Foragido da Justiça morre em troca de tiros com policiais militares de Jacundá

Ele ainda foi socorrido, mas não resistiu aos ferimentos. Um comparsa foi preso
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print
Arma de fogo encontrada com foragido

Continua depois da publicidade

Moto apreendida e registrada na condição de furto ou roubo pelo Detran

Uma intervenção policial resultou na morte de um foragido do sistema prisional paraense e na prisão de um comparsa. Além disso, os policiais apreenderam uma arma de fogo e uma motocicleta. O caso aconteceu na manhã deste domingo (18), em um balneário localizado no Bairro Cidade Nova, em Jacundá, região sudeste do Pará.

Nesta manhã, a 18ª Companhia Independente de Polícia Militar de Jacundá recebeu, por meio de ligação telefônica, a informação de que dois homens estavam atirando a esmo no balneário conhecido como Daline, às margens do Rio Arraias, no Bairro Cidade Nova.

Uma guarnição enviada ao local foi recebida a tiros de arma de fogo. Na refrega, o foragido da Justiça identificado pelo nome de Denilson Alves Medeiros, 35 anos de idade, acabou ferido e não resistiu. Ele faleceu a caminho da unidade pública de saúde da cidade. O comparsa João Elias Almeida e Silva foi preso e apresentado na Delegacia de Polícia Civil de Jacundá. Denilson era considerado foragido desde novembro do ano passado, quando ganhou permissão de saída temporária.

Os PMs apresentaram também o revólver calibre 38 com munições intactas e duas cápsulas, e ainda uma motocicleta modelo Pop, que está na condição de furto ou roubo no sistema do Departamento de Trânsito do Estado (Detran). (Antonio Barroso)