Tucuruí: PC prende em flagrante homem que atirou e matou colega de caça

O crime aconteceu, nesta quarta-feira (6), na Ilha do Piquiá. O acusado foi preso em Breu Branco, onde tentava se esconder
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Em um trabalho rápido de investigação, a equipe de Homicídios da 15ª Seccional Urbana de Tucuruí, no sudeste do Pará, desvendou e prendeu o autor da morte de um homem na Ilha do Piquiá, localizada no município. O crime aconteceu na tarde desta quarta-feira (6).

O acusado, identificado como Nerivaldo Moreno de Araújo, foi preso ainda ontem quando tentava aportar a embarcação em que fugiu da ilha no município de Breu Branco. Segundo a Polícia Civil, a vítima, Adacson Pompeu Baia, o acusado e uma terceira pessoa estavam caçando na Ilha.

Nerivaldo atirou acidentalmente no companheiro de caça e fugiu do local do crime

As três pessoas entraram na mata atrás de um animal silvestre e acabaram se separando. Nerivaldo, ao perceber uma movimentação na mata, sem ver o que era, efetuou um disparo em direção ao movimento e atingiu fatalmente Adjacson.

Ainda no decorrer das investigações, os policiais apuraram que, após ver que tinha atingido o companheiro de caça, Nerivaldo, ao invés de buscar ajuda, fugiu do local. Ele foi indiciado pelos crimes de homicídio culposo majorado pela fuga, cumulado com o crime de porte ilegal de arma de fogo.

O delegado responsável pelo caso já representou pela prisão preventiva dele. Nerivaldo será recambiado para Tucuruí, onde vai responder pelo crime.

Tina DeBord