Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Eleições 2018

Senador eleito Zequinha Marinho diz que Deus fez mais do que ele pediu 

Ele acredita que na eleição para presidente da República, o brasileiro “vai arriscar na direita”. “O PT você já sabe o outro você não sabe”, disse 
Continua depois da publicidade

De passagem por Marabá, onde se reuniu com lideranças regionais no início da noite desta quinta-feira (11), a fim de coordenar e dar a partida à campanha do candidato Helder Barbalho (MDB) ao segundo turno das eleições de 2018, o senador eleito Zequinha Marinho (PSC) concedeu breve entrevista ao Blog, na qual falou sobre sua eleição, a respeito do cenário para a eleição a presidente da República e a respeito da candidatura de Helder.

A respeito de sua eleição ao Senado Federal, com 1.374.956 votos, Zequinha disse que sempre foi muito otimista, “acreditando que Deus é capaz de fazer muito mais do que aquilo o se pede ou pensa”. “Então, Ele fez mais do que eu pedi ou pensei”.

Indagado sobre se sua atuação como vice-governador do Pará colaborou de alguma forma na eleição dele, o senador eleito disse que correu atrás, conheceu mais o Estado, tentou trabalhar, mas nunca deixou de fazer política.

“A região nunca teve um senador, muita gente entendeu que agora era preciso ter um senador. O segmento evangélico também nunca teve um senador e também entendeu que era possível ter um. O próprio Jader e o Helder colaram esse voto no momento em que houve uma folga. Havia vários candidatos a senador, mas foram caindo, um aqui, outro acolá. E
isso foi pra para nós”, apontou ele.

Zequinha destaca que Jader e Helder começaram a trabalhar o segundo voto, “quem vota no Jader vota no Zequinha e vice-versa e isso funcionou”. Além disso, aconteceram as parcerias, com a Igreja Universal do Reino de Deus, com a Igreja Assembleia Deus, por meio do pastor Samuel Câmara, “que é uma grande liderança”, e “por tabela, vieram muitas organizações”. Deus operou no coração de muita gente de modo que isso avançou e se consolidou num grande resultado e eu fico muito feliz, sentindo desde já o peso da responsabilidade”, avaliou.

Sobre a eleição para a Presidência da República, Zequinha Marinho disse acreditar que o Brasil não vai para a esquerda, “vai arriscar na direita”. Acerca do verbo “arriscar” empregado por ele na resposta, o senador eleito disse que “nenhum dos dois tem a experiência que precisa, de modo que, para o lado que for, o povo vai esperar para ver o que vai acontecer. “O PT você já sabe e o outro você não sabe”, acentuou.

Sobre Helder Barbalho, Marinho disse que “o povo paraense pode confiar no Helder”, afirmou que ele está preparado, pronto para governar o Estado. “E vai ser um grande governador, eu não tenho dúvida disso, um líder formatado para essa finalidade”, reafirmou.

Por Eleuterio Gomes – Correspondente em Marabá

Pará

Em nota, vice-governador Zequinha Marinho diz que não renunciará. Atitude inviabiliza candidatura de Jatene em outubro

O projeto de Jatene era a renúncia, para abrir as portas à reeleição de Marcio Miranda, que assumiria com a renúncia do governador e vice.
Continua depois da publicidade

Circula hoje (21) nas redes sociais uma nota de esclarecimento assinada pelo vice-governador do Pará, Zequinha Marinho (PSC), dando conta de uma suposta renúncia do vice. Especulava-se que seria uma notícia falsa, como tantas outras que circulam diariamente país a fora. Todavia, a nota é verdadeira. Apesar de mal redigida, já que em nenhum momento a nota diz que Zequinha renunciou, a verdade é que ele não renunciará ao cargo, inviabilizando, portanto, a saída de Jatene para se candidatar.

Fontes palacianas, em off, afirmam que um acordo estava sendo costurado entre Jatene e Zequinha Marinho para que ambos renunciassem, com o atual presidente da ALEPA, Marcio Miranda, assumindo o cargo e. assim, ser o candidato natural do governo a reeleição.

