Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
jacundá

Trio de Marabá e Abel é preso após roubo de gerador da Vivo em Jacundá

Eles não sabiam que o equipamento tinha rastreador digital e acabaram nas mãos da polícia

Estão presos na Delegacia de Polícia Civil de Jacundá Bruno Artur Silva da Silva, Leiviano Santos e Iarley Sebastião Oliveira Silva sob a acusação de roubo de um gerador de energia da operadora de telefonia móvel Vivo. Uma guarnição da Polícia Militar efetuou a prisão dos envolvidos numa estrada vicinal do município.

Segundo o major Fábio Rayol, comandante da 18ª CIPM, de Jacundá, o roubo aconteceu por volta das 5 horas, na PA-150 (aproximadamente 5 quilômetros da cidade, quando os envolvidos arrombaram a grade de proteção da torre de telefonia e furtaram o gerador de energia que abastece os equipamento eletrônicos da empresa de telefonia Vivo.

Às 10h desta quarta-feira, 1º de agosto, a empresa prestadora de serviço de monitoramento da referida operadora entrou em contato com o major Fábio Rayol, informando sobre o furto e repassou as coordenadas de localização do equipamento furtado.

 

 De imediato, foi realizada a localização através do Google Maps, em seguida a guarnição do sargento Elias deslocou-se para o local, onde foi encontrado o gerador na vicinal do Chico Mineiro, onde foram detidas as três pessoas nomeadas acima. O equipamento estava sobre um caminhão ¾, estacionado na vicinal, a 18 quilômetros da cidade de Jacundá.

Veja também:  Professor da Educação Infantil preso acusado de estuprar aluna em Parauapebas

Bruno Artur Silva da Silva tem 38 anos e reside à Rua Major Veloso nº 27, em Marabá; Leiviano Santos, 31, morador da Av. JK nº 60, Abel Figueiredo; e Iarley Sebastião Oliveira Silva, 20 anos, residente à Rua Major Veloso, nº 35, Marabá.

Todos foram conduzidos para a DEPOL de Jacundá e foram apresentados ao delegado de Polícia Sérgio Máximo.

Deixe uma resposta