Tucuruí: À CPI, Delegado Geral afirma que assassinatos e desaparecimentos têm ligação direta com caso Jones William

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on print
Imprimir

Continua depois da publicidade

O Delegado Geral da Polícia Civil do Pará, Riomar Firmino, prestou depoimento aos membros da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) na tarde desta quarta-feira (21), em Tucuruí, onde reafirmou que o inquérito que trata do assassinato de Jones William da Silva Galvão já está finalizando.

Aos parlamentares que apuram o envolvimento de Josenilde Brito, mãe do prefeito afastado Artur Brito, no assassinato, já foi remetido à Justiça e “agora só depende do Judiciário para a tomada das providências”.

Onze pessoas foram indiciadas e, ao ser indagado sobre o desfecho das investigações, Firmino disse que “uma coisa é certa: tanto o assassinato do empresário Zé Davi, o sumiço dos dois irmãos, o filho e mais um amigo, têm ligações diretas com o assassinato do prefeito Jones William”.

O depoimento compõe as investigações que apuram denúncias de improbidade administrativa de Artur Brito, e o desfecho das apurações serão apresentadas em sessão ordinária no próximo dia 6 de março na Câmara Municipal.

Publicidade

Relacionados