Ainda segundo a fonte, não existe a possibilidade de Jatene renunciar para que Zequinha assuma. Portanto, na atual conjuntura, Jatene  não será candidato nas próximas eleições.

Na nota, logo abaixo, Zequinha diz: “Lamento não ter como colaborar com o projeto do governador renunciando ao meu mandato”, Ora, todos sabemos que o projeto do governador era a renúncia de ambos.

NOTA DE ESCLARECIMENTO

Sempre fui solícito e colaborativo com todos. Quem me conhece, sabe disso!

Após ouvir exaustivos debates, com a Executiva Estadual e a Executiva Nacional do meu partido, as duas, unanimemente, discordaram da possibilidade de renúncia.

Por uma questão de princípios, quem me conhece sabe que tenho uma linha de conduta, uma palavra, firmeza e um estilo próprio de pensamento e comportamento. Dessa forma, meus amigos, lamento não ter como colaborar com o projeto do governador renunciando ao meu mandato. Não nos furtaremos ao diálogo na construção de qualquer outra alternativa.

Deixo claro que não tenho nada contra ninguém. Só quero continuar tendo condições de andar na rua de cabeça erguida nesse difícil momento da política do Brasil.

ZEQUINHA MARINHO
VICE-GOVERNADOR DO PARÁ

Política

Nova diretoria do PSC em Parauapebas é apresentada pelo vice-governador

Zequinha Marinho anunciou ainda nova meta do partido para filiações no estado
Continua depois da publicidade

As lideranças do Partido Social Cristão (PSC) em Parauapebas se reuniram na tarde deste sábado (5), no Plenarinho da Câmara Municipal, para participar de uma palestra com o vice-governador Zequinha Marinho, que também é o presidente estadual do partido. Na ocasião, a nova diretoria do PSC Parauapebas foi apresentada.

O vereador Marcelo Parcerinho foi o escolhido para presidente, o professor Pedro Jacques de Oliveira para vice-presidente, Jeremias Gomes Cavalcante para secretário, Valdivino da Silva Linhares para tesoureiro, e Manoel Messias Alves da Silva, Ronam Gomes Pereira Neto e o empresário Magleano Baesse Carvalho são suplentes.

Atualmente, o PSC tem em torno de 30 mil filiados em todo o estado do Pará; o vice-governador apresentou durante o evento a meta do partido para aumentar esse número, no prazo de um ano. “A população brasileira é simpatizante do nosso partido. Defendemos os valores cristãos, temos condições de alcançar a nossa meta, que é de 200 mil filiados”, afirmou Zequinha Marinho.

Quando questionado sobre a ousadia da meta, uma vez que ela aumenta em quase sete vezes o número atual de filiados, o presidente estadual do partido compartilhou que a estratégia é focar por segmento: “vamos dividir isso por etapa e envolver o nosso pessoal de forma que mulheres atraiam mais mulheres, jovens tragam mais jovens. Cada um trabalhando com o seu segmento”.

Zequinha Marinho destacou a importância da cidade na conquista da meta, “Parauapebas tem 150 mil eleitores, 4% disso dá seis mil filiados. Queremos aqui pelo menos 3 mil homens, 1.500 mulheres e 1.500 jovens; essa é a meta mínima para o município. O Marcelo Parcerinho é jovem, é político, é um vereador maduro, está no segundo mandato, tem tarimba e boa relação em toda a cidade. Tenho certeza que ele à frente vai animar os seus colegas para que isso aconteça”.

“É uma grande felicidade retornar à presidência do partido; a primeira vez foi em 2008. Na última eleição, o PSC tirou mais de oito mil votos. Nossa meta, estabelecida pelo diretório estadual, é alcançar seis mil filiados. Acredito muito que é possível alcançarmos esse desafio”, afirmou Marcelo Parcerinho.

TRE-PA

Pará: Tribunal Regional Eleitoral cassa mandato do governador Simão Jatene e de seu vice.

