Marabá

Marabá pode ganhar mais um curso de Medicina por faculdade privada

Município é o 3º maior polo universitário do Pará, atrás de Belém e Santarém, e possui, de acordo com o último Censo do Ensino Superior, cerca de 17.400 acadêmicos.

O principal município do sudeste paraense, que já é titular de um curso de graduação em Medicina pela Universidade do Estado do Pará (Uepa), pode ganhar nos próximos meses mais um curso universitário do tipo, a ser ofertado por instituição privada. Marabá caminha a passos largos para se consolidar um polo universitário de saúde no interior amazônico e, de acordo com dados do Censo do Ensino Superior 2018, possui atualmente 17.400 universitários.

Acaba de sair no Diário Oficial da União (DOU) desta quinta-feira (18) voto favorável ao credenciamento da Faculdade de Ciências Médicas do Pará (Facimpa), para oferta de bacharelado em Medicina, revogando uma decisão anterior da Secretaria de Regulação e Supervisão da Educação Superior (Seres), que, em 2013, barrou o Instituto Paraense de Educação e Cultura (Ipec) de implantar Medicina em Marabá. A decisão pode ser checada aqui.

O número de vagas anuais vai ser fixado pela Seres. O parecer sai 11 anos após iniciado o processo para implantação do curso de Medicina no município junto ao Ministério da Educação (MEC). A decisão foi tomada pelo Conselho Nacional de Educação (CNE) durante reunião ordinária em março (