Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Jacundá

Em Jacundá, Semed promove 1ª Mostra Cientifica Escolar

Objetivo foi despertar nos alunos o interesse pela atividade científica além de outras habilidades intelectuais
Continua depois da publicidade

Centenas de alunos da rede municipal de Educação participaram da 1ª Mostra Cientifica das escolas municipais de Jacundá. A Feira de Ciências aconteceu na sexta-feira, 28, no Ginásio Poliesportivo Padre Humberto Railland, com o tema: Tecnologia, Sustentabilidade e Inclusão Social. Organizado pela secretaria de Educação, com apoio da Prefeitura Municipal de Jacundá e Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa).

Despertar nos alunos o interesse pela atividade científica e desenvolver o espírito científico, o pensamento lógico e o senso experimental dos alunos, fazendo com que eles possam trabalhar a criatividade e a capacidade inventiva e investigadora, executando projetos científicos, auxiliando, assim, na construção do conhecimento. Esse foi objetivo do evento que reuniu pais, alunos e professores e público durante a tarde de sexta-feira.

A secretária de Educação, Leila Barbosa, disse que os jovens estudantes foram incentivados a pensar em propostas que ajudassem a comunidade e ainda fossem pioneiras na utilização de recursos de tecnologia. “O resultado são trabalhos nas áreas de meio ambiente, ciências exatas, biológicas e humanas, além de outros”.

Veja também:  Desafios do administrador público foi tema de seminário em Jacundá

A programação contou com apresentações de experimentos desenvolvidos com diversos materiais, pondo em prática os conhecimentos adquiridos pelos alunos em sala de aula, e no laboratório.

“A escola é um espaço que nos estimula a criar e fazer a diferença. Os trabalhos científicos produzidos por nós mostram que estamos no caminho certo ao associar novas ferramentas de aprendizagem ao projeto de vida dos jovens”, diz a aluna Franciely Lourenço.

Entre os trabalhos apresentados ao público está o da escola Raimundo Ribeiro de Souza, por exemplo, que apresentou temas nas áreas de Leitura e Escrita, amostragem de Química e Física e sustentabilidade. Enquanto “As Plantas Medicinais: Cultura E Ciência” coube a escola Rosália Correia.

“Transformando Materiais Recicláveis em Brinquedos, Materiais de Decoração e Utilidades” abraçou a escola do Centro Comunitário. A escola Ester Andrade teve inspiração nas sobras de alimentos e levou à feira de ciência o “Reaproveitamento dos Alimentos: Um Caminho Saudável para a Sustentabilidade”.

Deixe uma resposta