A assessoria de Jatene informa que irá recorrer ao próprio TRE e ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral)
Continua depois da publicidade

O TRE (Tribunal Regional Eleitoral) do Pará decidiu, na manhã desta quinta (30), pela cassação do mandato do governador do Estado, Simão Jatene (PSDB), e de seu vice, José da Cruz Marinho (Zequinha Marinho), do PSC, por abuso político nas eleições de 2014.

Pela decisão, Jatene também fica inelegível por oito anos. O governador poderá permanecer no cargo pois ainda é possível apresentar recursos em outras instâncias da Justiça Eleitoral.

A assessoria de Jatene informa que irá recorrer ao próprio TRE e ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral).

Segundo a ação, o governador excedeu o limite legal fixado para distribuição do cheque moradia às vésperas das eleições. O governo do Pará contesta essa informação. Em 2015, a relatora do processo, desembargadora Célia Pinheiro, apresentou um voto contrário à cassação. A juíza federal Luciana Daibes encaminhou um voto em separado pela cassação. Ele foi aprovado por quatro votos contra dois.

Pará

Governador em exercício Zequinha Marinho inaugura nova agência do Banpará em Eldorado dos Carajás

Continua depois da publicidade

A 92ª agência do Banco do Estado do Pará (Banpará) em território paraense foi inaugurada na manhã desta segunda-feira (25), na sede municipal de Eldorado do Carajás, na região sudeste. A nova agência substitui o antigo posto, que já estava pequeno para atender à demanda local, e integra a meta do banco de chegar aos 144 municípios até o final de 2018.

FOTO: RODOLFO OLIVEIRA / AG. PARÁ
DATA: 25.01.2016
ELDORADO DOS CARAJÓS - PARÁA 92ª agência do Banco do Estado do Pará (Banpará) em território paraense foi inaugurada na manhã desta segunda-feira (25), na sede municipal de Eldorado do Carajás, na região sudeste. A nova agência substitui o antigo posto, que já estava pequeno para atender à demanda local, e integra a meta do banco de chegar aos 144 municípios até o final de 2018. Para este ano, a previsão do plano de expansão inclui 113 municípios. Atualmente, o Banpará conta com 330 mil clientes.

“A cidade merecia uma agência desse porte. Ela tem uma grande movimentação financeira, tanto na zona urbana quanto na rural. Eldorado, por exemplo, sedia a maior e melhor bacia leiteira do Pará, e isso representa um grande fluxo de negócios. Grandes empresas de laticínios se ressentiam pela falta de instituições financeiras prontas para atendê-las. Hoje, o governo do Estado responde a este chamado por meio do Banpará, de maneira tranquila e qualificada”, afirmou o vice-governador Zequinha Marinho, presente à solenidade de inauguração, junto com o diretor de Fomento do Banpará, Jorge Antunes, e o prefeito de Eldorado, Francis Lopes de Sousa, além de empresários e políticos da região.

ZequinhaUm dos objetivos da instituição com a nova agência é oferecer, além de comodidade e segurança a clientes e funcionários, oportunidades para a implantação de novos empreendimentos e incentivar o desenvolvimento econômico do município.

Diferencial – Segundo Jorge Antunes, a instalação do banco na cidade também é garantia para investimentos não apenas para as grandes empresas, mas também para micros, pequenos e médios empreendedores. “Para o micro e o pequeno empresário o Banpará tem linhas de crédito específicas e parceria com o governo do Estado, por meio do CredCidadão. Para os grandes a gente tem a linha de crédito tradicional. O diferencial de investir no Banpará é saber que este capital circulará dentro do nosso Estado, pois este é um banco nosso e que investe para o desenvolvimento do Pará e seus municípios”, declarou o diretor de Fomento.

Empresário em Eldorado do Carajás, Clenilton Alves, 40 anos, atua no ramo de ferragens e reitera os benefícios que o banco trará para o crescimento da economia local. “É essencial uma agência dessas. Tínhamos um posto pequeno e, agora, além do conforto aos clientes, acredito que teremos uma linha de crédito mais acessível para nós, empresários do município”, disse ele.

