Travesti executada a tiros no Beira Rio I na madrugada desta quarta-feira

O assassinato pode ter sido motivado por vingança de um cliente atacado recentemente pela vítima e por colegas dela
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

A travesti Joás Sena Cardoso, 21 anos, foi executada com seis tiros na cabeça, por volta da 0h30 da madrugada desta quarta-feira (28). O crime ocorreu na esquina da Avenida Presidente Kennedy com a Rua Rio Azul, no Bairro Beira Rio I e foi cometido por um desconhecido que chegou em uma moto pilotada por um comparsa.

O motivo do crime ainda é desconhecido, mas pode ter sido motivado por vingança. Conforme informações repassadas à Polícia Civil, recentemente a travesti teria tomado o celular de um cliente a quem prestou serviços, mas que se recusava a pagar o valor combinado. Joás, com a ajuda de colegas, ainda teria aplicado uma surra no homem.

Duas balas atingiram o crânio de Joás, outras duas as costas e mais duas os braços. Na hora da execução, as demais travestis que se encontravam na esquina em que aconteceu o crime saíram correndo, apavoradas, temendo também morrer pelas balas dos atiradores.

(Caetano Silva)

Publicidade