Músico Vamberto Pereira entre os homenageados pela Alepa

Cantor e compositor, que vive há 34 anos em Parauapebas, está entre os 76 músicos com trabalho reconhecido pelo Legislativo estadual.
Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on print
Imprimir

Continua depois da publicidade

Em sessão especial realizada pela Assembleia Legislativa para homenagear os músicos paraenses ou que adotaram o Pará para viver, um cantor e compositor que reside há 34 anos em Parauapebas teve o seu trabalho reconhecido pelo parlamento estadual. Vamberto Oliveira Pereira estava ali entre os 76 músicos que receberam certificado especial pela importante contribuição à arte musical.

A emoção foi inevitável tanto que as lágrimas rolaram durante quase toda a homenagem. “Sensação da homenagem é indescritível”, diz Vamberto. “No meio daquelas feras, daqueles mestres que têm todo o meu respeito, foi fantástico”, assinala o músico de 58 anos de idade e que é referência musical em Parauapebas, para quem gosta de bailes da saudade para dançar ou simplesmente curtir sons da Jovem Guarda, boleros, marchinhas, entre outros ritmos.

Proposta pela deputada Marinor Brito (PSol) para marcar o “Dia do Músico”, que transcorre em 22 de novembro, a sessão especial contou com a presença dos mestres Curica (guitarrada), Laurentino (roqueiro), Damasceno (repentista), Apolo de Caratateua (poeta e cordelista), Adamor Chorão do Bandolim, Alcyr Guimarães, Tereza Gomes (cantora de roda de samba da Velha Guarda) e muitos outros artistas que produzem e marcam a história da música e dos ritmos paraenses.

Frente a tantos colegas de profissão, Vamberto Pereira mostra-se humilde. “Cara com 90 e poucos anos ali e só a imagem dele, o que representa, já passa pra gente uma sensação muito bacana de que a gente ainda está longe de chegar no canto que eles estão. Então, foi muito bom estar com eles na Assembleia e agradeço de coração a homenagem recebida por todos nós, músicos”, diz ele.

Nascido no sertão paraibano, na cidade de Riacho dos Cavalos, Vamberto Oliveira Pereira carrega a música desde criança, quando começou a arranhar os primeiros acordes no violão aos 8 ou 9 anos de idade, ele não sabe ao certo. O certo mesmo é que ele fez da paixão musical a sua profissão e hoje se destaca em Parauapebas com a banda “Vamberto & Convidados”, dividindo o palco com os cinco filhos – Leonardo, Vamberto Júnior, Renato, Klívia e Kleiton -, que herdaram a paixão do pai.

O apoio também vem da esposa, Kasiany Andrade, com quem Vamberto divide os 20 anos dedicados exclusivamente à música. E o amor por Parauapebas inspirou Vamberto a compor, em 2006, a música “Minha querida, parabéns”, cuja letra rende carinho e gratidão à terra que o abraçou.

Gratidão que ele manifesta também pela homenagem que recebeu do Legislativo. “Quero parabenizar a deputada Marinor, nosso amigo Rubens Moraes, aqui de Parauapebas, advogado, que me ajudou muito nessa caminhada; meu amigo Evaldo, da Palmares, e a todos os músicos que me respeitam demais. Sou grato demais a Deus e a minha família, principalmente a minha esposa”, agradece Vamberto Pereira.

Por Hanny Amoras – Correspondente do Blog em Belém.

Relacionados