Parauapebas: Produtores de leite da APA do Gelado se unem para criar cooperativa

A cooperativa vai ser oficialmente criada no dia 4 de julho deste ano. O objetivo é fomentar a cadeia leiteira da região e melhorar a qualidade de vida dos produtores locais
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Os produtores de leite da Região da APA do Igarapé Gelado, na zona rural de Parauapebas, estão unindo forçar para criar uma cooperativa. As ações com esse objetivo já estão bem adiantas e está marcada para o dia 4 de julho a criação oficial da Cooperativa de Produtores de Leite da APA.

No último domingo (13), os produtores realizaram uma reunião para discutir detalhes da formação da entidade. A reunião aconteceu na sede da Aproapa, na APA do Igarapé Gelado. Segundo o presidente da Aproapa, Fábio Marques, durante a reunião foi apresentado e discutido o passo a passo da constituição da cooperativa, assim como foi feita a apresentação do Diagnóstico da Produção de Leite na Região para o funcionamento do Laticínio Estação.

Também foi feita a apresentação da Proposta de Estatuto Social, nome da Cooperativa e o valor da quota- parte de cada associado. Após todas as discussões e dirimidas todas as dúvidas, os produtores concordaram e marcaram para o dia 4 de julho a fundação da cooperativa, que será em solenidade realizada na Estação Conhecimento APA do Igarapé Gelado.

De acordo com Fábio Marques, nessa jornada para criar a cooperativa já foram visitadas 19 propriedades de produtores de leite na APA. Atualmente, a média de produção diária de leite na região é de 1.365 litros. A perspectiva, após a criação da cooperativa, é que essa produção salte para 2.650 litros/dia.

Ao todo, 22 produtores já assinaram o Termo de Adesão para criação da entidade. Segundo Fábio, entre os benefícios da cooperativa estão à industrialização e comercialização do leite e seus derivados, o que vai gerar mais ganhos econômicos aos produtores.

Fábio enfatiza que, no momento, a cooperativa vai funcionar apenas com a produção da APA, mas futuramente irão buscar parcerias em todas as regiões produtoras de leite do município.

Tina DeBord