Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Futebol

Atlético Paraense vence o Primavera em mais um amistoso visando a Segundinha

O time do técnico Marcelo Cardoso alcançou a sua quarta vitória em quatro jogos
Continua depois da publicidade

Na manhã deste domingo (16), o Clube Atlético Paraense voltou a realizar um jogo amistoso no Estádio José Raimundo Roseno Araújo, o Rosenão, em Parauapebas. A partida foi contra o time do Primavera, que disputa a primeira divisão do Campeonato Municipal da cidade. Os comandados do técnico Marcelo Cardoso venceram, por 3 a 0, em mais um teste visando a Segundinha do Parazão.

O Atlético chegou à sua quarta vitória em quatro jogos amistosos. Os gols da equipe do Tricolor do Norte foram assinalados somente por atacantes, que estão mostrando serviço e fazendo suas devidas funções. Monga abriu o marcador ainda no primeiro tempo de partida; o garoto Guga, o chamado Gugagol, deixou sua marca na metade do segundo tempo e Joãozinho fechou o marcador, assinalando nos minutos finais.

Até o momento, o Atlético só realizou jogos amistosos contra equipes amadoras, devido às dificuldades que vem encontrando em marcar partidas contra times profissionais. Apesar disso, o nível técnico dos jogos-treino tem sido considerado alto pela comissão do Tricolor do Norte, que vem testando a equipe e dando uma boa dinâmica de jogo.

“Foi bom o amistoso contra um adversário tradicional da cidade, que faz parte do futebol amador, mas de qualquer forma o nível tem sido relativamente bom nesses jogos-treinos como o de hoje. As equipes vêm sempre muito fechadas e empenhadas em não perder com um placar elástico. A gente tem essa dificuldade de marcar jogos contra equipes profissionais, mas está sendo bom, estamos testando a dinâmica da equipe e já houve uma evolução,” afirmou Marcelo Cardoso, técnico do Atlético.

Veja também:  Atlético Paraense vence o CRAP no Rosenão em mais um amistoso visando a Segundinha

A equipe que entrou em campo e venceu bem a representação do Primavera teve como titulares: Roger Kath; Matheus Moreno, Léo Azevedo, China e Juninho; Matheus Pereira, Chicão e Daniel; Luciano, Monga e Guga. Ficaram como suplentes, também sendo utilizados no decorrer da partida: Gibson, Leonardo, Vitor Hugo, Lucas Ewen, Cleideson, Maikin, Gabriel, Lucas, Felipinho, Joãozinho e Bebeto. O treinador elogiou a postura da equipe, que poderia ter saído com um placar elástico.

“Estamos conseguindo fazer umas ações com um pouco mais de intensidade, principalmente no último terço do campo. Já estamos conseguindo aumentar o nosso poder de finalização: fizemos três gols e poderíamos ter feito mais; criamos e perdemos umas boas possibilidades, chances reais de gols. Poderiam ter sido uns cinco ou seis. É dar prosseguimento testando algumas variações na equipe, algumas possibilidades de mudanças de jogadores e esquema de jogo também. É parte do trabalho que está sendo realizado e já estamos entrando nessa fase final de preparação, buscando um pouco mais de intensidade,” avaliou Marcelo Cardoso.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Deixe uma resposta