Dr. Veloso e Wady Khayat assumem PSL no Pará

Reunião em Brasília selou o futuro da legenda que vai ser reestruturada com foco no crescimento e desempenho eleitoral em 2020
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Brasília – A cúpula nacional do Partido Social Liberal (PSL), fechou questão em reunião na terça-feira (10) em Brasília, e decidiu, por unanimidade, nomear novos dirigentes para comandar a legenda com foco no crescimento e competitividade na corrida eleitoral do pleito municipal desse ano. O mandato da atual direção expira na quinta-feira (12) e automaticamente os novos dirigentes assumem o comando da legenda no Pará.

Assumem o comando do PSL/Pará como Presidente, Manoel Cláudio Furtado Veloso (Dr.° Veloso); Vice-Presidente, Wady Salim Khayat (Khayat); Secretário-Geral, Douglas Augusto Schimmelpfennig; Primeiro Secretário, Rose Lany Fernandes Costa; Tesoureiro-Geral William Lôla Mendes, Primeiro-Tesoureiro, Maria de Nazaré da Luz Ferreira e Vogal Fabrícia Rocha Lima, respectivamente.

“A transição do poder do PSL no Pará não teve qualquer problema, pelo contrário, o clima de entendimento com a gestão anterior prevaleceu”, explicou Veloso.

Estrutura

Dono do segundo maior fundo eleitoral e partidário, o presidente nacional do PSL, deputado federal Luciano Bivar (PSL-PE) ficou entusiasmado com as possibilidades de crescimento da legenda sob novo comando. Bivar considera o Pará estratégico para os planos nacionais do partido e acredita que a dobradinha Veloso-Khayath dará um novo peso à legenda. “Teremos nomes fortes, com conhecimento e grande experiência política que vai surpreender nas urnas esse ano”, previu o presidente.

“Metade dos municípios do Pará já têm representação do PSL. A ampliação será um segundo passo. Agora, vamos fortalecer os diretórios que já existem”, adiantou Dr.° Veloso.

O plano é candidaturas próprias nos grandes municípios paraenses, levando a mensagem do PSL aos eleitores. “Vamos explicar o porque de ser um partido político brasileiro historicamente alinhado ao social-liberalismo no âmbito econômico, a nossa defeda do conservadorismo nos costumes, valorizando a família, a justiça social e o fortalecimento dos instrumentos democráticos de participação popular para criar oportunidades para todos os brasileiros”, resumiu o novo presidente do PSL.

“As negociações políticas a nível de Estado continuam e devem se intensificar agora”, adiantou Dr.° Veloso. “Temos muito a fazer, já temos um grande levantamento da situação econômica-social com seu devido diagnóstico dos principais municípios do Pará e a partir dessa base de dados e reuniões com as comunidades construiremos com a sociedade um plano de governo realista da necessidade de cada município”, disse.

“Toda a dinâmica de relacionamento do PSL com a sociedade será elevada para outro patamar”, garantiu Dr.° Veloso.

Reportagem: Val-André Mutran – Correspondente do Blog do Zé Dudu, em Brasília.

Publicidade