!

  3. Mister "M" Responder

    Meu caro,
    A cidade de Parauapebas é do Povo ou da Prefeitura?
    Pq a Prefeitura não retira tambem os out door de sua propriedade que so ta servido para campanha antecipada de seu pretendente sucessor.
    Será que o vale para os outros não serve para ela?
    Ou vale faça o que mando mas não faça o que faço!!!!

  4. ubiraci Responder

    vocês tão vendo, prefeitura versos povo, prefeitura 10 x povo ferro, não tem jeito só o povo que leva fumo em parauapbas, enquanto expulsaram o camelõ da lateral do estacionamento, colocaram as grandes vendedoras de veículos dentro do estacionamento, depois querem multar motorista por que não estaciona o seu veículo onde deveriam está. Ei quanto custa este espaço quero um, pra montar uma banca.

    INACREDITAVEL ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA FUTEBOL CLUBE

  5. Sei não, será? Responder

    Hoje me deparei com agentes do DMTT guinchando carros que estavam estacionados nas entradas, saidas e alguns paralelos à traseira de outros veículos nas proximidades da CEF e do BASA. Me dirigí a um agente e procurei se aquela atitude era correta, sendo que eu mesmo circulei por varios estacionamentos e não encontrei vagas. Em frente ao Farturão “antigo supermax” tem uma tenda enorme, com dezenas de veículos à venda, em um estacionamento público, que deveria estar servindo aos cidadões, clientes e até mesmo donas de casas que frequentam bancos, lojas e supermercados das proximidades. A resposta do agente foi de que nada poderiam fazer com relação às empresas que montaram suas extensões em área pública, porque com certeza tinham autorização de algum “peixe grande”. Fica aí minha indiguinação, e em contrapartida deixo uma pergunta: Cadê o MP e a Procuradoria do municipio,será que poderiamos contar com a
    presença e ação dessas repartições?

  6. Vicente Reis Responder

    É um problema que se não resolver logo, não resolve mais. Os estacionamentos públicos estão virando estacionamentos privados.

    Sou a favor da cobrança de taxa para utilização dos espaços, no intuito de evitar o uso perpétuo, como vem acontecendo. Fora essa utilização denunciada aqui, tem também aquela do cotidiano. Fulano tem um negócio nas proximidades dos estacionamentos, ele faz do estacionamento público, o estacionamento da sua empresa. Em frente ao Farturão da Rua 5, é cheio de carros de uma locadora que agora eu esqueci o nome. Em frente ao outro Farturão e do Alvorada então, cheio dos seus próprios caminhões. Se vc precisa usar, cadê o espaço? Só pra citar um exemplo.

    A taxação por hora tornaria o uso sistemático, financeiramente inviável, aumentaria o rodízio de carros utilizando os estacionamentos e ainda geraria renda ao município, que poderia ser revertida na conservação dos mesmos, por exemplo. E ainda nos livraria dos infernais flanelinhas, que se vc não tiver dinheiro, reclamam, te xingam, ameaçam, etc..

  7. Roberto Responder

    Pois é, como se não bastasse. Na Rua E em frente a Locarauto e Revemar Motos “entre a Rua 16 e o Quartel” os espaços públicos para estacionamento de veículos da população encontram-se lotados tanto de veículos da Locarauto quanto da Revemar e aí; Por onde andam as autoridades “constituidas” de Parauapebas ?

  8. Anônimo Responder

    Já tinha observado o estacionamento próximo à portaria. Algumas empresas tomam de conta do estacionamento. Por que não tem fiscalização para isso? Parece um lugar sem leis.

  9. Paulo Responder

    Interessante essa Materia! Tem “gente” lá na prefeitura que está com as orelhas queimando por causa dessa denuncia (rsrsr), e pelos comentário aqui postados a prefeitura vai ter que se explicar!!! Tem gente ganhando propina para liberar esses espaços para as locadoras e revemar. Desse o cacete nesses sem vergonhas da prefeitura. PARABÉNS ZE DUDU VC TOCOU NA FERIDA!!!

