Paysandu vence o São Francisco em Santarém e segue na liderança do Grupo A2 do Parazão

O Papão é o único invicto do estadual e não teve dificuldades contra o Leão santareno
Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on print
Imprimir

Continua depois da publicidade

O Paysandu Sport Club segue impossível no Campeonato Paraense de 2019. Como o único time invicto do Parazão, o Papão foi na noite deste domingo (10), até o Estádio Jader Barbalho, o Barbalhão, em Santarém, enfrentar o São Francisco, em partida válida pela sétima rodada do estadual. Os bicolores não tomaram conhecimento dos donos da casa e fizeram 3 a 0, sem muitas dificuldades.

O time bicolor abriu o placar com o gol de Vinícius Leite, aos 15 minutos do 1° tempo. Não demorou muito e o Papão ampliou ainda na primeira etapa, com o zagueiro Victor Oliveira, de cabeça, aos 23 minutos. Para fechar a conta e confirmar a liderança, o zagueiro Micael, também de cabeça, ampliou para 3 a 0, aos 33 minutos do segundo tempo de partida. Rolou até um olé da Fiel Bicolor nas arquibancadas do Estádio Barbalhão.

Com mais um triunfo, o Papão segue na liderança do Grupo A2, agora com 17 pontos conquistados, enquanto que o São Francisco segue na incomoda lanterna do Grupo A1, com apenas 4 pontos. Se terminasse hoje o Parazão, o Leão de Santarém seria rebaixado de volta para a Segundinha.

O jogo: São Francisco 0 x 3 Paysandu – Fora o baile!

O São Francisco tomou a iniciativa do jogo. O meia Wendell arriscou um chute, a bola explodiu na zaga bicolor e na sobra, o volante Boquinha também experimentou, mas a redonda bateu novamente na defesa do Papão. Outra vez o Leão chegou com Alexandre, que disparou e a bola foi para fora. O Lateral-direito Pedro Henrique avançou e cruzou, mas o cruzamento foi nas mãos do goleiro Mota que fez a defesa para o time de Belém.

O Paysandu abriu o placar na primeira chegada. Marcos Antônio cruzou na área, Paulo Rangel disputou a bola, que ficou para Nicolas cabecear, a redonda tocou na trave e sobrou para Vinícius Leite mandar para o fundo do barbante, 1 a 0, aos 15 minutos. Festa da Fiel Bicolor no Estádio Barbalhão. Não demorou muito e o Papão ampliou. Marcos Antônio cobrou escanteio, o zagueiro Victor Oliveira subiu sozinho e de cabeça mandou para o gol, 2 a 0, aos 23 minutos.

O time de Santarém tentou diminuir quando a bola foi lançada na área, o atacante Rafael Paty pegou de mau jeito e acabou caindo no gramado sentido dores. No segundo tempo, o Paysandu só fez administrar a boa vantagem no placar e segurou o adversário. Quando chegava ao ataque, o Papão levava perigo. Nicolas mandou um chutaço de fora da área e Labilá fez uma grande defesa.

Na outra chegada do Paysandu, não teve jeito. Aos 33 minutos, Leandro Lima cobrou escanteio e o zagueiro Micael subiu de cabeça e balançou as redes do goleiro Labilá, 3 a 0 para o Papão. Só dava Paysandu. Nicolas deu bom passe para Elielton, que se se livrou da marcação, encarou o goleiro Labilá e tentou devolver para Nicolas, mas a zaga do Leão fez o corte. Daniel Papa-léguas tentou diminuir para os donos da casa e disparou um chute forte, mas mandou para fora.

Com o placar elástico, a Fiel Bicolor começou a cantar olé quando os bicolores tocavam a bola. O árbitro Dewson Fernando Freitas da Silva, paraense da FIFA, levou até aos 48 minutos. Placar final: São Francisco 0 x 3 Paysandu.

FICHA TÉCNICA

SÃO FRANCISCO: Labilá; Pedro Henrique, Careca, Douglas e Rafael Reis; Boquinha (Ramon), Wendell (Jefferson Monte Alegre), Cristian Belém e Alexandre; Rafael Paty (Daniel Papa-léguas) e Yan. Técnico: Júnior Amorim

PAYSANDU: Mota; Fábio Alemão, Micael, Victor Oliveira e Diego Matos; Jhony Douglas, Marcos Antônio (Leandro Lima) e Thiago Primão (Wylliam); Nicolas, Vinicius Leite e Paulo Rangel (Elielton). Técnico: João Brigatti

Árbitro: Dewson Fernando Freitas da Silva – FIFA

Assistentes: Jonatan Leoni Lopes e Raimundo Nonato Pereira

Quarto árbitro: Silvério Ferreira Pinto

Cartões amarelos: Careca, Boquinha e Alexandre (São Francisco); Thiago Primão e Micael (Paysandu)

Gols: Vinícius Leite, aos 15, e Victor Oliveira, de cabeça, aos 23 minutos do 1° tempo; Micael, de cabeça, aos 33 minutos do 2° tempo para o Paysandu

Local: Estádio Jader Barbalho, o Barbalhão, em Santarém

Renda: R$ 15.360,00

Pagantes: 584

Credenciados: 493

Total: 1.077

Classificação do Parazão 2019

Por Fábio Relvas / Foto: Naum Jhon dos Santos Almeida/Lumion Fotografia

Publicidade

Relacionados