Agente de trânsito de Jacundá morre após infecção pelo novo coronavírus

Pereira era atuante nas ações de combate à proliferação da doença na cidade, mas acabou sendo vítima dela
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

O agente de trânsito Jedaias Pereira Oliveira, 39 anos de idade, não resistiu à covid-19 e morreu, por volta de 22h de ontem, quarta-feira (10), em Marabá. Familiares e amigos homenagearam a vítima durante cortejo fúnebre em direção ao cemitério da cidade de Jacundá, na manhã desta quinta-feira (10). O prefeito Itonir Tavares lamentou a morte.

Internado havia cerca de dez dias na rede pública de saúde para tratamento da doença, o agente Pereira, como era identificado na corporação, lutou para vencer a enfermidade. Ficou internado em uma UTI e depois intubado. O último boletim médico divulgado à família na tarde de ontem informava que o paciente apresentou insuficiência renal, febre e outros sintomas graves da doença.

De acordo com a direção do Departamento Municipal de Trânsito Urbano de Jacundá (DMTU), o agente Pereira atuava com as demais forças de segurança de Jacundá no combate à proliferação do novo coronavírus, na fiscalização do trânsito, em barreiras sanitárias e toque de recolher.

“Um servidor público municipal muito dedicado, amigo leal e deixou uma história de amizade, profissionalismo e treinamento aos companheiros do DMTU”, disse o prefeito Itonir Tavares (PL).

Em Jacundá, a covid-19 infectou 2.057 moradores e fez vítima fatais um total de 65 pessoas. A taxa de ocupação hospitalar estava em 31,25%. Essas informações foram publicadas no dia 8 deste mês, às 20h. Segundo a Secretaria de Saúde as forças de segurança estão sendo imunizadas contra a covid-19.

(Antonio Barroso)

Publicidade