TRE marca para 3 de outubro eleição suplementar em Goianésia do Pará

Estarão em disputa os cargos de prefeito e vice-prefeito, uma vez que os votos do candidato vencedor em novembro de 2020 foram anulados
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

O Tribunal Regional Eleitoral do Pará (TRE-PA) definiu provisoriamente a data de 3 de outubro deste ano para realizar a eleição suplementar para prefeito e vice-prefeito do município de Goianésia do Pará, localizado na região sudeste paraense. A data foi definida em sessão plenária nessa terça-feira (27).

O anúncio feito pela desembargadora e presidente do TRE, Luzia Nadja Guimarães Nascimento, traz a informação de que o tribunal segue na preparação da eleição. E que a data, inicialmente, atende às exigências das autoridades de saúde em relação à pandemia do novo coronavírus. Atualmente o município está no bandeiramento vermelho.

Participaram da reunião, o juiz eleitoral Andrey Barbosa, da Zona Eleitoral de Breu Branco; o procurador eleitoral Felipe de Moura Palha; o promotor eleitoral Carlos Alberto Lopes; o diretor geral do TRE, Felipe Brito; o representante da Corregedoria.

Entenda

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) julgou por unanimidade, e negou provimento ao Recurso Especial Eleitoral, mantendo o indeferimento do registro de candidatura de recorrente Itamar Cardoso do Nascimento ao cargo de prefeito, tornando definitiva a anulação dos votos da chapa por ele integrada e determinando a imediata comunicação ao TRE do Pará para que nova eleição majoritária no município de Goianésia do Pará. Itamar venceu as eleições de 15 de novembro passado com 6.201 votos, 40,17% dos votos válidos, mas, com a decisão do TSE, a votação foi anulada.

(Com informações do TRE-PA)

Publicidade