O pastor Samuel Limiro da Silva, 54 anos, um dos cinco primeiros correntistas do Banpará em Eldorado, destacou a importância da comodidade que será proporcionada pela nova agência. “Antes tínhamos grandes dificuldades para fazer pagamentos. Muitas vezes precisávamos nos deslocar para Marabá. Hoje, a gente vê a importância dessa agência quando se tem uma folha de pagamento toda organizada, além da tranquilidade de se receber na própria agência, sem a necessidade de enfrentar filas no sol e na chuva”, ressaltou Samuel. (APN)

Pará

Zequinha Marinho assume comando interino do Estado por três dias

Continua depois da publicidade

A nova diretoria do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), que vai coordenar nos próximos dois anos a fiscalização dos recursos públicos pelas gestões municipais, tomou posse nesta quinta-feira, 15, em sessão especial na sede do tribunal, em Belém. Para o biênio, quem presidirá a corte de contas é o conselheiro Cezar Colares, que era corregedor na legislatura anterior, do conselheiro José Carlos Araújo. Na ocasião, também tomaram posse os conselheiros Sérgio Leão, como vice-presidente, Daniel Lavareda, como corregedor, e Mara Lúcia Cruz, que agora ocupa a recém-criada ouvidoria.

Na foto: Vice Governador, Zequinha Marinho
FOTO: EUNICE PINTO/AG. PARÁ
DATA: 15.01.2015
BELÉM-PARÁA partir deste sábado, 16, até a próxima segunda-feira, 18, o vice-governador do Estado Zequinha Marinho assume a função constitucional de governador em exercício. A substituição temporária no comando do Executivo Estadual ocorrerá por conta da viagem oficial internacional que o governador Simão Jatene fará ao continente africano, onde participará de ações voltadas para o fortalecimento de parcerias entre o Governo do Pará e empresários argelinos.

No fim de semana, Zequinha Marinho vai cumprir agenda previamente estabelecida com compromissos da Vice-Governadoria, no interior do Estado. Como governador em exercício, o primeiro compromisso será no município de Baião, no Baixo Tocantins, onde ocorrerá um mutirão de ações sociais promovido pela Vice-Governadoria em parceria com a Defensoria Pública do Estado. A iniciativa vai integrar a programação do Encontro de Comunidades Quilombolas, que este ano tem como tema “Nossa Casa, Nossa Terra e Nossa Identidade”, na Vila Umarizal, zona rural do município.

Esta é a segunda vez que Zequinha Marino assume interinamente o governo. A primeira foi em meados de janeiro deste ano. Entre os compromissos de agenda do governador em exercício na segunda-feira, 18, estão reuniões com empresários e a participação em cerimônias públicas.

A viagem internacional do governador foi aprovada em reunião conjunta, nesta semana, pelas Comissões de Constituição e Justiça e de Fiscalização Financeira e Orçamentária da Assembleia Legislativa do Estado. O Governo do Pará está reforçando parcerias com empresas que têm a intenção de se instalar no Estado, nos próximos anos. Uma delas é a Cevital International, especializada em produtos alimentícios. Com sede na Argélia, a empresa pretende investir na área de armazenagem e processamento de grãos, no Pará.

Jatene anuncia Zequinha Marinho como vice

Continua depois da publicidade


Mais de mil pessoas, entre elas 11 prefeitos do sul do Pará, participaram na noite de ontem do anúncio da coligação entre os partidos PSC e PSDB, pela qual o deputado federal Zequinha Marinho (PSC) compõe como vice a chapa liderada por Simão Jatene, pré-candidato à reeleição pelo PSDB. O evento também reuniu dezenas de vereadores, vice-prefeitos, ex-prefeitos e lideranças comunitárias e líderes religiosos de todos os 20 municípios da região, realizado numa sede particular no município de Xinguara.

A aliança entre o PSDB e o PSC foi a responsável por reunir uma diversidade tão grande de políticos e representantes de diferentes segmentos sociais. Até mesmo membros de partidos adversários na atual conjuntura política paraense compareceram ao local para cumprimentar o governador Simão Jatene, que chegou ao evento na companhia do deputado federal Wandenkolk Gonçalves, do senador Flexa Ribeiro e do vice-governador Helenilson Pontes. “Há quem pense que trata-se de um convite recente, mas na verdade este mesmo convite já havia sido feito muito antes, o que mostra ser o meu apreço, respeito e consideração pelo sul do Pará antigo e recorrente”, falou Jatene em seu pronunciamento.

O deputado federal Zequinha Marinho mostrou-se entusiasmado e confiante com a aliança. “Há dois caminhos a serem seguidos quando um projeto tão promissor como o liderado pelo governador (Simão Jatene) começa a sofrer ameaças: ou você atira pedras ou você apoia. E nós, do PSC, resolvemos apoiar com unhas e dentes para que o desenvolvimento do Estado permaneça no caminho certo”, destacou, durante o pronunciamento, Marinho.

De fato, a quantidade de prefeitos que compareceu ao evento se preocupou muito mais em agradecer do que fazer novas solicitações. “Eu vim aqui agradecer pelos 45 milhões de reais que atualmente estão sendo investidos pelo governo na cidade de  São Domingos do Araguaia”, destacou o prefeito Pedro Paraná. Já o prefeito de Bannach, uma das menores cidades do Estado, ressaltou que pela primeira vez na história o município recebeu asfalto na área urbana. “O convênio de dez quilômetros de asfalto não só deixou a cidade mais bonita como acabou com a poeira e as doenças por ela provocadas”, revelou Valber Milhomem.

“Fica Jatene” – Os prefeitos e lideranças reunidos em Xinguara aproveitaram para lançar o movimento “Fica Jatene”, pelo qual pedem que o atual governador descarte qualquer possibilidade de se ausentar do cargo executivo durante o período da campanha política. “É uma vontade nossa, do povo, que o gerenciamento do Estado permaneça nas mãos do governador. É com ele que as coisas têm dado certo e é com ele que tem que permanecer o trabalho”, disse o prefeito de Redenção, Vanderlei Coimbra, que lidera o movimento. O governador recebeu o pedido com naturalidade e, ao final, declarou que a própria candidatura à reeleição já é uma prevalência da vontade coletiva sobre qualquer vontade pessoal que ele, Simão Jatene, possa ter. “Olhando por esse aspecto, quem sou eu para declinar a mais essa vontade coletiva do povo do Pará? Aqui estão lideranças de todas as partes do sul paraense. É uma vontade que há de ser respeitada”, completou Jatene.

:


Notícias

Eleições 2014: Zequinha Marinho (PSC) será o vice de Simão Jatene (PSDB)

Continua depois da publicidade

Zequinha MarinhoDeputado Federal por três mandatos consecutivos (2003/2007- 2007/2011 – 2011/2015), o presidente do PSC no Pará, Zequinha Marinho será o vice na chapa do governador Simão Jatene nas próximas eleições no Pará.

É o que afirma o jornal “O Liberal” desta quinta-feira (15): “O federal Zequinha Marinho, pastor da Assembleia de Deus, aceitou o convite do governador Simão Jatene e será o vice na sua chapa. A informação foi confirmada pela Igreja”.

Zequinha Marinho, 55 anos, é Pedagogo (UEPA 1999) e Teólogo (Faculdade João Calvino, BA, 2008), já foi por duas vezes deputado estadual quando ainda era filiado ao PDT.

Em setembro de 2013, Zequinha Marinho havia afirmado que o partido faria carreira solo esse ano e que ele pretendia lançar-se candidato a governador. Parece que reviu sua estratégia!

PSC no Pará
No Pará o PSC conta com um deputado federal (Zequinha Marinho); um deputado estadual (Nilton Aguiar); 05 prefeitos ( Alenquer, Aveiro, Barcarena, Floresta do Araguaia e Ourilândia do Norte); 08 vice-prefeitos (Alenquer, Altamira, Belterra, Cachoeira do Piriá, Goianésia do Pará, Ponta de Pedras, São Geraldo do Araguaia e Xinguara); e 82 vereadores distribuídos em 26 municípios do Estado.