Prefeitura de Xinguara faz compra de pneus por “bagatela” de R$ 2 milhões

Governo de Osvaldinho, que viu receita aumentar mais de R$ 10 milhões de um ano para outro, acelera nos retoques de sua frota própria mediante aquisição de 1.522 pneus para seus veículos.
Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on print
Imprimir

Continua depois da publicidade

O governo de Osvaldo de Oliveira Assunção, o “Osvaldinho”, acelera o passo para tocar uma licitação milionária com vistas à manutenção de veículos e máquinas pesadas da Prefeitura de Xinguara. Na última sexta-feira (22), o prefeito fez publicar o edital do Pregão 9-2019 e já no dia 12 de março, às 9 da manhã, a concorrência será realizada. Valor do contrato? R$ 1.975.684,81. Ganha quem apresentar o menor preço global para a empreitada.

Com arrecadação líquida de R$ 117,2 milhões em 2018, a Prefeitura de Xinguara está animada para adquirir pneus e câmaras de ar que, segundo alega a Secretaria Municipal de Administração, vão possibilitar o funcionamento de diversos órgãos do Poder Executivo local. Não é demais lembrar que, atualmente, a administração de Osvaldinho é uma das 30 do Pará que mais arrecadam, de acordo com dados levantados pelo Blog do Zé Dudu junto à Secretaria do Tesouro Nacional (STN). Aliás, a receita líquida da prefeitura deu um salto de mais de R$ 10 milhões entre 2017 (quando encerrou em R$ 105,7 milhões) e 2018.

Talvez por isso, a prefeitura julgue ter fôlego financeiro para adquirir 327 pneus de automóveis por R$ 113 mil; 486 pneus de caminhonetes e micro-ônibus por R$ 421 mil; 372 pneus de ônibus e caminhão por R$ 619 mil; e 259 pneus agrícolas por R$ 706 mil. Ainda tem 78 pneus de moto por aproximadamente R$ 16 mil, além de gastos com câmaras de ar e de protetores do tipo fitão. Os recursos para pagamento dos quase R$ 2 milhões propostos para a prestação de serviços devem sair dos cofres de todas as secretarias municipais.

Contas em 2019

O Blog levantou que, pela Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2019, Osvaldinho espera que entrem nos cofres R$ 140,02 milhões em receitas este ano. Desse montante, cerca de R$ 70 milhões devem ser utilizados com folha de pagamento. Apesar de ser um município com dinâmica agropecuária latente, detentor de 530 mil cabeças de gado, 83% do faturamento da prefeitura vêm de transferências constitucionais.

O Fundo de Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb) é o maior ganha-pão de Xinguara, com entradas da ordem de R$ 32 milhões. As cotas do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), no valor de R$ 22,4 milhões, e do Fundo de Participação dos Municípios (FPM), no total de R$ 21 milhões, são praticamente o dobro da arrecadação de taxas e impostos locais, no valor de R$ 11,4 milhões.

Relacionados