Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Parauapebas

PM prende jovem acusado de estupro contra criança de 4 anos em Parauapebas

Exames médicos constataram que a menina sofreu abuso sexual. O acusado acaba de completar 18 anos de idade e já está preso

Yure Paulo dos Santos estreou recentemente a maioridade, mas vai comemorar na prisão. O motivo é a acusação de estupro de vulnerável cometido contra uma criança de apenas quatro anos de idade. O caso chegou à 20ª Seccional de Polícia Civil pela guarnição composta pelo sargento Leomar e soldado Coutinho, chamados via CCO (Centro de Comando Operacional), para verificar uma vítima de estupro no hospital Municipal. “Ao chegar ao local verificamos se tratar de uma criança de 4 anos de idade”, conta o sargento, dando conta de que após conversar com o médico de plantão e com os pais da criança foi constatado que ela havia sofrido abuso.

O próximo ato foi se deslocar até a residência do acusado, Yure Paulo dos Santos, que não se encontrava. Porém, o pai dele informou que o rapaz estava na casa da tia, no Bairro Liberdade, local onde ele foi encontrado, preso e encaminhado até a Delegacia de Polícia Civil.

O acusado está à disposição da Justiça, devendo responder por estupro de vulnerável, crime previsto no artigo 217-A do Código Pena – ter conjunção carnal ou praticar outro ato libidinoso com menor de 14 anos. Se condenado, poderá pegar de oito a 15 anos de cadeia.

Jacundá

Menina surda de 7 anos é vítima de estupro em Jacundá

Borracheiro de 27 anos cometeu o crime bárbaro e está preso na Delegacia do município

Um caso grotesco foi registrado em Jacundá. Uma menina surda de apenas 7 anos de idade foi estuprada na zona rural do município de Jacundá, no dia 5 deste mês. O autor do crime de estupro de vulnerável foi preso por uma guarnição da Polícia Militar e está na Delegacia de Polícia Civil, à disposição da Justiça.

Diones Leal Morais, de 27 anos de idade, borracheiro e transportador de soro de leite da região do KM 60, rodovia PA-150, sentido Jacundá a Marabá, era conhecido da família da garota. O caso foi descoberto no mesmo dia do crime.

A mãe da vítima contou à polícia que percebeu o sumiço da menina na tarde de sábado, 5. “Começamos a procurar perto de casa e vimos que um capinzal estava amassado”.

Quando a mãe da garota entrou na área de capim se deparou com Diones com as calças abaixadas sobre a criança, que tentava se defender do algoz. A mulher relatou que começou a proteger a filha. E Diones saiu correndo no meio do matagal. A menina foi encontrada nua.

Em seguida, a mãe avisou familiares e chamou a Polícia Militar. Uma guarnição da 18ª Companhia Independente de Polícia Militar, sob o comando do cabo Jamerson e soldado Hélio, diligenciou para o local, onde se certificaram do ocorrido.

Com a descrição do homem e do endereço onde poderia ser encontrado, os policiais o prenderam em flagrante delito por estupro de vulnerável. “Ele estava no local onde trabalha, numa borracharia”, conto o policial Jamerson.

O acusado foi apresentado perante o delegado Sérgio Máximo, que está conduzindo o inquérito.

Antonio Barroso – de Jacundá
Breu Branco

Polícia Civil prende estuprador de criança de 7 anos de idade em Breu Branco

Ele abusou sexualmente de um menino, espancou o outro e ameaçou os dois, fugindo em seguida

Dois irmãos foram vítimas de violência física e sexual no município de Breu Branco, região sudeste do Pará, no fim de semana passado. Ontem (7), investigadores lotados na Superintendência de Polícia Civil do Lago efetuaram a prisão do suspeito, identificado apenas como “Regis”. A polícia recebeu a informação de que o estuprador estaria escondido em uma área de mata no município de Pacajá, para onde fugiu após cometer os crimes. Uma equipe de policiais diligenciou à localidade e o capturou.

“Esse criminoso foi o responsável pelo estupro de uma criança de apenas 7 anos idade na zona rural do município de Breu Branco, bem como pelo espancamento do seu irmão de 9 anos, próximo ao Frigorífico Aliança”, explica o delegado Kelsson Schineider. Informações adicionais sobre como ocorreu a violência não foram divulgadas.

De acordo com o delegado, tão logo a PC soube da ocorrência, por meio de denúncias, teve início uma sigilosa investigação para identificar a autoria do delito, mas o criminoso conseguiu escapar ao cerco policial.

Contudo, na manhã de ontem, 7, em parceria com a Superintendência Regional, a equipe de policiais do Breu Branco conseguiu dar cumprimento ao mandado de prisão preventiva do indiciado, que foi entregue ao Sistema Penal e ficará à disposição da Justiça.

A Reportagem apurou por uma fonte familiar que o autor da violência contra os irmãos se aproveitou de um momento quando as crianças estavam sozinhas em casa, já que trabalhava próximo à residência da família, para cometer os abusos e ainda fez severas ameaças aos menores.

Capa

Idoso invade quarto, estupra menina de 12 anos e foge

Salvino Lemes da Silva Filho, de 65 anos, está sendo procurado pela Polícia de Redenção. Lemes é acusado de estuprar uma criança de 12 anos de idade.

De acordo com uma tia da vítima, o acusado teria abusado da sobrinha por volta das 00h30 do último sábado (15). “Minha sobrinha estava na casa junto com os avós e o seu Salvino, que esperou todos irem dormir para então praticar o cerime” indagou.

Ainda segundo a família, depois que todos foram dormir, Salvino teria ido à cozinha, pegou uma faca de mesa e caminhou até o quarto da menina. Sob ameaças, retirou a roupa dela e praticou o estupro. Logo em seguida, saiu correndo e a vítima chamou os avós, para quem contou tudo que aconteceu.

A polícia foi chamada e os homens da lei fizeram uma varredura, mas não encontraram Salvino Lemes.

A vítima foi conduzida ao Instituto Médico Legal para realizar exames periciais, que confirmaram a violência sexual. Com base nas provas, a equipe policial deu cumprimento ao mandado de prisão preventiva contra Salvino Lemes da Silva Filho.

Na manhã de sábado (15), a família procurou a DEAM (Delegacia Especializada de Acolhimento a Mulher) e registrou Boletim de Ocorrência contra o idoso. A delegada Maria de Fátima fez conseguiu um mandado de prisão contra o acusado e assim que ele for encontrado e preso, responderá pelo crime de estupro de vulnerável.

De acordo com mãe da vítima, que também está tendo sua identidade preservada, Salvino convivia há cerca de dois anos com os avós da menina, pois o acusado e o avô trabalhavam juntos em área de garimpo. “Não sei o que aconteceu para ele mexer com minha filha. Este homem é um monstro e espero que pague na prisão pelo que fez” finalizou a genitora, demonstrando fúria.