Manifestantes bloqueiam Estrada de Ferro de Carajás, da Vale

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

A Estrada de Ferro Carajás (EFC), da mineradora Vale, foi bloqueada por manifestantes durante cerca de três horas, na manhã desta segunda-feira, com impacto no transporte de carga e de passageiros, segundo a assessoria de imprensa da companhia.

As operações de carga já foram normalizadas, de acordo com a mineradora.

A manifestação, promovida pelo MST Mulheres, impediu que o trem de passageiros partisse às 8h da Estação de São Luís com destino à Parauapebas, explicou a Vale, fazendo com que cerca de três mil pessoas deixassem de viajar.

A EFC tem 892 quilômetros de extensão, ligando a mina de minério de ferro da companhia em Carajás, no sudeste do Pará, ao Porto de Ponta da Madeira, em São Luís (MA).

Segundo informações da Vale em seu site, a ferrovia transporta anualmente 120 milhões de toneladas de carga e 350 mil passageiros.

Confira a Nota da Vale, informando que o Trem de Passageiros não circulará nessa terça-feira:

A Vale informa que o trem de passageiros não irá circular nesta terça-feira, 8 de março. A paralisação é decorrente de uma manifestação promovida pelo MST Mulheres que bloqueou a ferrovia no início da manhã e impediu que o Trem de Passageiros partisse hoje às 8h da Estação de São Luís com destino à Parauapebas. Com isso, cerca de três mil pessoas que utilizariam o serviço deixaram de viajar. A Vale repudia qualquer ato de invasão da Estrada de Ferro Carajás, que impede o direito de ir e vir de toda comunidade, e informa que já adotou as medidas judiciais cabíveis. A manifestação na ferrovia foi encerrada pela manhã.

Os passageiros que já haviam comprado seus bilhetes podem ir às estações e pontos de vendas para realizar remarcação à partir de quarta-feira, 9/3, ou solicitar reembolso a partir de sexta-feira, 11/3. Os usuários do Trem de Passageiros que desejarem obter mais informações, os contatos podem ser feitos por meio do Alô Ferrovias (0800 285 7000).

2 comentários em “Manifestantes bloqueiam Estrada de Ferro de Carajás, da Vale

  1. hiran Responder

    MST, público e notório império do crime e da desordem…logo logo com ajuda de DEUS esses desocupados serão considerados um grupo terrorista!devem ser presos por formação de quadrilha em âmbito nacional…

    • robert Responder

      que deve ser preso por formaçao de quadrilha e tu hiran como cunprisse da elite desse pais com psdb aecio fhc

Deixe seu comentário

Posts relacionados

%d blogueiros gostam disto: