Redenção

Prefeitura de Redenção vai gastar quase R$ 10 milhões com aluguel de veículos

Governo assume deficiências no atendimento dos órgãos públicos e justifica que frota própria não dá conta de suprir as demandas. Licitação daria para comprar 162 carros de passeio.

Na semana que vem, precisamente na quarta-feira (17), será dada a largada a um pregão presencial por meio do qual a Prefeitura de Redenção, no sul do Pará, vai contratar empresa que emprestará veículos e máquinas pesadas para uso da administração de Carlo Iavé. O município estima gastar nada mais nada menos que R$ 9.714.660,00, o correspondente 6% da receita líquida arrecadada pela prefeitura ano passado. A licitação pode ser acompanhada aqui.

Doze carros de passeio hatches, doze caminhonetes, dez caçambas, quatro motoniveladoras, quatro picapes, quatro vans, dois ônibus com capacidade para 46 passageiros sentados, caminhões de vários tipos, entre outros veículos, estão no pacote da multimilionária locação com duração de um ano. Em termos comparativos, o valor disponível para locação pela prefeitura seria suficiente para comprar 162 carros populares com valor aproximado de R$ 60 mil. É muito dinheiro.

Mas, no entendimento da Secretaria Municipal de Administração, que está comandando o certame, o custo vale o benefício. É que, segundo a pasta, a Prefeitura de Redenção possui “deficiências no atendimento pleno das atividades exercidas pelas secretarias e órgãos da administração no que tange o deslocamento e locomoção dos servidores ou munícipes” que se valem de veículos da frota municipal. Para piorar, a frota atual do município não estaria dando conta de todas as demandas. Por isso, o governo “vê como uma das possíveis soluções a contratação de empresas para prestar serviços de locação de veículos”.

Deixe seu comentário