  10. OSVALDINHO Responder

    NAO VAI DEMORAR OS PLANELINHAS VAI COLOCAR UMA PORTARIA EM FRENTE DE CADA ESTACIONAMENTO E COBRAR A ENTRADA AQUI TUDO PODE, SEMURB SEM MORAL

  11. CIDADÃO DE OLHO Responder

    . . . . EM FRENTE AO BANCO SICREDI, CAIXA ECONOMICA O ESTACIONAMENTO ALI FOI FEITO PARA A LOCALIZA. FAZ ALGUNS ANOS QUE SOMENTE OS CARROS DAQUELA EMPRESA OCUPAM O ESTACIONAMENTO. SABE O QUE ACONTECE? NADA.

    A TAL DAGMA SABE MESMO É USURPAR MESA DE QUEM VENDE ESPETINHO, DE DONA DE CASA QUE COLOCA BOLO NA PORTA PARA VENDER.

    A TAL DAGMA NÃO GOSTA MESMO É DE GENTE POBRE, DE PESSOAS HUMILDES, QUE SÓ TEM UMA MESA E UM BOLO PARA VENDER E SALVAR O ARROZ COM FEIJÃO DO DIA.

    A TAL DAGMA SABE ATACAR, MORDER QUEM É POBRE, ELA NÃO VAI NOS ESTACIONAMENTOS, ELA NÃO VAI NAS GRANDES EMPRESAS QUE COLOCAM AS MERCADORIAS NAS CALÇADAS.

    NÃO ACREDITO QUE O PRÓXIMO PREFEITO IRÁ MANTER ESTE MAL, ESTA DOENÇA DENTRO DA PREFEITURA CHAMADA D A G M A.

  12. Sei não, será? Responder

    E um absurdo o que acontece aquí. Concordo pelnamente com a atitude da prefeitura de remanejar os camelôs para uma área adequada, não os deixando sem espaço para trabalhar, porque tambem são pais de familias. acho que deveriam olhar as calçadas ocupadas irregularmente na frente da feira do produtor e o mercado do peixe. A inoperancia é tão grande que virou um caos, agora reprimir é mais difícil do que seria não permitir no início. Agora vem essas concessionárias, que invadem os poucos espaços que temos para estacionar! e mais uma vez a semurb não faz nada. Será que estão levando alguma coisa ou é incompetencia mesmo?

  13. OSVALDINHO Responder

    ZE TEM COISA QUE SO ACONTEÇE AQUI, O QUE ACHO ENGRAÇADO E QUE QUANDO A DAGMA,VER UM OUTDOOR ELA MANDA RECOLHER, QUANO VER UM AMBULANTE ELA MANDA TIRAR, QUANDO ELA VER UMA CAIXINHA DE SOM NA PORTA DO COMERCIO FAZENDO PROPAGANDA ELA MANDA RECOLHER, QUANDO A LOCALIZA, LOCARAUTO E REVENDEDORES DE VEICULO OCUPA OS ESTACIONAMENTO PUBLICO FEITO PARA POPULAÇÃO ELA NAO TEM CORAGEM DE TIRAR, E AGORA VEM A REVEMAR TODA SEMANA E MONTA FEIRAO FICA QUINTA SEXTA SABADO E NINGUEM FAZ NADA, CADE O DMMT O ROQUE O PREFEITO, RAPAZ QUE CIDADE SEM MORAL. ISSO E UMA VERGONHA

  14. X3 Responder

    Enquato isso a CDL solicitou o fechamento de uma rua para o evento do Mérito Lojista que acontecerá neste domingo e lhe foi negado pelo Dmtt, lembrando que este evento é feito para as empresas que geram dinheiro e pagam seus impostos em Parauapebas. Será que faltou a verba extra para liberação da via?

  15. VITOR Responder

    E o MINISTÉRIO PUBLICO NÃO SE PRONUNCIA PORQUE?
    É atualmente em Parauapebas o único orgão a quem “ainda” temos esperança em acreditar e recorrer!!!
    ZÉ continue denunciando.

  16. Roberto Responder

    Bem de imediato tem que proibir esse tipo de ação e para o futuro fazer o Plano Diretor de Parauapebas, normatizando a utilização de espaços e racionalizando mais o trânsito que realmente é um CAOS!

  17. Midas Responder

    Aqui em Marabá nao é diferente, zé dudu. Neste momento no estacionamento da VP-08 a FIAT atraves da Zucavel está com um stand na area de estacionamento publico, com veiculos no patio e até um caminhao guincho com um veiculo a 50m de altura para atrair atenção.

    Marabá é terra de ninguem.

Deixe seu comentário