Greve de fome de advogado provoca correição do CNJ na comarca de Xinguara

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Portaria assinada pelo corregedor Nacional de Justiça, ministro Francisco Falcão, e publicada no Diário de Justiça Eletrônico (DJe) desta sexta-feira (2/5) determina a realização de correição na comarca de Xinguara e em outras unidades administrativas e judiciais vinculadas ao Tribunal de Justiça do Estado do Pará (TJPA). O trabalho teve início nesta segunda-feira (5/5).

destaque-281153-advogado-xinguaraSegundo a Portaria n.16, um dos fatos que motivaram a correição foi a existência de quatro procedimentos em curso no Conselho Nacional de Justiça (CNJ) envolvendo o juiz titular da Vara de Xinguara, José Admilson Gomes Pereira.

Além disso, notícias veiculadas na imprensa eletrônica relataram que o advogado Rivelino Zarpelon (foto), ex-presidente da Subseção da OAB de Xinguara e atual juiz do Tribunal de Ética e Disciplina da OAB/Pará, chegou a iniciar uma greve de fome em frente ao Fórum da Comarca de Xinguara, em protesto contra a suposta morosidade do magistrado.

Durante a correição, a Corregedoria Nacional de Justiça examinará os procedimentos em trâmite e os arquivados na Corregedoria-Geral de Justiça do TJPA contra o magistrado José Admilson Gomes Pereira. Também será investigado se os fatos relatados contra o titular da Vara de Xinguara tiveram repercussão em outras unidades judiciais do estado.

De acordo com a Portaria n.16, não haverá suspensão dos trabalhos forenses durante a correição. O juiz titular da 3ª Vara Penal na Comarca de Parauapebas, Líbio Moura, está em Xinguara representando a AMEPA – Associação dos Magistrados do Estado do Pará.