No clássico dos desesperados, São Francisco vence o São Raimundo e respira no Parazão

O Leão virou para cima do Pantera e venceu pela primeira vez no Campeonato Paraense
Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on print
Imprimir

Continua depois da publicidade

São Raimundo e São Francisco se enfrentaram na noite deste domingo (17), no Estádio Jader Barbalho, o Barbalhão, em Santarém, pela 5ª rodada do Campeonato Paraense de 2019. O Rai x Fran foi bastante equilibrado nos 90 minutos, mas no clássico dos desesperados, o Leão virou para cima do Pantera e venceu, por 2 a 1, conquistando o primeiro triunfo na competição e afundando de vez o rival na zona de rebaixamento.

Com o resultado, o São Francisco foi para quatro pontos no Grupo A1, ainda na lanterna, mas ficou a um ponto do quarto colocado, que é o Castanhal com cinco pontos. Já a situação do São Raimundo é crítica. O time é o único que ainda não venceu no estadual e segue com apenas um ponto, no Grupo A2, estando quatro pontos atrás do quarto colocado, que é Tapajós com cinco pontos.

O São Raimundo bem que saiu na frente no clássico com o gol de cabeça do zagueiro Guilherme Moller, aos 25 minutos do 1° tempo. Na etapa derradeira, o estreante técnico Júnior Amorim mexeu no ânimo da equipe do São Francisco, que virou o jogo. Rafael Paty assinalou, de cabeça, aos 14, e Jefferson Monte Alegre, também de cabeça, garantiu a vitória, aos 21 minutos.

O jogo: Pantera 1 x 2 Leão – De virada!

O São Raimundo começou melhor o clássico. O meia Jeová arriscou de fora da área e obrigou o goleiro Labilá a fazer uma grande defesa. Em uma falta perigosa para o Pantera, o lateral-direito Clayton cobrou rasteirinho com perigo, o goleiro Labilá foi buscar outra vez. Novamente o São Raimundo com Clayton, que cruzou da direita com perigo, a bola passou do goleiro Labilá e o zagueiro Douglas afastou de qualquer maneira.

De tanto insistir, o Pantera abriu o marcador. Leandro Mendes cobrou falta na área e o zagueiro Guilherme Moller subiu de cabeça para mandar a bola para o fundo do barbante, aos 25 minutos, 1 a 0, e festa da torcida do São Raimundo no Estádio Barbalhão. Só dava Pantera. Em outra descida pela esquerda de Leandro Mendes, o lateral cruzou para Jeová, que na hora de concluir se desequilibrou e chutou para fora.

O São Francisco finalmente chegou com Andrelino, que cruzou para o atacante Daniel Papa-léguas, o atleta caiu na área e pediu pênalti, o árbitro Silvério Ferreira Pinto mandou seguir. Outra vez o Leão chegou com Pedro Henrique, que tocou para Alexandre e o meia acabou concluindo errado. No último lance da primeira etapa, Alexandre cobrou uma falta venenosa, o goleiro Jhones saiu e não achou nada, o zagueiro Guilherme Moller salvou a pátria do Pantera.

No 2° tempo, o São Francisco voltou disposto a mudar a história do confronto. Alexandre arriscou um chute de fora da área, o goleiro Jhones desta vez defendeu bem. Clayton do São Raimundo cobrou escanteio na tentativa de gol olímpico, mas a bola fez a curva por fora, segundo a arbitragem. Em uma boa jogada azulina, Alexandre cruzou para Rafael Paty, que cabeceou para fora.

Só dava Leão na segunda etapa. Em uma falta cobrada por Alexandre, a bola passou muito perto da meta do goleiro Jhones. No lance seguinte não teve jeito. Alexandre cruzou e Rafael Paty subiu de cabeça para deixar tudo igual, aos 14 minutos, 1 a 1. Não demorou muito e saiu a virada. Alexandre mandou bola na área e o baixinho Jefferson Monte Alegre raspou de cabeça e correu para o abraço, aos 21 minutos, 2 a 1 São Francisco. Muita festa da torcida azulina.

Com a virada sofrida, o São Raimundo se espertou no jogo. O meia Gabriel Cajano cobrou falta e o goleiro Labilá teve que se virar para fazer a defesa. O São Francisco respondeu na mesma moeda e na falta cobrada por Jefferson Monte Alegre, o goleiro Jhones fez boa defesa. A bola parada virou a arma principal das duas equipes. Leandro Mendes cobrou falta para o Pantera e a bola passou assustando contra a meta de Labilá.

O técnico Everton Goiano colocou o São Raimundo em cima para buscar o empate. Eric que tinha acabado de entrar tocou para Joãozinho, o zagueiro Douglas fez o corte providencial salvando o Leão. Em uma jogada rápida, Joãozinho cruzou para Eric e outra vez o zagueiro Douglas fez o corte. O lateral-esquerdo Leandro Mendes tentou o empate de fora da área, mas parou na defesa de Labilá.

Nos minutos finais, o atacante Jefferson Monte Alegre arriscou um chutaço e o goleiro Jhones defendeu para o Pantera. O árbitro Silvério Ferreira Pinto acrescentou mais quatro minutos e encerrou aos 49. Placar final: São Raimundo 1 x 2 São Francisco.

FICHA TÉCNICA

SÃO RAIMUNDO: Jhones; Clayton, Danilo, Guilherme Moller e Leandro Mendes; Glauber (Joãozinho), Charles, Jeová e Gabriel Cajano (Fernandes); Dudu e Raí (Eric). Técnico: Everton Goiano

SÃO FRANCISCO: Labilá; Pedro Henrique, Roberto, Douglas e Andrelino; Romário (Rodrigo Santarém), Sandro, Alexandre (Tavinho) e Jefferson Monte alegre; Rafael Paty e Daniel Papa-léguas (Wendel). Técnico: Júnior Amorim

Árbitro: Silvério Ferreira Pinto

Assistentes: Everson de Sousa Meirelles e Ernélio Arlisson da Silva Santos

Quarto árbitro: Nadílson Pereira Oliveira

Cartões amarelos: Charles e Glauber (São Raimundo)

Gols: Guilherme Moller, aos 25 minutos do 1° tempo para o São Raimundo; Rafael Paty, aos 14, e Jefferson Monte Alegre, aos 21 minutos do 2° tempo para o São Francisco

Local: Estádio Jader Barbalho, o Barbalhão, em Santarém

Renda: R$ 24.200,00

Pagantes: 1.470

Credenciados: 793

Total: 2.263

Classificação do Parazão 2019

Grupo A1

1° Remo: 9 pontos

2° Bragantino: 6 pontos

3° Águia: 5 pontos

4° Castanhal: 5 pontos

5° São Francisco: 4 pontos

Grupo A2

1° Paysandu: 10 pontos

2° Paragominas: 9 pontos

3° Independente: 7 pontos

4° Tapajós: 5 pontos

5° São Raimundo: 1 ponto

Por Fábio Relvas / Foto: Dominique Cavaleiro
Publicidade

Relacionados