Parauapebas

Helder Barbalho: “Daqui pra frente é parceria absoluta entre prefeitura e Estado”

O Programa “Governo por todo o Pará” está em Parauapebas. O governador Helder Barbalho e sua comitiva – formada por secretários de governo, deputados e assessores – estiveram visitando a Escola Nelson Mandela, no bairro Tropical, onde acontece a Ação Cidadania do Programa ParáPaz.

Helder Barbalho foi recebido por uma grande multidão que o conduziu, ao som da banda da Escola de música Waldemar Henrique, de Parauapebas, até um palanque reservado para as autoridades.

O prefeito de Parauapebas, Darci José Lermen (MDB) fez a recepção aos visitantes alertando que Helder cumpria ali mais um dos compromissos de campanha. Falou da satisfação do município em receber o governador e sua comitiva e que havia conversado com Helder expondo-lhe os problemas com que Parauapebas convive, principalmente no campo da saúde, educação e segurança. “Nós herdamos um Estado dividido e o que o Helder está fazendo é unir o Pará, o que nos dá muita esperança de que vamos ter dias melhores. Vocês são bem-vindos hoje e sempre porque agora é o Governo Por Todo o Pará”, comemorou.

Helder Barbalho falou em seguida. Bastante ovacionado, iniciou sua fala dizendo que “hoje é um novo momento que desejamos construir para esse Estado. Lamentavelmente as regiões Sul e Sudeste do Pará foram colocadas, pelo passado, à margem do Estado, sem ter a atenção, sem ter o olhar, sem priorizar todas as regiões. Eu disse em campanha que eu queria ter a oportunidade de ser o governador pra poder governar por todo o Pará, governar pelos 144 municípios do Estado.”

O governador prossegue dizendo “que está buscando, desde os primeiros dias do governo, em cada localidade, em cada cidade, trazer o governo pra perto das pessoas. Ontem instalamos em Marabá o governo itinerante, transferindo todas as secretarias para a região nos próximos dias, quando os secretários de estado estarão para ouvir a população para saber os desafios e buscar solucionar e atender as expectativas da nossa gente.

Sobre Parauapebas, Helder Barbalho destacou que o governo não pode continuar com a realidade da educação do Estado no município. “Não é possível que Parauapebas, percaptamente o mais rico do Brasil, continue com suas escolas estaduais tendo avaliações da educação piores que o município de Chaves, no Marajó, um dos mais pobres desse Estado, porque, lamentavelmente, não foram feitos investimentos em educação, onde os prédios para o funcionamento das escolas do Estado são alugados ou emprestados pela prefeitura, uma situação absolutamente inaceitável”.

Ainda no quesito, o governador afirmou aos presentes que já deu a orientação para resgatar a obra da Escola Tecnológica de Parauapebas, que desde 2007 foi abandonada pelo governo do Estado. “Já se vão 12 anos e tá lá o início do esqueleto do que seria a escola que poderia estar formando mão de obra, qualificando a nossa juventude, dando oportunidades para que nossos jovens sejam aproveitados no mercado de trabalho.

Sobre o ensino superior, Helder Barbalho disse que “podemos avançar com a Universidade do Estado do Pará (UEPA) fazendo parcerias com o município de Parauapebas em relação ao ensino superior para que nossos alunos não precisem ir para Marabá, Rondon do Pará, Xinguara e até para outros estados e países para ter acesso ao ensino superior.

Em relação à saúde, o governador Helder Barbalho disse que trouxe com ele à Parauapebas o secretário de saúde, Alberto Beltrame, para viabilizar a parceria entre o Estado e o município para que o Hospital Geral de Parauapebas possa atender com qualidade a população de Parauapebas e toda a região.

Helder destacou outra outra importante obra para a região sudeste do Pará. Trata-se da Transcarajás, que vai ligar Parauapebas, por Canaã dos Carajás/Posto 70, ao Estado do Tocantins. Segundo o governador, a autorização para o início do projeto e licitação foi dada por ele ontem à sua equipe.

Finalizando, o governador se dirigiu ao prefeito Darci e disse: “Daqui pra frente é parceria absoluta entre prefeitura e governo do Estado para encontrar os caminhos e as soluções que o povo de Parauapebas merece e deseja. Com o nosso governo, nossa parceria vamos trabalhar juntos para recuperar o tempo perdido e construir um futuro melhor para o Estado do Pará e para o município de Parauapebas”, finalizou Helder, sem antes anunciar que estará encaminhado essa semana um projeto à Assembleia Legislativa do Pará para desburocratizar e agilizar a emissão de títulos de terras no Pará. ” Em todo o ano de 2018 o governo do Estado entregou perto de 300 títulos de terra. Nós, em 90 dias já entregamos 800 títulos de propriedade, já que essa pauta pra nós (governo) é fundamental para dar segurança jurídica, gerando emprego e renda”.

Como aconteceu na entrado, Helder teve grande dificuldade para sair do local e retornar à Marabá, onde cumpriu agenda, em virtude da tietagem de populares que queriam de qualquer maneira tirar selfies com o governador, que deve ter saído de Parauapebas com o ego em alta devido ao carinho com que foi tratado pela população.

4 comentários em “Helder Barbalho: “Daqui pra frente é parceria absoluta entre prefeitura e Estado”

  1. Júlio César Responder

    Esse governo não importa com a segurança pública pois eles não tem interesse nenhuma em chamar os aprovados excedentes do concurso da susipe querem manter contratos como cabide de emprego infelizmente muita falta de respeito

  2. Nonato Matos Responder

    E o município de Belém como fica, pois do jeito que está sem ajuda do estado a Prefeitura dificimente vai andar.

  3. Genésio Responder

    Darci Leme aproveite bem esses resto do seu mandato porquê na próxima nós vamos dá o troço na campanha você prometeu três mil empregos passou o período eleitoral você sumiu está aparecendo agora porquê está próxima da eleição.

  4. Leandro Burlamaqui Responder

    Discursos emocionados e promessas de palanque nada resolvem, assim como nada resolve governo itinerante de três dias numa região de dimensão enorme como a nossa. O que resolve é ação governamental, é o governo presente no desenvolvimento, no dia a dia, para que todos notem as transformações no seu cotidiano. O governo é bom quando o cidadão percebe, dentro de casa, dia após dia, que alguma coisa está melhor ou começou a melhorar. E é isso que nós todos, paraenses, queremos. Não palavreado!

Deixe seu comentário