Parauapebas

Parauapebas Futebol Clube tem fim de semana de eleições

Em uma eleição tranquila, Túlio da Portal é reeleito presidente do Parauapebas Futebol Clube. Hoje (06) pela manhã Benigno Leite foi eleito, também, presidente do Parauapebas. Decisão sobre as eleições …

Em uma eleição tranquila, Túlio da Portal é reeleito presidente do Parauapebas Futebol Clube. Hoje (06) pela manhã Benigno Leite foi eleito, também, presidente do Parauapebas. Decisão sobre as eleições presidenciais do clube vai parar na justiça.

Por Fábio Relvas

Por dois dias seguidos, os sócios do Parauapebas Futebol Clube (PFC), foram convocados para eleger o presidente para os próximos dois anos. O detalhe é que o pleito foi feito em duas eleições, sendo que cada uma com apenas uma chapa concorrendo.

A primeira delas ocorreu na última sexta-feira (5), quando Túlio da Portal foi reeleito. A segunda baseada no estatuto do clube foi realizada na manhã do último sábado (6), na Câmara Municipal de Parauapebas, em convocação feita pelo presidente da Assembleia Geral do clube, Jair Diogo.

Dentro de campo o Parauapebas Futebol Clube (PFC) realizou uma excelente campanha no Parazão 2015. Além da segunda colocação na classificação geral, com 22 pontos, o Trem de Ferro conquistou vagas na Copa do Brasil e Copa Verde em 2016. Com isso o clube ganhou notoriedade no cenário esportivo.

“O Túlio foi bem com o PFC dentro de campo, mas fora dele foi bastante enrolado, nunca prestou conta e queria fazer tudo sozinho, ser presidente, marketing, diretor e entre outras funções dentro do clube. Isso não existe. Segundo as palavras do próprio Túlio, que falou que foram os dois piores anos da vida dele quando assumiu o Parauapebas”, falou Jair Diogo.

Eleição do Túlio
Em uma eleição realizada na noite da sexta-feira (05), na sede da Portal, o atual presidente Túlio da Portal, foi reeleito pelos sócios do clube. Com apenas uma chapa inscrita, Túlio comandará o PFC pelos próximos dois anos, ao lado de Robervaldo de Freitas que será seu vice.

O clube tem um total de 230 sócios, mas apenas 99 estavam aptos a votar. “Eu havia falado que não iria mais concorrer, mas pelas dificuldades que passei tive forças para seguir. Tenho experiência suficiente para comandar o clube por mais dois anos”, afirmou Túlio da Portal.

Além do pleito, Túlio da Portal mostrou números relacionados a prestação de contas do ano de 2015. A eleição ocorreu com certa tranquilidade e nem foi preciso o voto dos sócios presentes, apenas concordaram por unanimidade pela permanência do atual presidente.

Para consolidar a vitória, os sócios assinaram a ata da eleição. Também foi formado um conselho fiscal por aclamação. “Recebemos uma folha de R$ 1.194.114,44 e terminamos com um saldo positivo de R$ 43.954,06. Queria agradecer o apoio da prefeitura, comércio local, empresários e sócios, que contribuíram para que eu pudesse seguir”, declarou Túlio.

Eleição do Benigno
Já na manhã deste sábado, a Chapa “Renovação e Transparência” foi eleita pelos sócios, tendo como a Diretoria Executiva: Benigno Leite (presidente), Reticlyve Barbosa (1° vice-presidente), Silvio Elizeu (2° vice-presidente), Benonias de Sousa (1º secretário); Marivaldo Cruz (2° secretário) e Edson Wagner (diretor financeiro). A chapa foi formada obedecendo às normas do estatuto do clube. “Nós fomos a primeira chapa lançada e o certo seria ter outra para concorrer. Fizemos tudo na norma do estatuto e agora vamos esperar a justiça decidir”, afirmou Benigno Leite, eleito como presidente do Parauapebas.

O pleito não demorou muito e os sócios presentes assinaram a ata da eleição e confirmaram seu voto na chapa “Renovação e Transparência”. Benigno Leite já traça planos para o futuro do clube e um dos objetivos é valorizar os jogadores prata da casa. “Vamos valorizar os jogadores prata da casa, é o que temos de melhor. Vamos construir um CT (Centro de Treinamento) para garimpar jovens atletas”, declarou Benigno.

Com todo esse imbróglio na eleição presidencial do Parauapebas Futebol Clube, a decisão sobre resultado das eleições vai parar na justiça a partir desta segunda-feira (08). “Faltou sabedoria de ambas as partes. O maior sentimento tem que ser pelo clube, o Parauapebas, que representa a nossa cidade, vai disputar competições importantes como a Copa do Brasil e a Copa Verde. Isso tudo vai acabar no tapetão e vai desgastar ainda mais os envolvidos. Alguém vai sair ferido”, disse Zacarias Marques, vereador e sócio do Parauapebas.

Deixe seu comentário